Complete abaixo para pedir sua NuConta e seu cartão de crédito

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro Taxa Referencial –...

Taxa Referencial – o que é e como ela é calculada?

A famosa "TR" é um dos índices de rendimento de alguns investimentos, como a poupança. Entenda.

Quem investe na poupança provavelmente já ouviu falar na Taxa Referencial, a TR – junto da Selic, ela é uma das taxas de juros que indicam o seu rendimento. Mas o que é a Taxa Referencial? Como ela é calculada e por que é utilizada?

O que é a TR?

A Taxa Referencial é uma taxa de juros referência – isto é, em que se baseiam outras taxas – criada em 1991. Na época, ela tinha como objetivo indicar os juros vigentes a cada dia para evitar que a taxa do mês em questão refletisse a inflação do mês anterior. 

Vale lembrar: neste período, o Brasil passava por um cenário de hiperinflação, fazendo com que o brasileiro perdesse poder de compra. A taxa referencial vinha como índice de correção monetária, evitando que isso acontecesse.

Hoje, a TR é usada para calcular o rendimento de alguns investimentos, como a caderneta de poupança, e como índice corretor de outros – o saldo das contas do FGTS, por exemplo, rendem a TR ao ano. Além disso, ela também é usada em operações como financiamentos inobiliários e títulos de capitalização.

Como a TR é calculada?

A Taxa Referencial é calculada pelo Banco Central diariamente e mensalmente e está disponível no site da instituição. O BC toma como base a média ponderada dos juros pagos, diariamente, por CDBs prefixados das 30 maiores instituições financeiras do país – a chamada Taxa Básica Financeira (TBF). 

Calma: a gente explica.

Todos os dias, o Banco Central calcula a TBF, que nada mais é do que a média das taxas de juros dos CDBs oferecidos pelas 30 maiores instituições financeiras do país. Sobre esse número, é aplicada a seguinte equação:

TR = 100 x [ ((1 + TBF)/R) – 1]. 

A boa notícia é que o Banco Central disponibiliza, em seu site, uma calculadora da TR que permite consultar o seu valor em determinado dia.

TR diária e TR mensal

Existem duas variações da Taxa Referencial: a diária e a mensal. Basicamente, a TR mensal é a soma de todas as TRs diárias do mês – e é ela a utilizada na correção monetária de investimentos.

No caso da poupança, por exemplo, a TR considerada para correção – junto com a Selic – é a mensal. 

Qual o atual valor da TR?

Desde setembro de 2017, a TR está em 0% – ou seja: no caso da poupança, com a Selic inferior a 8,5%, ela não tem influência sob seu rendimento. A grande desvantagem é em relação ao saldo das contas do FGTS, já que ele não é corrigido nem mesmo pela inflação.

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história aqui.

Digite seu nome

Quero receber a newsletter