Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Complete os campos ao lado para pedir sua Conta e Cartão de crédito

Agora complete abaixo para pedir sua conta e cartão de crédito

Precisamos de um CPF válido
Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu e-mail. Precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Investimentos Como comprar ações na Bo...

Como comprar ações na Bolsa de Valores? Guia para começar

Para operar na Bolsa, antes de tudo é necessário ter conta em uma corretora de valores e conhecer bem seu perfil. Confira o guia simples para aprender como comprar ações.



Quem pretende investir na Bolsa, mas ainda não começou, provavelmente tem dúvidas sobre como comprar ações e as possíveis vantagens (e riscos) da renda variável.

É normal não saber por onde começar quando se trata de investir em ações. As informações que existem por aí normalmente são bem técnicas e pouco intuitivas para quem está começando. Mas, após entender os riscos envolvidos, o processo em si não precisa ser tão complicado.

A seguir, entenda como comprar ações na Bolsa de Valores, e o que você precisa levar em conta antes de tomar essa decisão.

O que são ações? 


Ações são como “pedacinhos” das empresas que uma pessoa (o investidor) pode adquirir. Comprar ações na Bolsa significa que você se torna dono daquele pedaço específico.

Por ser um investimento de renda variável (sem retorno previsível, quando não é possível saber quanto o dinheiro irá render), investir em ações costuma ter riscos altos. Por outro lado, é um tipo de aplicação com chances de rentabilidade mais altas. 

Investir em ações: 9 coisas que você precisa saber

Ao investir em uma ação, o investidor se torna sócio (acionista) de uma empresa e, assim, pode ter participação nos lucros dela. Ao mesmo tempo, se torna exposto a possíveis problemas que a empresa venha a passar, correndo o risco de ver a ação (ou seja, seu pedaço) desvalorizar. 

Como comprar ações na Bolsa?


Comprar ações na Bolsa começa com planejamento e estudo de riscos, antes de ir para a etapa mais prática.

1. Defina seus objetivos financeiros

Respire fundo e reflita por que você quer investir seu dinheiro. É para aumentar seu patrimônio? É para uma reserva financeira da velhice? É algum objetivo de compra, como um carro ou uma viagem?

Entender seus objetivos é fundamental na hora de escolher um investimento. Ações, por exemplo, podem render bastante, mas carregam altos riscos, que podem ser minimizados em investimentos a longo prazo. Pensando nisso, pode ser arriscado demais usar o dinheiro de um plano a curto ou médio prazo, ou uma quantia que você precise em uma emergência para investir em ações.

2. Abra uma conta em uma corretora de valores


Para investir na Bolsa de Valores é preciso ter uma conta em uma instituição que intermedie as negociações entre as pessoas e a Bolsa – é o caso das corretoras ou das distribuidoras de valores.

Todo o fluxo de compra e venda de ações é realizado por uma corretora de valores, como o Nu invest, por exemplo, ou por uma distribuidora de valores. Então, se você pretende começar a investir em ações, tenha em mente que o primeiro passo é esse. 

Ao abrir conta na corretora, uma das primeiras etapas será fazer um teste de perfil de investidor. Ele consiste em responder algumas perguntas sobre sua situação e momento financeiro – quanto você já tem aplicado, qual seu conhecimento sobre o mercado financeiro, quanto risco você toparia correr, entre outros.

O resultado ajuda a corretora a recomendar investimentos que façam sentido para o seu perfil. Você ainda pode investir em produtos que não estão alinhados com o seu perfil, mas a empresa sempre deverá te alertar se uma aplicação não estiver dentro do seu perfil e você precisa concordar com isso.

 
3. Estudar, analisar e escolher

Ações são investimentos de alto risco. Sendo assim, para fazer as escolhas certas é necessário estar ciente deles e conhecer bem seu perfil de investidor. Também é preciso estudar o mercado de ações, as aplicações e ficar atento aos resultados, notícias e rentabilidade das empresas na qual está cogitando investir.

Também é importante saber que existem investimentos interessantes que oferecem mais segurança, caso seja essa a sua necessidade. É o caso, por exemplo, dos investimentos em renda fixa

Somente após estar seguro sobre seus conhecimentos, escolha os ativos desejados e faça o seu investimento na corretora de valores.


4. Entenda o home broker

Operar na Bolsa de Valores de forma totalmente online já é possível há alguns anos. Para comprar e vender ações, o investidor precisa acessar uma plataforma digital de investimentos disponibilizada pelas corretoras de valores – essa plataforma é chamada de Home Broker.

É por meio do Home Broker que os investidores têm acesso aos investimentos disponíveis na Bolsa de Valores. Nele, são negociados ações e diversos outros ativos. Todo o processo é feito de forma online pelo celular ou computador e com muita segurança.

5. Ordem de compra 


Agora vem a próxima etapa. Depois de escolher as ações desejadas, é hora de comprar as ações por meio de uma ordem de compra.

Esse processo pode variar de acordo com cada plataforma de investimentos. O passo a passo do Nu invest é assim:

  1. Realize o login no Portal Nu invest e clique na opção “Renda Variável”;
  2. Escolha o tópico “Renda Variável” no lado esquerdo, na barra lateral; 
  3. Em seguida, busque o ativo desejado e clique sobre ele;
  4. Clique no botão “Comprar ou Vender”;
  5. Selecione a forma de envio, por melhor preço: sua ordem será enviada para ser executada a valor de mercado e você precisará indicar somente a quantidade desejada. Por valor desejado: você poderá selecionar, além da quantidade, o preço por unidade;
  6. Clique em “Comprar” e coloque sua assinatura eletrônica. 
  7. Pronto, sua ordem de compra foi enviada! Para consultar o status após o envio, acesse a aba “Pedidos”.
  8. O prazo de liquidação (para sua negociação ser concluída pela Bolsa) após a execução da ordem são de 2 dias úteis tanto na compra quanto na venda.

Qual o valor mínimo para começar a investir em ações?

Não existe um valor mínimo para investir em ações, mas é preciso respeitar algumas regras.

No caso de ações ofertadas no mercado à vista (compra e venda durante o pregão), o investidor pode comprar lotes com 100 ações.

O valor irá depender da cotação daquela ação naquele momento. Se ela estiver valendo R$ 10, por exemplo, será necessário R$ 1.000 para fazer a operação. 

Quem quiser comprar menos de 100 ações pode usar outro método: o mercado fracionário, onde é possível comprar lotes que têm entre 1 e 99 ações.

Neste caso, é importante lembrar que, como grande parte do mercado negocia ações em lotes de 100, costuma haver uma diferença no preço e na liquidez (quão fácil é de vender suas ações). Afinal, se há menos investidores interessados em comprar suas ações, o preço de venda delas tende a cair.

Outras operações no mercado de ações

Ao começar a investir, pode ser que você se depare com alguns nomes de operações conhecidas no mercado de ações. Conheça alguns:

Operações day trade


Ocorrem quando uma operação de compra e venda de ações é iniciada e encerrada dentro do mesmo pregão (em um mesmo dia), seja com lucro ou prejuízo.

Por exemplo: por volta das 11h, é feita uma compra de mil ações da empresa ABCD3 pelo preço de R$ 10. No mesmo dia, por volta das 15h, essas mesmas ações da empresa ABCD3 são vendidas por R$ 10,05.

Nesse caso, a operação terminou com lucro de R$ 50 (R$ 0,05 por ação), antes de descontar custos de corretagem e taxas de liquidação.

O que é Day Trade?

Swing trade

Como o day trade, é uma operação pensando em compra e venda de ações, mas não no mesmo dia. Trata-se de quando a compra é realizada e o investidor faz a venda dentro de poucos dias. Nesse caso, o investidor visa ganhos num curto ou médio prazo.

Buy and hold

É a estratégia usada por quem quer lucrar com a compra de ações no longo prazo (ou seja, decide comprar e ficar com as ações por um tempo). Nesse caso, além da valorização dos papéis em si, o investidor pode também receber o pagamento de juros, dividendos e bonificações.

Aluguel de ações

Além de serem compradas e vendidas, as ações podem ser alugadas. A lógica é similar à do aluguel de um imóvel: o locador recebe uma remuneração por ceder os papéis, enquanto o locatário deve pagar pelo empréstimo das ações.

No entanto, a taxa do aluguel é acordada no momento do fechamento da operação, e em caso de devolução dos papéis antes do término do contrato, o pagamento da taxa é proporcional aos dias decorridos. 

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história aqui.

4.19

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post