Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Complete os campos ao lado para pedir sua Conta e Cartão de crédito

Agora complete abaixo para pedir sua conta e cartão de crédito

Precisamos de um CPF válido
Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu e-mail. Precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro Sair das Dívidas 5 dúvidas sobre pagament...

5 dúvidas sobre pagamento mínimo e parcelamento de fatura

Entenda a diferença entre eles, quais os juros em cada uma das situações e qual a melhor opção caso você não consiga pagar a sua fatura até a data de vencimento.



Aqui no Nubank nós somos transparentes com nossos clientes – por isso vamos ser bem sinceros já no início do texto: pagar o total da fatura é sempre a melhor opção. Mas imprevistos acontecem e, às vezes, as pessoas  não conseguem efetuar o pagamento até a data de vencimento.

Se isso ocorrer, uma alternativa é fazer o parcelamento. Parcelar a fatura significa pagar uma quantia entre o mínimo e o total – e essa opção é sempre melhor do que ficar em atraso.

Mas, vamos com calma. Abaixo, confira respostas para as principais dúvidas a respeito dessas duas formas de pagamento.

1. O que é pagamento mínimo?

É a porcentagem mínima da fatura que o cliente precisa pagar para não ficar em atraso. Esse valor é definido no dia do fechamento da fatura e é composto pelas informações abaixo:

  • 15% das compras do mês;
  • 15% das compras que ficam em aberto na fatura passada;
  • 100% de qualquer lançamento, como juros, IOF, multa de atraso e/ou saque;
  • Parcela do parcelamento da fatura (caso exista).

Caso o cliente pague um valor menor do que mínimo, ficará em atraso.

Se a quantia paga até o vencimento for menor que o total da fatura, porém maior do que o pagamento mínimo, a pessoa não fica em atraso. O valor que restar é financiado pelo crédito rotativo.

2. O que é crédito rotativo?

O rotativo é um tipo de crédito que pode ser oferecido aos clientes de cartão de crédito que não conseguem pagar a fatura por inteiro – isso é, o valor total dela. 

Quando a pessoa paga uma quantia menor que o total da fatura, o valor restante entra na fatura seguinte – e sobre este valor em aberto são cobrados juros.

Na prática, entrar para o rotativo significa que o cliente está pagando juros em cima do valor que não conseguiu quitar. Entenda mais aqui.

Mas, atenção: os juros do rotativo estão entre os mais caros do mercado, podendo chegar a mais de 300% ao ano. O Banco Central esclarece as dúvidas a respeito.

3. Como funciona o parcelamento da fatura?

O parcelamento da fatura é um acordo que você faz com a instituição financeira, informando que não conseguirá quitar seu débito atual dentro do mês e fará esse acerto ao longo das próximas faturas. 

Como existe esse acordo sobre a forma e o prazo do pagamento, os juros são mais baixos do que os do rotativo.

Lembrando que, tanto no parcelamento, como no pagamento mínimo ou atraso, são cobrados juros e também IOF – um imposto obrigatório do Governo.

Veja aqui quando vale a pena parcelar a fatura do cartão.

4. Como parcelar a fatura do cartão Nubank?

No app instalado no seu celular é possível simular os valores do parcelamento e escolher a opção que melhor se encaixa no seu orçamento.

É só garantir que seu aplicativo está atualizado e fazer assim:

  • No painel inicial, com o valor da fatura fechada, clique em “Parcelar”;
  • Insira um valor de pagamento inicial para o seu parcelamento – a sua entrada;
  • Escolha o número de parcelas que prefere pagar;
  • Depois, leia bem o resumo das informações incluindo as do contrato (juros e custo efetivo total (CET), que também aparecem nessa tela);
  • Confirme a criação do parcelamento colocando a senha de quatro dígitos.

É importante ter em mente que:

  1. Não realizamos o parcelamento 2 dias úteis antes do fechamento, mas podemos realizar no dia em que a fatura fecha.
  2. Todo parcelamento com entrada demora 2 dias úteis após o vencimento para ser efetivado nas faturas ou 2 dias úteis depois do pagamento da entrada, caso o pagamento tenha sido feito em atraso.

Saiba mais sobre o parcelamento da fatura do cartão Nubank.

5. Em caso de atraso, qual opção é melhor?

Na verdade, voltamos a afirmar: é sempre melhor pagar o total do cartão. Mas se isso não for possível, lembre-se que os juros do parcelamento são menores do que os juros do rotativo.

Porém, é importante ter em mente que atraso no pagamento do cartão de crédito pode acabar no envio das informações aos órgãos de proteção ao crédito, ao bloqueio e até cancelamento do cartão.

Procure regularizar a situação o mais rápido possível. De qualquer maneira, agora que você já tem as informações necessárias em mãos, pode escolher a opção mais conveniente para o seu momento.

Leia também:

5 dicas sobre como negociar dívidas do cartão de crédito

4 cuidados que você precisa ter antes de decidir fazer um parcelamento

Atrasei minha fatura. E agora?

Coronavírus e IOF zerado

Antecipação da volta do IOF

Inicialmente, a medida valeria por 90 dias, mas uma série de prorrogações estenderam sua validade até dezembro. Porém, a volta do IOF em operações de crédito foi antecipada para 27 de novembro. O motivo foi financiar a isenção da tarifa de energia do Amapá. 

O estado foi atingido por um apagão de 22 dias e os moradores dos municípios afetados terão isenção da conta de luz dos últimos 30 dias.

Em um decreto publicado na noite de 25 de novembro de 2020, no Diário Oficial da União confirmou a retomada do IOF nas operações de crédito para custear os R$80 milhões necessários para isentar os moradores da cobrança.

Como ficam os empréstimos?

Quem contratou um empréstimo enquanto o IOF estava zerado terá a alíquota zerada até a parcela final. Por exemplo, caso você tenha contratado um empréstimo de 12 parcelas no dia 20 de novembro de 2020, o IOF não será cobrado durante todo esse período referente ao contrato.

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história aqui.

3.87

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post