Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro Como funciona a loteria ...

Como funciona a loteria – e quais são as chances de ganhar?

Quem quer ser um milionário? Quase todo mundo, provavelmente. Afinal, é esse o sonho que motiva tanta gente a apostar na loteria.

Do joguinho despretensioso às filas quilométricas em semana de prêmio acumulado, os brasileiros deixam alguns bilhões por ano em apostas na loteria.

No terceiro trimestre de 2019, por exemplo, foram R$4,05 bilhões arrecadados – um aumento de 16% em relação ao mesmo período em 2018.

Mas quais são as chances reais de tirar a sorte grande?

Como funciona a loteria?

A loteria é uma modalidade de jogo de azar baseada no sorteio aleatório. Existem muitas versões, mas o princípio é sempre esse: aposta-se em algo (normalmente, números) e quem for sorteado ganha o prêmio.

Na maioria dos países, as loterias são altamente reguladas e gerenciadas pelo próprio governo. No Brasil, o órgão responsável pela sua administração é a Caixa Econômica Federal. 

Tipos de loteria

Hoje, existem 11 tipos de loterias brasileiras, cada uma com suas próprias regras e variedades de prêmios máximos e secundários:

Loteria Federal

O apostador deve escolher o número impresso no bilhete. Cada bilhete tem 10 frações – as pessoas podem comprá-lo inteiro ou em partes e o valor do prêmio é proporcional à quantidade de frações que o vencedor adquiriu.

Mega-Sena

A cada aposta, é possível escolher entre seis e 15 números dos 60 disponíveis (o preço aumenta a cada número adicional). Para ganhar o prêmio máximo, é preciso acertar os seis números sorteados – mas também há prêmios menores para quem acertar quatro ou cinco.

Super Sete

A Super Sete é a modalidade mais recente de loteria no Brasil – seu primeiro sorteio foi em outubro de 2020. O formato é em colunas: são sete colunas no total, cada uma com 10 números disponíveis. O apostador pode escolher de um a três números a cada coluna. Para ganhar, é preciso acertar de três a sete colunas.

Dia de Sorte

Escolhe-se de sete a 15 números dentre 31 disponíveis, mais um “mês da sorte”. A cada concurso são sorteados sete números e um mês.

Lotofácil

Nesta modalidade, o apostador marca de 15 a 20 números entre os 25 disponíveis. Ganha quem acertar entre 11 e 15 números.

Quina

Na Quina, pode-se escolher de cinco a 15 números dentre 80 disponíveis. Os prêmios vão para quem acertar de dois a cinco números.

Lotomania

Em uma cartela de 100 números, o apostador seleciona 50. Ganha quem acertar 15, 16, 17, 18, 19, 20 ou nenhum número.

Duplasena

Um mesmo bilhete dá direito a dois sorteios por concurso (daí o nome desse modelo de loteria). É preciso escolher de seis a 15 números dentre os 50 disponíveis – os ganhadores são os que acertarem de três a seis números no primeiro e/ou no segundo sorteio.

Loteca

Baseada no futebol, quem aposta na Loteca marca seu palpite para cada um dos 14 jogos do concurso, assinalando uma a três das três colunas.

Lotogol

Também futebolística, essa modalidade depende de acertar a quantidade de gols dos times a cada rodada. É possível assinalar zero, um, dois, três ou mais gols gols e há cinco jogos no concurso.

Timemania

Na terceira das loterias de futebol, o apostador escolhe 10 números entre os 80 disponíveis, mais um “time do coração”. São sorteados sete números e um time por concurso. Ganha quem tiver de três a sete acertos, ou o time do coração.

Quais as chances de ganhar na loteria?

Em resumo? Baixíssimas. Na Mega-Sena, por exemplo, a chance de ganhar o prêmio total apostando seis números é aproximadamente de 1 em 50 milhões – ou 0,000002%.

É por isso que praticamente todos os modelos de loteria oferecem mais de uma possibilidade de aposta. E aí vem a pergunta: seria possível comprar todos os números e garantir a vitória?

Dá para comprar mais números, mas a aposta vai ser cada vez mais cara. No caso da Mega-Sena, quem aposta o máximo de 15 números em um único jogo passa a ter uma chance de 1 em 10.003. Mas também vai precisar desembolsar R$22.522,50 para comprar sua cartela.

Para fazer 10.003 apostas desse tipo, seria necessário pagar mais de R$225 milhões.

As chances de ganhar o prêmio máximo (apostando o jogo mínimo) em cada uma das loterias é:

LoteriaChance de ganhar o prêmio máximo
Federal1 em 100.000
Mega-Sena1 em 50.063.860
Super Sete1 em 10.000.000
Dia de Sorte1 em 2.629.575
Lotofácil1 em 3.268.760 
Quina1 em 24.040.016
Lotomania1 em 11.372.635
Duplasena1 em 15.890.700
Loteca1 em 2.391.485
Lotogol1 em 9.765.625
Timemania1 em 26.472.637
Fonte: Caixa Econômica Federal

Naturalmente, quanto melhores as probabilidades de ganhar, menores os valores dos prêmios.

Para onde vai o dinheiro apostado?

Não, ele não vira prêmio. Na verdade, só uma porcentagem do dinheiro arrecadado nas apostas é convertido em premiação. No caso da Mega-Sena, por exemplo, o valor do prêmio bruto (ou seja, antes do recolhimento de impostos) é de 43,35%.

Boa parte do dinheiro proveniente das apostas é repassado ao governo federal para financiar projetos em diversas áreas – como saúde, segurança, cultura e esporte. Ainda no caso da Mega-Sena, quase 10% vai para o Fundo Nacional de Segurança Pública (FNSP) e cerca de 2,5% são destinados ao Ministério do Esporte, dentro do Ministério da Cidadania, por exemplo.

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história.

3.91

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post