Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro Perfil de investidor: qu...

Perfil de investidor: quais são e como funcionam

Conservador, moderado e arrojado ou agressivo. Cada investidor tem um perfil determinado a partir do seu apetite ou aversão a riscos financeiros. Saiba mais sobre cada um deles.

Quem já buscou por algum tipo de investimento ou produto específico já se deparou com ao termo perfil de investidor. Mas, afinal, o que ele representa? Todas as pessoas possuem um perfil de investidor? Quais são eles?

O que é perfil de investidor?

O perfil do investidor é uma classificação que cada investidor ou pessoa que aplica seu dinheiro em um produto de investimento recebe, ligada ao risco que está disposta a assumir com suas aplicações.

Em outras palavras: o perfil de investidor define qual tipo de investidor você é. 

Essa classificação de perfil é uma exigência da CVM (Comissão de Valores Mobiliários), responsável por regulamentar todo o universo de investimentos, aplicações financeiras, instituições envolvidas e a bolsa de valores, entre outras coisas. 

Na instrução de número 539, a CVM fala sobre a necessidade de as instituições financeiras oferecerem aos clientes os produtos de investimento adequados aos seus perfis. 

Por isso, a grande maioria das instituições financeiras que oferecem produtos de investimento, principalmente corretoras de valores, fazem com seus clientes uma análise de perfil de investidor.

Como é a análise do perfil de investidor? 

Nada mais do que um questionário que deve ser respondido. É, na prática, uma avaliação para entender quais riscos o cliente está disposto a assumir ao fazer determinado investimento.

Com base no resultado, a instituição indicará quais são os produtos mais adequados para o cliente.

No mercado financeiro, se usa muito o termo suitability para falar sobre a adequação dos produtos de investimentos ao perfil do investidor.

É importante dizer que o perfil de investidor não é imutável – ou seja: os investidores podem mudar de perfil ao longo do tempo, principalmente quando começam a ganhar mais prática ao investir, conhecimento de como funciona o mercado financeiro e conforto com risco.

Quais são os perfis de investidor?

A Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) define que existem três grandes tipos de perfil do investidor: conservador, moderado e arrojado ou agressivo. Esses são os três principais perfis com que trabalham as instituições financeiras.

Conservador

Como o próprio nome sugere, o investidor de perfil conservador tem maior aversão ao risco – isto é, prefere investir seu dinheiro em produtos que apresentem nenhum ou baixo risco. No geral, podemos dizer que o investidor conservador busca  receber ganhos reais com o menor risco possível, mesmo que para isso tenha que abrir mão de certa rentabilidade.

Neste sentido, os investimentos de Renda Fixa são os que têm maior afinidade com o perfil conservador – afinal, os riscos apresentados são baixos e existe a “garantia” de uma renda mensal. CDBs, títulos públicos e fundos de renda fixa são alguns dos produtos de investimento preferidos dessa categoria.

Moderado

Podemos dizer que o investidor de perfil moderado corre um risco médio em suas aplicações – ele está disposto a assumir riscos um pouco maiores para ter uma rentabilidade também maior; mas, ao mesmo tempo, não abre mão de certa segurança. Por isso, ele investe tanto em renda fixa, mais segura, quanto em outras opções, como fundos multimercados (de médio risco) e até ações.

Em outras palavras, ele não é completamente avesso ao risco e aceita assumir parte dele para ganhar mais, mas também se preocupa com sua segurança. Geralmente, os moderados são investidores que já têm maior conhecimento de como funciona o mercado financeiro.

Arrojado ou agressivo

Investidores agressivos ou arrojados estão dispostos a correr riscos para ter maior rentabilidade – e até perder parte de seu patrimônio em nome disso. Em uma carteira de investimentos, a maior parte de suas aplicações está em produtos de renda variável – ações, fundos de ações, opções, entre outros.

Uma característica muito importante que investidores agressivos devem ter é inteligência emocional para lidar com possíveis perdas financeiras – além, claro, de economias ou fontes de renda para lidar com essas situações. Normalmente, se tornam investidores de perfil arrojado aqueles que  já têm conhecimento do mercado financeiro e um patrimônio maior, exatamente por conta dessas possíveis perdas.

Quer saber mais sobre investimentos, renda fixa e renda variável? 

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história aqui.

4.75

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post