Início Seu Dinheiro Desafio das 52 semanas: ...

Desafio das 52 semanas: o que você precisa saber

Desvendamos o que está por trás do método que promete ajudar quem tem dificuldades para guardar dinheiro

Não existe uma receita milagrosa para juntar dinheiro fácil – e rápido – do zero. No entanto, muitos métodos para aprender a guardar dinheiro e forma relativamente simples ganharam fama nos últimos anos.

Um desses métodos é o desafio das 52 semanas – uma forma de conseguir poupar pelo menos R$ 1.378 ao longo de um ano.

A vantagem é que não é necessário ter uma grande quantia de dinheiro: o desafio propõe começar com R$ 1 por semana e aumentar esse valor. Quanto maior a contribuição por semana, entretanto, mais você terá ao final do desafio.

Dado a realidade financeira dos brasileiros, em que 43% deles terminam o mês no “zero a zero” (ou seja, gastam tudo o que recebem e não economizam), métodos simples como este podem ajudar a começar a guardar.

Como funciona o desafio das 52 semanas?

A ideia do desafio é que, a cada semana, a pessoa separe e poupe uma quantia determinada de dinheiro, seja R$ 1 ou R$ 10.

Ao longo das semanas, é preciso aumentar o valor a ser poupado. O objetivo do desafio é terminar o período com uma quantia relevante de dinheiro poupada.

Por exemplo: na primeira semana, guarde R$ 1; na segunda, R$ 2; na terceira, R$ 3. E assim em diante, até que na 52a semana, você terá que economizar R$ 52. Se fizer as contas, verá que ao final de todo o período você terá economizado os R$ 1.378.

Perceba que é você quem decide o quanto vai poupar a cada 7 dias. Por isso, ter um orçamento organizado é importante. Assim, você consegue enxergar com clareza quais gastos podem ser cortados para que você consiga economizar.

Seja flexível

O desafio, na teoria, dura 52 semanas, mas é você quem manda por quanto tempo vai praticá-lo.

Além disso, para que consiga seguir semana após semana economizando, os valores e prazos devem caber em seu orçamento e realidade financeira. Portanto, você decide o quanto vai economizar a cada semana – não existe uma regra fixa.

…mas também inflexível

Para que o desafio dê certo, é importante não deixar de economizar nenhuma semana, não abrir exceções e, principalmente, não recuar no aumento da contribuição de cada semana.

Outra forma de manter-se disciplinado na hora de economizar é ter um objetivo em mente como, por exemplo, fazer uma viagem com o dinheiro poupado.

Faça o dinheiro render

Considerando que o montante a ser poupado não será usado ao longo do tempo, uma boa dica é investi-lo – assim, ele fica rendendo. Mas fique atento: busque investir em produtos de baixo risco e que rendam a uma taxa maior que a da poupança, como CDBs, títulos do Tesouro Direto ou a nossa NuConta; ela rende diariamente 100% do CDI.

Afinal, o desafio das 52 semanas funciona?

A ideia do desafio das 52 semanas é ajudar na sua organização financeira e servir de incentivo para quem deseja guardar dinheiro. Portanto, se esse é o seu objetivo ou se precisa de ajuda para manter-se firme economizando, ele pode ajudar.

Dificilmente ele prejudicará suas finanças – a não ser que um valor muito alto seja estipulado para ser economizado por semana.

Digite seu nome

Quero receber a newsletter
  • Ticiano Melo
    16 de maio de 2019, 19h16
    Seria interessante que fosse incorporada à Nuconta uma funcionalidade para os interessados no desafio de 52 semanas. Algo que calculasse os aportes semanais a partir do valor base e que lembrasse a data do aporte, que poderia ir para uma subconta, como um Guardar Dinheiro 2.
    • Natalia Menezes
      16 de maio de 2019, 19h00
      Adorei essa conta nuconta ,quero fazer meu dinheiro multiplicar começando do zero.