Complete abaixo para pedir sua NuConta e seu cartão de crédito

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro 4 cuidados que você pre...

4 cuidados que você precisa ter antes de decidir fazer um parcelamento

Parcelar a fatura do cartão de crédito pode ser uma boa opção caso não seja possível realizar o pagamento total. Mas é importante prestar atenção em alguns pontos para não se enrolar financeiramente.

Parcelar a fatura pode ajudar o cliente em várias situações, como por exemplo evitar os juros do rotativo ou focar em algum gasto que não estava planejado. Mas é importante lembrar que esta é uma operação que envolve juros, então, veja aqui no que você precisa ficar atento ao optar por fazer um parcelamento do seu cartão de crédito.

1.) Analise a proposta

De acordo com as regras do Banco Central, o crédito rotativo só pode ser usado por 30 dias. Após esse período, o cliente deve pagar o total da fatura ou pode escolher parcelar a mesma.

Mas é importante analisar todas as propostas. Verifique:

  • Se o parcelamento é fixo ou variável;
  • Os juros incluídos na negociação;
  • E se é possível fazer um empréstimo (pois os juros costumam ser menores).

2.) Evite acumular parcelamentos

Todo o parcelamento possui juros. Por isso o ideal é não parcelar tantas vezes assim ou você pode acabar se complicando para pagar.

Lembre-se que, além das parcelas  do parcelamento, irão entrar na sua fatura também as compras feitas durante o mês. Ou seja, o valor a ser pago na data de vencimento é a soma das compras e do parcelamento.

 3.) Pague o total da fatura sempre que der

Usar o dinheiro do 13o salário, por exemplo, pode ser uma boa opção para quitar o parcelamento e assim se livrar dos juros e da dívida em si.

De qualquer forma, vale ressaltar que: Parcelar a fatura significa pagar uma quantia entre o valor mínimo e total da fatura e essa opção é sempre melhor do que ficar em atraso.

 4.) Mantenha a dívida dentro do seu orçamento

Quando você parcela a fatura, o objetivo é exatamente não criar uma dívida. Certo? Por isso, se organize para cumprir com o combinado com a instituição financeira responsável pelo seu cartão de crédito.

Leia também: