Pular navegação

O que é CEI? Conheça o Canal Eletrônico do Investidor

Desativado em 2021, o CEI foi um portal que reunia informações importantes para os investidores. Hoje, esses dados são encontrados na área logada do investidor da B3.

O que é CEI? Imagem mostra um notebook em cima de uma mesa de escritório verde e roxa. Na mesa ainda estão um relógio, uma calculadora e um cofrinho em forma de porquinho. É possível ver uma mão colocando uma moeda dentro do porquinho.

Quem investe no mercado financeiro sabe que a maior parte das aplicações passa pelo intermédio da Bolsa de Valores brasileira. No entanto, não são todos os investidores que sabem o que é CEI, o Canal Eletrônico do Investidor, desativado há alguns anos.

Criada em 2017, essa ferramenta tinha como objetivo ajudar qualquer pessoa a acompanhar mais de perto os seus investimentos. Hoje, isso pode ser feito pela área logada do investidor da B3.

Neste texto, você irá descobrir por que esse site foi substituído pela área do investidor, além de aprender como acessar a nova plataforma para conferir movimentações nos seus valores aplicados.

O que é CEI?

Quem investe na Bolsa de Valores há algum tempo já deve ter ouvido falar sobre o que é CEI. O Canal Eletrônico do Investidor foi um site gratuito da B3, descontinuado em junho de 2021 – e, por isso, talvez novos investidores não conheçam o serviço.

Ele foi substituído pela Área Logada do Investidor, plataforma que tem o mesmo objetivo do CEI: reunir em um só local as informações sobre aplicações financeiras feitas por um CPF

Ao acessar a área logada do investidor, é possível verificar todos os seus investimentos, independentemente da corretora usada para fazer essas aplicações. 

Hoje, a plataforma mostra dados de aplicações como: 

  • Ações;
  • Opções de ações;
  • Fundos de índice (ETFs);
  • Brazilian Depositary Receipts (BDRs), ações de empresas estrangeiras vendidas no Brasil;
  • Fundos imobiliários (FIIs);
  • Certificados de Depósito Bancário (CDBs);
  • Letras de Crédito Imobiliário (LCIs);
  • Letras de Crédito Agrícola (LCAs).

A plataforma também permite que pessoas investidoras se informem sobre dividendos e Juros sobre Capital Próprio a serem recebidos, confirmem operações de empréstimos e ativos e acessem extratos de movimentações na B3. 

https://www.youtube.com/watch?v=RrSJFJB03dQ&list=PLTPJoMFW9onsAwC6p4dBdwoftcsgA-fbZ&index=24&ab_channel=Nubank

Para que serve o Canal Eletrônico do Investidor?

Assim como o CEI, a nova área logada da B3 organiza as informações oficiais sobre as atividades relacionadas aos ativos controlados por um investidor. Se uma operação não pode ser localizada na plataforma, ela não foi processada pela Bolsa de Valores.

Assim, a área logada do investidor disponibiliza de forma simples e protegida os dados importantes para suas aplicações, sendo uma ferramenta essencial para qualquer pessoa que opera no mercado financeiro

De maneira resumida, as principais funcionalidades da plataforma são:

  • Agrupar investimentos feitos em diferentes corretoras e instituições financeiras, facilitando o cruzamento de dados e as comparações de resultados; 
  • Auxiliar no controle da carteira de investimentos
  • Certificar oficialmente as aplicações e movimentações feitas na B3; 
  • Oferecer relatórios sobre extratos e informativos da B3. 

Como acessar a nova área do investidor da B3?

Para utilizar a nova área logada do investidor da B3, basta acessar a página oficial da plataforma e informar seu CPF ou CNPJ, caso os investimentos que você esteja buscando tenham sido feitos por uma pessoa jurídica.

Caso seja sua primeira visita, será preciso seguir os passos informados na tela para o cadastro da sua primeira senha, que precisará ser verificada com apoio de seu e-mail ou de um SMS enviado para o seu telefone. 

Se você já tinha uma conta no antigo Canal Eletrônico do Investidor, uma nova senha também deverá ser configurada a partir do seu CPF, com verificação por SMS ou e-mail. 

Toda vez que você decidir acessar a área do investidor da B3, será necessário, além da senha, inserir um token de acesso enviado para o seu e-mail. Esse código de seis dígitos tem validade de 10 minutos e serve para aumentar a segurança do serviço, evitando que outra pessoa acesse seus dados de maneira indevida.

Uma vez dentro da área do investidor, é possível acessar entre diferentes menus, incluindo investimentos, extratos e informativos, proventos e até mesmo uma calculadora de Imposto de Renda.

Além disso, você pode ainda configurar o envio de extratos periódicos de suas aplicações para o e-mail, separados por corretora ou instituição financeira. Não é uma beleza?

https://www.youtube.com/watch?v=S-3BXHNPvhk&list=PLTPJoMFW9onsAwC6p4dBdwoftcsgA-fbZ&index=35&ab_channel=Nubank

Quais informações estão disponíveis na área do investidor da B3?

A B3 surgiu, em 2017, como resultado da fusão entre a Central de Custódia e Liquidação Financeira de Títulos (Cetip) e a BM&FBovespa. Desde então, a empresa é responsável por registrar todos os investimentos feitos no país.

Assim, a B3 reúne todas as informações sobre suas aplicações. Muitos desses dados estão disponíveis na área do investidor, como: 

  • Saldo diário e extrato mensal de custódia dos ativos;
  • Extrato de negociação dos ativos;
  • Informes de rendimentos e reembolsos;
  • Saldo no Mercado Futuro;
  • Saldo no Mercado a Termo;
  • Saldo no Mercado de Opções;
  • Saldo de ativos depositados para garantias de posições;
  • Saldo de Títulos Públicos;
  • Avisos de transferências;
  • Avisos de movimentação.

Por que o Canal Eletrônico do Investidor foi substituído?

Em junho de 2021, a B3 anunciou a substituição de seu antigo Canal Eletrônico do Investidor (CEI) pela nova área logada do investidor. Além da mudança de nome, a nova plataforma trouxe outras funcionalidades para investidores pessoa física, como a visualização de dados detalhados de produtos como ETF, ações, CDB, LCI, LCA, entre outros

A nova área logada também trouxe como melhoria uma série de APIs, plataformas que permitem que o sistema da B3 converse com outras aplicações, como as desenvolvidas por corretoras e bancos. 

Assim, o nível de segurança das informações enviadas pela B3 para as instituições financeiras também aumentou, facilitando a vida de quem investe. 

Leia também:

ISE B3: conheça o índice de sustentabilidade

Renda passiva nos investimentos: onde investir para viver de renda?

Ibovespa: o que é e para que serve?

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história aqui.