Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro O que é o Pix parcelado?...

O que é o Pix parcelado? Veja em quais situações vale a pena usar essa opção

O Pix ficou tão pop que agora está deixando de ser apenas um meio de pagamento instantâneo. Entenda o Pix parcelado e em quais situações vale a pena usá-lo, sem comprometer o seu orçamento.



Entenda o que é Pix parcelado e como funciona essa modalidade

O Pix é um dos meios de pagamento mais usados do país. Ao todo, mais de 126 milhões de usuários, entre empresas e pessoas físicas, somam 438 milhões de chaves cadastradas, segundo dados do Banco Central. Com o avanço dessa tecnologia, empresas de pagamentos e instituições financeiras começaram a oferecer o Pix parcelado.

Lançado em novembro de 2020 pelo Banco Central, o Pix é um meio para fazer transferências e pagamentos entre contas em até 10 segundos, em qualquer dia e horário. Desde o lançamento dessa ferramenta, o Banco Central tem aprimorado esse meio e criado outros produtos, como o Pix Saque e o Pix Troco

Ganhe controle sobre suas finanças: assine nossa newsletter para receber conteúdo exclusivo.

Agora, você deve estar vendo por aí outros usos do Pix, como é o caso do Pix parcelado. Entenda abaixo o que é essa forma de pagamento, qual a diferença entre ela e o cartão de crédito e quando vale a pena usar essa opção. 

O que é o Pix parcelado? 

De uma maneira geral, é a possibilidade de parcelar compras com o Pix. Nessa forma de pagamento, a empresa ou pessoa continua recebendo o pagamento integral de forma instantânea, mas quem envia o dinheiro tem a opção de parcelar o valor pago. 

Em primeiro lugar, é importante que você saiba que o Pix parcelado não é um meio de pagamento oficial do Banco Central. De acordo com o órgão, o Pix não se constitui como operação de crédito. Ou seja: o BC ainda não definiu regras para esse tipo de operação, mas também não há nada que proíba as empresas de criarem e oferecerem esse tipo de produto. 

Antes do Pix parcelado ganhar força, algumas instituições financeiras ou de pagamento passaram a oferecer a possibilidade de seus clientes pegarem uma parte do limite do cartão de crédito para realizar transferências e pagamentos pelo Pix.

Pix no Crédito do Nubank: tudo o que você precisa saber para fazer Pix com o seu cartão de crédito

Pix parcelado X Pix Garantido 

O que as empresas fizeram, na verdade, foi antecipar um plano do Banco Central. Já estava na agenda do órgão oferecer um mecanismo que possibilitasse parcelar compras com o Pix, chamado de Pix Garantido.

Com o Pix Garantido, as instituições poderão oferecer uma linha de crédito, chamado de valor limite, para que o consumidor use para fazer compras à vista e também parceladas. O Pix Garantido funcionaria como um cartão de crédito virtual. Em outras palavras, o consumidor não precisaria ter dinheiro em conta para conseguir usar o Pix. 

O Pix Garantido estava previsto para o terceiro trimestre de 2022, segundo a reunião do Fórum Pix, do Banco Central, realizada em setembro de 2021. Na última reunião realizada pelo BC, em novembro de 2021, o produto já tinha saído da lista de lançamentos deste ano, mas segue na agenda do órgão. 

Como funciona o Pix parcelado? 

As regras de funcionamento do Pix parcelado variam de acordo com a instituição. Contudo, de forma geral, essa modalidade funciona assim: 

  • Você faz uma compra selecionando o Pix como meio de pagamento; 
  • Na hora de pagar, você escolhe a quantidade de parcelas e a data de vencimento. Aqui, essa modalidade pode funcionar de jeitos diferentes. Se for um Pix parcelado no cartão de crédito, a data de vencimento é a do cartão. Mas se for um parcelado que não está atrelado ao cartão, normalmente essa data é a data da efetivação da compra ou o consumidor poderá escolher o melhor dia;
  • A pessoa ou empresa para quem você enviou o Pix recebe o valor integral instantaneamente. 

Pix parcelado no cartão de crédito?

Basicamente, existem dois tipos de Pix parcelado: o que usa o cartão de crédito e o que é uma linha de crédito, sem relação com o cartão. A diferença entre eles é que no Pix com cartão de crédito, o consumidor usa parte do limite do cartão para fazer esse parcelamento via Pix. Já o parcelamento sem o cartão é uma linha de crédito, semelhante a um empréstimo pessoal.

Qual a diferença entre o Pix parcelado e o cartão de crédito?

Como essa modalidade ainda não tem regras específicas do Banco Central, os consumidores precisam ficar atentos, segundo Carlos Castro, planejador financeiro da Associação Brasileira de Planejamento Financeiro (Planejar). 

Em primeiro lugar, diferentemente do Pix que você já conhece, que é gratuito para pessoas físicas, o Pix parcelado é uma linha de crédito, oferecida seja por meio do limite do seu cartão ou via empréstimo pessoal. Nos dois casos, há cobrança de juros. Por isso, é preciso ficar atento para a compra acabar não saindo mais cara do que precisaria.

“Na configuração atual, sem uma regra definida pelo BC, o Pix parcelado é um crédito, então ele tem juros que chegam a ser entre 2% e 3% ao mês. Ele é um crédito similar ao consignado e ao crédito pessoal. Já o cartão não tem juros se você pagar no vencimento”, explica. 

Outra diferença entre o Pix parcelado e o cartão de crédito é que não existe uma espécie de cartão físico para o primeiro. Além disso, o Pix parcelado permite o parcelamento de valores transferidos entre pessoas, por exemplo – o que não ocorre com o cartão. 

Considerando as semelhanças, os dois meios são válidos como pagamento apenas em lojas e prestadores de serviços que aceitem essas modalidades de pagamento. 

Apesar dos juros, dependendo da situação, o Pix parcelado pode valer mais a pena. Veja, abaixo, que situações são essas. 

O Pix parcelado vale a pena? 

A resposta é um grande “depende”, afirma Carlos Castro. Para o lojista, o Pix parcelado garante o recebimento do dinheiro à vista – reduzindo custos com taxas dos cartões de crédito. Para o consumidor, há vantagem se o lojista repassar essa redução no custo para o preço final que o cliente paga. 

“Parcelamento sem juros não existe, porque esse custo já está embutido no preço do produto. Dificilmente o lojista tem condição de dar um desconto, se o pagamento não for em dinheiro, porque os meios de pagamento têm custo para ele. Por isso, você consegue negociar desconto no pagamento em dinheiro, à vista. Como o Pix parcelado, a princípio, não tem custo para o lojista e ele recebe à vista, o consumidor consegue negociar desconto”, afirma. 

Contudo, para valer a pena usar essa modalidade de pagamento, esse desconto precisa ser maior do que os juros que você vai pagar por usar o Pix parcelado. Por exemplo: se a taxa de juros para parcelar as compras com Pix for de 3% ao mês, o desconto na compra precisa ser maior do que 3% para começar a valer a pena. Lembre-se: o desconto será dado apenas uma vez, mas você vai pagar juros mensalmente. 

Outra situação em que o Pix parcelado pode não ser exatamente vantajoso, mas útil, é em uma emergência. Do ponto de vista de planejamento financeiro, a recomendação é de que você tenha uma reserva que represente de seis meses a um ano do seu custo médio mensal. Contudo, a realidade é que não é todo mundo que tem condições de montar esse colchão financeiro. 

Para quem não tem dinheiro em conta e nem acesso a cartão de crédito, conseguir usar o Pix parcelado sem cartão para pagar o conserto da geladeira ou do cano de água que estourou, por exemplo, pode ser um alívio no orçamento. O cuidado é sempre lembrar que há cobrança de juros e tentar organizar o orçamento para evitar fazer outro parcelamento no curto prazo.   

Em resumo, veja quando vale a pena usar o Pix parcelado

  • Quando existir desconto para compras nessa modalidade, a exemplo do pagamento com dinheiro;
  • Se esse desconto for maior que os juros que você vai pagar para usar essa modalidade de pagamento;
  • Em situações emergenciais, em que o consumidor não tem acesso a cartão de crédito e nem tem dinheiro imediato em conta.

Quem pode usar o Pix parcelado? 

Um ponto importante desse meio de pagamento é que ele pode ser um gatilho para quem não costuma ter organização financeira, principalmente se usar o Pix parcelado sem cartão. Isso porque, neste caso, a data de vencimento das parcelas pode começar a contar a partir da data da compra. Se uma pessoa fizer várias compras no Pix parcelado ao longo do mês, ela precisa ser muito organizada para garantir que terá dinheiro em conta quando essas parcelas vencerem em diferentes dias ao longo do mês.

Essa cobrança funciona como um débito automático, no caso do parcelamento sem cartão – ou seja, é feita direto na conta. Se você não tiver dinheiro em conta, você cai no cheque especial, e pode ter de pagar mais juros por atraso no pagamento. Lembre-se: o Pix parcelado que não está atrelado ao cartão é um empréstimo.

Ou seja, o Pix parcelado só é indicado para quem consegue ter controle e organização financeira. “Se você não tem esse controle financeiro, evite fazer compras que te exponham ao endividamento. Não tem outra forma. Essas vantagens do Pix parcelado só são viáveis se você tiver controle para usar o recurso de forma inteligente”, reforça Castro.

Por isso, recomenda o planejador, anote todos os parcelamentos que você fizer e não tente guardar tudo de cabeça. Além disso, não olhe apenas a parcela daquela compra específica: se você fez outros parcelamentos, é preciso somar todas as parcelas a vencer no próximo mês para ter certeza de que o valor total devido não ultrapasse 30% da sua renda.  

“Você precisa fazer a velha pergunta: essa compra é uma necessidade ou é algo que você quer? Quantas horas você vai ter de trabalhar para pagar esses juros?”, questiona Castro.

Resumindo, antes de fazer um Pix parcelado, avalie 

  • Essa compra é uma necessidade ou apenas um desejo de consumo? Dá para esperar? Tem como pagar de outra forma, sem juros?
  • É possível obter alguma vantagem ao escolher essa modalidade, como descontos para pagamentos Pix? 
  • Qual a taxa de juros que você vai pagar ao usar essa modalidade? É preciso saber o custo final dessa compra para ver se ela realmente vale a pena;
  • Anote e organize as datas de vencimento dessas parcelas, e evite fazer várias compras no Pix parcelado ao longo do mês;
  • Não comprometa mais do que 30% da sua renda com dívidas.   

Leia também 

Pix no Crédito do Nubank: tudo o que você precisa saber para fazer Pix com o seu cartão de crédito

Dá para fazer Pix com cartão de crédito

Vai compartilhar sua chave-Pix? Cuidado!

Guia do planejamento financeiro: como fazer uma virada nas suas contas?

Erros com Pix: 5 situações comuns e o que fazer

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história aqui.

3.56

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post