Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro Organizar as Finanças Conta salário: o que é, ...

Conta salário: o que é, como funciona e quando vale a pena?

Trabalhadores com conta salário normalmente são isentos de tarifas, mas têm serviços limitados. A boa notícia é que é possível optar pela portabilidade de salário gratuita para outros bancos.

Você começou a trabalhar em uma nova empresa e o RH pediu para que você abra uma conta salário em um banco específico. Mas…o que é esse tipo de conta? Calma! Essa dúvida é mais frequente do que você imagina.

É comum que as empresas brasileiras tenham convênios com bancos para a abertura de conta salário – e esse acordo normalmente isenta o funcionário de pagar tarifas neste tipo de conta.

A conta salário tem algumas limitações quando comparada às demais. Por outro lado, as pessoas podem escolher fazer a portabilidade do salário para outra conta, e até outro banco de sua escolha.

Entenda abaixo as diferenças entre a conta salário e a conta corrente, suas vantagens, desvantagens, cuidados ao usar e como fazer a portabilidade.

O que é a conta salário?

A conta salário é, como o próprio nome já diz, destinada a receber a sua remuneração. Ela também pode ser usada para receber outros tipos de vencimentos, como aposentadorias, pensões ou similares. 

“Eu recebo o salário em uma conta, quer dizer que ela é uma conta salário?”

Não necessariamente. Salários também podem ser recebidos normalmente em conta corrente comum (digital ou não), e até mesmo em conta poupança, dependendo das exigências da empresa. Vale lembrar que em outras modalidades de conta pode haver cobrança de taxas, enquanto a conta salário normalmente isenta o correntista por acordos com a empresa.

O que dá para fazer com conta salário?

A conta salário normalmente não admite outro tipo de depósito que não o pagamento da empresa. Além disso, apenas o empregador conveniado ao banco e relacionado à  conta pode fazer depósitos nela.

Ou seja: se você tiver mais de um emprego ou, além do emprego oficial, fizer trabalhos freelancers para outras empresas que também realizam pagamentos em seu nome, é possível que a conta salário não possa receber esses valores.

A possibilidade de fazer outras transações comuns (como transferências, pagamentos etc) por meio da conta salário depende do acordo entre a empresa empregadora e o banco – por isso, dependendo das limitações, às vezes é mais vantajoso para a pessoa fazer a portabilidade para uma outra conta mais “livre”.

Mas vale prestar atenção: muitas contas de bancos cobram taxas de seus correntistas. Por isso, ao fazer a portabilidade, pesquise contas sem tarifas abusivas, como boa parte dos bancos digitais e fintechs oferecem.

Quem pode abrir uma conta salário?

Apenas o empregador pode abrir uma conta salário em nome de seu funcionário.

“Mas, como assim? A conta ainda é minha?”

Sim, a conta é do funcionário, mas ela só pode ser aberta com a solicitação do empregador. Funciona da seguinte maneira:

  • A empresa envia uma carta de recomendação, que o funcionário deve apresentar no ato de abertura da conta;
  • Além desse documento, é preciso levar documentos pessoais e comprovante de residência;
  • A conta é aberta em nome do funcionário e a empresa não tem controle sobre ela.

As contas salário costumam ser abertas em bancos tradicionais, então, muitas vezes, esse processo ainda precisa ser feito pessoalmente, em uma agência.

Qual a diferença entre a conta salário e a conta corrente?

A principal diferença entre a conta salário e a conta corrente é que, como a conta salário parte de um acordo entre empresas (a empregadora e o banco), ela costuma ter isenção de tarifas e algumas limitações de uso. A conta corrente, por outro lado, tem as funções normais de uma conta bancária, mas a maioria dos bancos tradicionais ainda cobra tarifas por ela.

Por isso, novamente, é muito importante escolher sua conta corrente (ou conta de pagamentos) com cuidado para não pagar tarifas abusivas.

A conta salário, em geral:

  • Não emite cartão de crédito para o titular da conta, apenas débito quando requisitado;
  • Não possui cheque especial (saldo negativo);
  • Não permite depósitos que não sejam do empregador;
  • Não dá direito a talão de cheques.

Além disso, os serviços convencionais, como transferências, saques, consulta a saldo ou extrato e Pix podem ter limites mensais.

Quais cuidados devo tomar ao usar a conta salário?

Ao se tornar titular de uma conta salário em qualquer banco é preciso ler atentamente o contrato e entender quais serviços estão inclusos no pacote, como quantidade de TEDs, DOCs ou Pix. Normalmente há limitações, e se você ultrapassar esses limites o banco poderá cobrar taxas.

Quais são as vantagens da conta salário?

A maior vantagem da conta salário é, certamente, a ausência de taxas. Além disso, a conta salário não pode ser alvo de penhora em casos de processos judiciais, e nem pode ser bloqueada pelo mesmo motivo, por exemplo.

Veja, abaixo, as principais vantagens da conta salário:

  • Não tem taxas de manutenção;
  • Não há análise de perfil de crédito para admitir novos clientes;
  • É uma conta isenta de penhora e bloqueio.

Para quem a conta salário vale a pena?

Essa resposta depende de que tipo de uso você faz das contas bancárias. Se você é o tipo de pessoa que faz muitas transferências, Pix, compra muito com o cartão de crédito ou online e faz investimentos, ter somente a conta salário não é indicado para o seu caso. Se você precisa, necessariamente, abrir uma conta salário, estude a possibilidade ter outra conta além dela.

Se o seu comportamento for o oposto, e só usar o banco para receber salário e pagar despesas cotidianas, esse tipo de conta pode valer a pena para você.

Em muitas empresas, a conta salário pode ser a opção mais simples, ou até a única alternativa para receber os pagamentos. Nestes casos, se a conta salário não te atender, é melhor optar pela portabilidade de salário.

É importante lembrar, também, que a conta salário não é a única opção do mercado isenta de tarifas. O Nubank, por exemplo, oferece uma conta corrente digital gratuita, com rendimento maior que a poupança, Pix e transferências ilimitados, com um app completo e sem letras miúdas.

Saiba mais sobre a conta do Nubank aqui.

O que é e como fazer a portabilidade de salário?

A portabilidade de salário consiste em transferir automaticamente o dinheiro que cai na conta salário para outra que você escolher. 

Essa transferência é gratuita, e é direito de qualquer pessoa. Além disso, não é necessário que seja feita entre contas do mesmo banco.

Para pedir a portabilidade, basta solicitar ao banco de origem da sua conta salário, sendo necessário apenas informar os dados da sua conta de destino.

Outro detalhe é que a transferência do pagamento para o banco escolhido deve ser feita no mesmo dia do depósito do empregador. Então, se você optar pela portabilidade, receberá o salário no mesmo dia que seus colegas de trabalho.

Assim, a portabilidade de salário é uma boa saída para aqueles que a conta salário não é a melhor opção, mas é obrigatória para receber o pagamento da empresa. 

Saiba como fazer a portabilidade de salário aqui.

Leia também:

Empréstimo com portabilidade de salário e empréstimo consignado: qual a diferença?

Como cancelar a portabilidade de salário?

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história.

4.5

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post