Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro Declaração do IR 2020 ...

Declaração do IR 2020 começou; o que você precisa saber para declarar

Preencher a declaração do IR 2020 pode parecer difícil, especialmente para quem vai fazer pela primeira vez. Tire algumas de suas dúvidas aqui.

Dizem que o ano só começa de verdade depois do Carnaval. Não por acaso, mal acabou o feriado e já começou a temporada de entrega da declaração do IR 2020.

A partir de 2 de março e até o dia 30 de junho de 2020, todos os brasileiros que precisarem prestar contas à Receita Federal devem declarar o Imposto de Renda. 

Normalmente, são muita as dúvidas em relação ao Imposto de Renda durante o período de declaração, afinal, as regras podem mudar a cada ano – quem precisa declarar? O que devo declarar? Qual o melhor tipo de declaração? Como fazer?

Acredite: declarar o IR não é um monstro de sete cabeças. Selecionamos algumas dessas principais questões e respondemos neste post para tornar a sua declaração de pessoa física mais simples.

Quem precisa declarar o Imposto de Renda?

Na prática, precisa declarar o Imposto de Renda quem se encaixa em alguns critérios estabelecidos pela Receita Federal, como o total de rendimentos tributáveis recebido ao longo de 2019, o valor total de imóveis e carros que tem em posses, etc.

Basicamente, precisa declarar o IR quem:

  • Recebeu, ao longo de 2019, mais de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis;
  • Possuiu, até 31 de dezembro de 2019, imóveis, veículos e outros bens cujo valor total é superior a R$ 300 mil;
  • Ganhou capital com a venda de imóveis, veículos e outros bens sujeitos à tributação;
  • Teve renda de atividade rural superior a R$ 142.798,50;
  •  Recebeu mais de R$ 40 mil em rendimentos isentos e não tributáveis ou tributáveis na fonte.

Aqui você confere todos os detalhes e informações sobre quem precisa declarar o Imposto de Renda.

Como é feita a declaração do Imposto de Renda?

A declaração deve ser preenchida e entregue através do Programa Gerador da Declaração, disponível no site da Receita Federal. Importante lembrar que o programa muda a cada ano e, por isso, é preciso fazer o download e utilizar o programa referente àquele ano – no caso de 2020, o programa do IRPF 2020.

Nem todos os campos são obrigatórios: a declaração varia conforme os rendimentos e gastos de cada contribuinte. O melhor a se fazer é entrar em contato com um especialista para entender quais são as informações que você deve declarar (e como). Especialmente para quem vai declarar pela primeira vez, fazer a declaração pode ser difícil. 

Qual tipo de declaração escolher?

Hoje existem dois tipos de declaração para pessoa física que podem ser enviadas à Receita Federal: a declaração simples e declaração completa. É possível escolher entre um desses modelos, sempre tendo como base as despesas e informações que serão declaradas à Receita. 

No programa onde é preenchida a declaração, a Receita indica qual dos dois modelos é o mais indicado para você com base no desconto que será aplicado sobre seus rendimentos e no valor a ser restituído. Aqui você encontra mais informações sobre esses tipos de declaração e quais as vantagens de cada um.

O que posso deduzir no IR?

As deduções são, em poucas palavras, o quanto você pode abater da sua declaração do Imposto de Renda. Isso inclui gastos ou despesas ao longo do ano que, ao serem declarados, podem reduzir o quanto você pagará de impostos ou garantir que você receba de volta uma restituição – parte do imposto pago ao longo de 2019, no caso da declaração do IRPF 2020.

Gastos relacionados à educação, saúde, doações, pensão, previdência privada ou com dependentes podem ser deduzidos na sua declaração do IR – mas é preciso atenção para entender exatamente quais gastos, dentro dessas categorias, podem ser deduzidos.  

Veja aqui como funcionam as deduções e quais são elas.

Devo declarar dependentes no IR?

Nem todo mundo precisa declarar Imposto de Renda. Por isso, é possível que essas pessoas sejam incluídas como dependentes em alguma declaração – filhos pequenos, por exemplo, entram como dependentes de seus pais. 

A principal vantagem de incluir dependentes na declaração é a possibilidade de reduzir o imposto a pagar ou aumentar o valor da restituição a receber. Eles funcionam como uma dedução: cada dependente dá direito a um desconto de R$ 2.275,08 no imposto a ser pago. 

Entretanto, existem regras a serem consideradas ao incluir dependentes em sua declaração. Veja aqui.

Quanto vou receber de restituição do IR?

As deduções do IR podem garantir descontos nos impostos a serem pagos no momento da declaração ou valores a serem restituídos – isto é, devolvidos ao contribuinte. Eles formam a famosa restituição do Imposto de Renda: valores pagos em impostos ao longo do ano-exercício e que são devolvidos ao contribuinte.

Os contribuintes podem ou não ter direito à restituição do IR, dependendo de sua declaração, gastos dedutíveis e rendimentos. Elas são pagas aos beneficiados em lotes, que, em 2020, começam a ser pagos em maio.

Saiba mais sobre ela aqui

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história aqui.

4.22

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post