Complete abaixo para pedir sua NuConta e seu cartão de crédito

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

BlackFraude? Como garantir que uma oferta vale a pena?

Durante a Black Friday, lojas de todos os tipos oferecem descontos e realizam promoções, mas consumidores ainda caem em alguns golpes ou em ofertas falsas. Saiba como evitar esses casos.

A Black Friday é, em todo o mundo, o dia conhecido pelas ofertas, promoções e descontos atraentes – muito maiores do que o normal. A data surgiu nos Estados Unidos no início dos anos 2000, mas é promovida no Brasil desde 2010. 

Em 2018, a data bateu recorde de vendas: segundo a consultoria Ebit Nielsen, somente as vendas online da Black Friday somaram mais de R$ 2,1 bilhões; o valor é 23% superior ao de 2017. 

Nos primeiros anos, a Black Friday no Brasil levava a fama de “Black Fraude”, por muitos dos descontos não serem reais ou por serem muito baixos. Isso mudou: neste ano, dados da Promobit mostram que, no mês de novembro, o número de ofertas sobe 124%, e os descontos chegam a ser de até 77% do valor original do produto.

Entretanto, infelizmente alguns casos de “Black Fraude” ainda acontecem. Também em 2018, propaganda enganosa foi a principal reclamação dos consumidores referente à data feita no Procon.

A boa notícia é: existem maneiras de identificar e se esquivar de fraudes e propagandas enganosas na Black Friday. Veja as principais e mais praticadas abaixo:

1. Busque o histórico de preços do produto

Sites como o Zoom e Buscapé rastreiam os preços anteriores que determinado produto já teve – isto é, o histórico de preços. Quanto o preço subiu, diminuiu ao longo do tempo, o maior e menor preço que já teve, etc.

Observando o histórico de preços, é possível identificar se a oferta da Black Friday é real ou não e se vale a pena considerando o preço normal do produto.

Uma boa dica é começar a observar os preços anteriores antes do dia da Black Friday e já ter em mente quais são boas ofertas. No dia de fato, você saberá identificar a promoção vale ou não a pena – e se ela de fato existe.

2. Reputação do site ou loja

Essa não é uma regra, mas a reputação da loja pode dizer muito sobre como serão suas ofertas na Black Friday e até mesmo se elas são reais. 

E como verificar sobre a reputação de uma loja ou site? O Reclame Aqui anualmente faz um balanço das reclamações da Black Friday e aponta quais foram as lojas que mais receberam reclamações, além do motivo de cada uma. Observar as reclamações em anos anteriores é uma boa estratégia. 

Também vale observar campanhas de Black Friday organizada por associações, como a Black Friday legal – todas as empresas que aderem ao movimento se comprometem a seguir um código de ética e a promover ofertas e promoções reais durante a data. 

3. Fique atento ao frete

Pode acontecer de um produto ter descontos e o preço estar mais barato na Black Friday, mas, na hora de finalizar a compra, o frete estar maior que a média e o normal – de forma que “compensa” o desconto oferecido no preço. 

Por isso, desconfie do valor do frete e compare com o que é cobrado em outras lojas online. 

4. Pesquise em outras lojas

Essa é uma dica antiga, mas que sempre funciona. Compare os preços de um mesmo produto em lojas diferentes, inclusive aquelas que não oferecem descontos da Black Friday, para saber se realmente existe desconto sobre o preço original. Normalmente, os mesmos sites que disponibilizam o histórico de preços do produto mostram também os preços em estabelecimentos diferentes.

5. Atenção ao prazo de entrega

Especialmente para quem está aproveitando a Black Friday para fazer as compras de Natal, ficar de olho prazo de entrega é importante. Muitas vezes, por conta do volume de vendas no mesmo período, as lojas podem demorar mais do que o normal para realizar a entrega – e, neste caso, será que os descontos valem a pena? 

Quer saber mais?

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história aqui.