Complete abaixo para pedir sua NuConta e seu cartão de crédito

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro Como economizar dinheiro...

Como economizar dinheiro: o guia para começar a guardar

"Como economizar dinheiro" não é uma pergunta com resposta exata, mas algumas mudanças simples no seu dia a dia podem te ajudar a começar a guardar.

Guardar dinheiro é essencial para atingir grandes objetivos: fazer uma viagem, aposentar-se mais cedo, montar uma casa, etc. Mas, às vezes, parece uma missão impossível: você tenta, mês após mês, apenas para descobrir que não sabe como economizar dinheiro.

Em primeiro lugar, saiba que você não está sozinho. No Brasil, segundo uma pesquisa da CDNL, quase metade (47%) dos jovens não começou ainda a organizar suas finanças – o primeiro passo para conseguir economizar. Como começar a fazer isso?

Como economizar dinheiro sem enlouquecer

Há lugares que vão te orientar a cortar tudo o que te dá prazer na vida. Não caia nessa. Cuidar das finanças não significa ter que contar moedas ou viver como um recluso.

A seguir, damos dicas realistas de como economizar dinheiro. Mas tão importante quanto elas é o seguinte conselho: tenha paciência. Economizar dinheiro não é fácil, por uma série de fatores, e exige organização. Mas tentar implementar pequenas mudanças no dia a dia pode ser um bom jeito de dar o primeiro passo.

Como economizar dinheiro: um passo a passo

  1. Crie um controle financeiro pessoal: pode ser uma tabela, um aplicativo, um caderno… O método que você preferir. O importante é que você consiga visualizar os valores inseridos com clareza.
  2. Calcule quanto você ganha por mês: ou seja, seu salário líquido e/ou quaisquer outras fontes de renda mensais.
  3. Liste suas contas: crie um controle com todas as suas contas mensais.
  4. Liste todos os outros gastos: comprou no débito, no crédito ou no dinheiro? Anote. É trabalhoso, mas você não terá que fazer isso sempre. Seja minucioso no primeiro mês para ver seus gastos em detalhes e desenhar uma estratégia para economizar.
  5. Olhe para a diferença: Compare a soma de seus ganhos com a soma de seus gastos. Qual é o número resultante quando você subtrai um pelo outro? Este é o valor que você consegue economizar por mês – o trabalho, agora, é descobrir se ele pode crescer.
  6. Classifique seus gastos: a ideia ainda não é criar um orçamento, apenas descobrir o quanto você gasta, em média, e com o quê. Os tipos de despesa mais comuns são: moradia (aluguel e/ou condomínio, contas de água, luz, IPTU); transporte (gasolina, aplicativos de carros, aluguel de bicicleta, transporte público, estacionamento; alimentação (restaurantes, mercado); saúde (convênio, farmácia, consultas); educação (cursos, mensalidade, material escolar); casa (produtos de limpeza, faxina); serviços (TV a cabo, internet, plano de celular, serviços de streaming); dívidas (financiamentos, empréstimos, parcelas atrasadas); lazer (compras, passeios, viagens etc).
  7. Determine um teto para cada categoria: quanto você está gastando em cada tipo de despesa? Os valores parecem adequados? Com a listagem minuciosa que você fez, dá para visualizar onde há espaço para cortes e estabelecer um valor máximo para cada categoria.
  8. Crie um orçamento: existem várias formas de fazer isso, já que as economias variam conforme suas prioridades e objetivos. Você pode, por exemplo, usar métodos reconhecidos, como o 50-15-35 (explicamos ele aqui), ou fazer sua própria separação. Mas é importante lembrar que o orçamento é um guia que ajuda na hora de planejar e cumprir os gastos. Ele não deve ser visto como algo que engessa as suas ações, mas sim como um controle. 
  9. Hora de guardar! Comece pela reserva de emergência: a reserva de emergência deve sempre ser a prioridade quando você começar a guardar dinheiro. Ela é aquele dinheiro que você não sabe quando precisará usar, mas que está disponível para qualquer eventual emergência ou imprevisto. Por isso, precisa ser um dinheiro acessível, guardado em um produto com liquidez diária, como a NuConta.
  10. Reserva feita? Que tal começar a investir? No momento em que a reserva estiver cuidada, é hora de decidir para onde vão suas próximas economias. Para quem está começando a investir, o mais indicado é escolher entre aplicações de renda fixa, que têm baixo risco e uma previsão mais exata de rendimentos.

Como economizar dinheiro se você está endividado

Antes de começar a de fato guardar e economizar dinheiro, é importante se livrar das dívidas – afinal, quanto mais tempo um débito fica em aberto, mais juros são aplicados sobre ele (o que pode acabar se transformando em uma bola de neve).

Acabar com as dívidas ou mantê-las sob controle deve ser prioridade antes de começar a guardar dinheiro. Veja abaixo algumas dicas de como fazer isso:

5 passos para te ajudar a quitar as dívidas
Como negociar dívidas no cartão de crédito

Dicas para economizar dinheiro e evitar dívidas

  1. Fuja do cheque especial: os juros são altíssimos. 
  2. Evite acumular muitas compras no cartão de crédito: se for comprar algo, pague no débito (pelo menos, até quitar as dívidas).
  3. Não faça compras por impulso: tenha uma lista com os itens que precisa levar.

Precisa de ajuda? Assine a nossa Newsletter e receba conteúdo exclusivo sobre finanças na sua caixa de e-mail.

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história aqui.

Digite seu nome

Quero receber a newsletter
  • Andre Bento
    18 de agosto de 2019, 13h12
    Dicas que ajudam MUITO!
    • Gustavo
      16 de agosto de 2019, 12h26
      O Nubank poderia nos auxiliar com uma ferramenta para orçamento doméstico!
      • Arthur
        12 de agosto de 2019, 19h50
        Estou encantado com toda essa estrutura do Nubank. Vocês estão de parabéns. Toda a funcionalidade do app, o blog, a atenção no atendimento... São tantos pontos positivos... Espero que continuem com este belíssimo trabalho.
        • Fala Nubank
          16 de agosto de 2019, 19h00
          Muito obrigado, Arthur! :D