Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro Pix: qual a diferença e...

Pix: qual a diferença entre o QR Code estático e QR Code dinâmico?

Pagamentos e transferências do Pix poderão ser feitas usando um QR Code, que será compartilhado pelo recebedor - mas existem dois tipos desse código.

O Pix, novo meio de pagamentos do Banco Central, começa a funcionar só em novembro. Ele é digital, instantâneo, disponível 24 horas por dia, 7 dias da semana, e gratuito para pessoas físicas. 

Com o Pix, será possível fazer transferências e pagamentos a qualquer momento usando os dados da sua conta (como acontece em uma TED, por exemplo) ou apenas as chamadaschaves do Pix , apelidos que podem ser adicionados  à conta. Com as chaves, o cliente não precisa compartilhar todos os seus dados bancários e pessoais com outras pessoas. Veja tudo sobre as chaves do Pix aqui.

Além das chaves do Pix, será possível compartilhar um QR Code gerado no aplicativo – assim, ao invés de passar seus dados bancários para receber um valor, será possível gerar o QR Code de cada chave e dividi-lo com quem precisa te pagar. Basta fazer a leitura do código para saber onde depositar..

O QR Code poderá ser gerado diretamente no aplicativo da instituição onde se tem conta, e poderá ser de dois tiops: QR Code estático ou QR Code dinâmico.

Mas qual a diferença entre os dois? Para quê serve cada um?

QR Code estático e QR Code Dinâmico – qual a diferença?

Os dois tipos de QR Code têm o mesmo objetivo: funcionar como uma ferramenta de cobrança. A grande diferença entre eles está no número de transações que podem ser realizadas usando o QR Code – o estático pode ser usado para diversos pagamentos de um mesmo valor, enquanto o dinâmico vale apenas para uma única transação.

Veja mais sobre cada um deles abaixo:

QR Code estático

O QR Code estático pode ser usado para diversas transações e, segundo o Banco Central, permite:

  • Que o recebedor defina um valor fixo para um produto;
  • E também a inserção de um valor pelo pagador.

Na prática, um QR Code estático é como uma etiqueta de preço único. Ele não muda, e você pode usar ele para cobrar o mesmo valor de várias pessoas. Ele é, portanto, mais flexível. A recomendação do BC é de que ele é mais apropriado pra pessoas físicas, pequenos varejistas e prestadores de serviços.

QR Code dinâmico

Diferente do anterior, o QR Code dinâmico é exclusivo para cada transação. Isso significa que ele só pode ser usado uma vez- para fazer uma segunda cobrança usando um QR Code, é necessário gerar um novo.

Além disso, também é possível incluir outros dados e informações no QR Code, como a identificação do recebedor.

Por ser exclusivo para cada transação e gerado por um sistema, a expectativa é de que este tipo de QR Code seja mais usado em compras online, por e-commerces, ou cobranças mais formais.

O que é QR Code, mesmo? 

O nome QR Code vem de Quick Response Code, ou código de resposta rápida. De forma simplificada, o QR Code é uma espécie de código de barras de duas dimensões capaz de armazenar muito mais informações do que as etiquetas de produtos que vemos em lojas supermercados.

Além disso, no lugar de ser escaneado pelo leitor de preços de um caixa, por exemplo, o QR Code pode ser lido pelas câmeras de smartphones.  

Isso faz com que, na prática, o QR Code funcione como uma espécie de hyperlink: ao apontar a câmera de celular para a imagem, é possível ativar uma função específica do telefone, como abrir certa página no navegador, abrir determinada aba dentro de um app, um formulário em um site ou até mesmo ligar para um número específico. 

Saiba tudo sobre QR Code e o Pix. 

Ainda não conhece o Pix? Saiba tudo sobre o novo meio de pagamentos. 

5

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post