Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro Liberdade financeira: o ...

Liberdade financeira: o que é e o que pode ser feito para alcançá-la

Manter as contas em dia e ainda se divertir sem ter dor de cabeça quando o assunto é dinheiro. Entenda mais sobre o conceito de liberdade financeira.

Trabalhar, pagar as contas da casa, a fatura do cartão de crédito e guardar uma quantia todo mês. Tudo sem fazer grandes sacrifícios ou se preocupar se vai sobrar um dinheirinho. Isso tem a ver com liberdade financeira.

Você, provavelmente, já ouviu esse termo por aí. Mas você sabe realmente o que ele significa? E em que se diferencia da independência financeira? 

Liberdade financeira: o que é

Em poucas palavras: liberdade financeira é poder escolher o que quer fazer com mais tranquilidade. Se vai viajar no fim de semana ou assistir série sem sair de casa, por exemplo, tendo em mente que qualquer uma das opções escolhidas não vai prejudicar a organização das suas finanças. Sua renda é suficiente para cobrir seus gastos e ainda te possibilita investir tempo e dinheiro em lazer.

O autor americano Grant Sabatier, em seu livro Financial Freedom, diz que, conseguir organizar suas finanças e guardar dinheiro, poderá te proporcionar a flexibilidade de viver como você deseja.”

Liberdade financeira versus Independência financeira

Muita gente confunde esses dois termos. Contudo, apesar de serem parecidos, eles são diferentes.

No dia a dia, é comum ouvir frases como “Hoje sou independente financeiramente. Saí da casa dos meus pais e pago minhas próprias contas”. Mas não é bem assim…

A independência financeira é quando a pessoa acumula uma determinada quantia de patrimônio que lhe permite viver de renda. Ou seja, quando os valores acumulados e investidos durante a vida são suficientes para suprir as necessidades e arcar com os compromissos financeiros, sem depender de nenhuma outra fonte de receita.

Já a liberdade financeira é, na verdade, a autonomia que alguém alcança no campo das finanças. Assim, é possível tomar decisões financeiras com maior tranquilidade – como optar ou não por comprar tal coisa ou ir ou não a tal lugar, por exemplo. Sempre lembrando das suas metas e objetivos.

4 decisões que podem te ajudar a alcançar a liberdade financeira

1. Entenda seus gastos

O primeiro passo é saber o quanto você ganha e o quanto pode gastar. Segundo uma pesquisa do SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) de janeiro de 2019, 36% dos brasileiros não administram suas finanças pessoais.

De acordo com levantamento feito em todas as capitais pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), realizada em janeiro de 2020, quase metade (48%) dos consumidores brasileiros não controla o seu orçamento, seja porque confia apenas na memória para anotar despesas (25%), não faz nenhum registro dos ganhos e gastos (20%) ou delega a função para terceiros (2%).

Por isso, é muito importante ter seus gastos listados em uma planilha. Assim, é possível ter controle e saber até onde pode ir.

2. Quite duas dívidas

Veja todas as dívidas que você tem e entre em contato com a instituição financeira, banco ou pessoa para quem você deve.

Fique atento aos juros e taxas cobradas e busque negociar valores. Pagar as contas que estão atrasadas deve ser prioridade antes de reservar dinheiro para viajar ou colocar qualquer outro projeto em prática.

Agora que sobrou um dinheirinho, é hora de pensar em investir…

3. Entenda qual é o seu perfil

Se você pretende fazer algum investimento, é necessário entender qual é o seu perfil de investidor.

Ele é uma classificação que cada investidor ou pessoa que aplica seu dinheiro em um produto de investimento recebe, ligada ao risco que está disposta a assumir com suas aplicações.

Veja os 3 principais perfis:

  • Conservador: tem maior aversão ao risco – isto é, prefere investir seu dinheiro em produtos que apresentem nenhum ou baixo risco. Investimentos de renda fixa são os que têm mais afinidade com esse perfil – já que os riscos apresentados são baixos e ainda existe a “garantia” de uma renda mensal. Entenda mais aqui.
  • Moderado: está disposto a assumir riscos um pouco maiores para ter uma rentabilidade também maior; mas, ao mesmo tempo, não abre mão de certa segurança. Por isso, ele investe tanto em renda fixa quanto em outras opções, como fundos multimercados (de médio risco) e até ações.
  • Agressivo: disposto a correr riscos para ter maior rentabilidade – e até perder parte de seu patrimônio em nome disso. Em uma carteira de investimentos, a maior parte de suas aplicações está em produtos de renda variável – ações, fundos de ações, opções, entre outros. Leia mais aqui

4. Faça um planejamento

Ele será seu grande aliado para aproveitar os benefícios de ser livre financeiramente. Tenha em mente ( e, por que não, em forma de lista?!) seus sonhos e metas a curto e longo prazo. Isso irá permitir que você acompanhe todas as informações que dizem respeito à sua vida financeira.

Mas não é só isso…

De acordo com a Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), divulgada no ano passado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o salário médio dos brasileiros está estagnado desde 2014.

Segundo a pesquisa, o salário mínimo necessário para custear as despesas de uma família de quatro pessoas deveria ser de R$4052,65 (hoje é em torno de R$ 2.291).

Além disso, o preço das despesas básicas como aluguel, luz, botijão de gás e supermercado, por exemplo, aumentou nos últimos meses.

Dados assim tornam mais difícil alcançar a liberdade financeira. Mas é sempre possível começar de algum lugar. 

Organizar os gastos, ter tudo anotado e se planejar para pagar as dívidas existentes já é o primeiro – e um grande – passo.

Quer saber como se organizar melhor financeiramente? Leia também:

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história aqui.

4.83

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post