Pular navegação

Fatura do cartão de crédito: como ler a sua?

Data de fechamento e vencimento, pagamento mínimo, juros, transações e outras informações. Saiba como identificar o que é cada campo na sua fatura.

Ilustração de uma mulher com binóculo, em tons de cinza e roxo.

Comprar é bom, mas uma hora a conta chega. Para algumas pessoas, a fatura do cartão de crédito pode ser uma surpresa. Por isso, é importante saber o que significa cada campo, ficar de olho nas datas de fechamento e vencimento, no limite disponível para transações, nos juros e em outros detalhes. 

A fatura de cartão de crédito reúne todas as informações detalhadas sobre as compras, os encargos cobrados e os dados para pagamento. Mas você sabe como ela funciona e tudo que a compõe? Para não deixar passar nada, veja como encontrar tudo o que precisa.

Como funciona a fatura do cartão de crédito?

A fatura é composta por todas as compras que você faz usando o cartão de crédito, geralmente no período de um mês – desde o dia em que a fatura anterior fecha até a data de fechamento da fatura atual. Ou seja, todas as transações realizadas com o cartão virtual, o físico e o adicional (se houver) estão lá.

Pense assim: a fatura atual funciona como um pacote vazio. A cada compra realizada o pacote vai enchendo. Na data de fechamento a soma é feita, o valor total é calculado e o pacote é fechado.

Esse pacote passa a ser a sua fatura fechada. A partir daí, tudo o que for comprado passa para a fatura do mês seguinte. Em algumas instituições, a data de fechamento é dez dias antes do vencimento. No Nubank, a fatura fecha sete dias antes do vencimento.

Quando a sua fatura fecha, o banco envia um email com o boleto em anexo. O pagamento pode ser efetuado pelo internet banking, em qualquer agência bancária ou caixa eletrônico até a data de vencimento do seu cartão de crédito.

https://www.youtube.com/watch?v=wG3w48dK1zA&feature=emb_logo

Cabeçalho

Na parte de cima da sua fatura encontra-se o cabeçalho. Normalmente, é aí que ficam as informações de entrega e um resumo com os principais dados. Ou seja, nome do titular do cartão, endereço, o valor total da fatura, o valor mínimo para pagamento e a data de vencimento.

A maioria das instituições colocam, ainda no topo, o código de barras e as possibilidades de pagamento mínimo e parcelamento do total daquele mês. Outras deixam apenas no final do documento.

No caso do Nubank, a fatura não vai com o código de barras. Para gerar um boleto é simples:

  1. No app, na área do cartão de crédito, toque em “Pagar fatura”;
  2. Escolha a opção “Gerar um boleto”;
  3. Depois é só pagar usando a sua conta do Nubank, em lotéricas, ou em qualquer agência bancária ou caixas eletrônicos.

Limite de crédito

Nesse campo, você visualiza as informações sobre os limites do seu cartão – o limite total, quanto dele já foi gasto e quanto você ainda tem disponível de crédito para utilizar.

Preste atenção nesses dados e tente manter um acompanhamento para saber como andam suas finanças. Quando você sabe o quanto do seu limite está comprometido, fica mais fácil controlar o orçamento e se organizar para os próximos pagamentos.

Vale lembrar que parcelamentos entram na conta total do seu limite, ainda que sejam pagos mês a mês.

Juros e encargos

Antes de tudo, é importante ressaltar que existem várias taxas de juros para cartões de crédito e todas devem aparecer na sua fatura (juros por atraso, IOF e multa). Saber quais são essas taxas te ajuda a controlar futuros gastos. Afinal, para saber qual será o valor da fatura do mês seguinte, é preciso levar em conta o acréscimo desses juros.

Lembre-se que ao atrasar o pagamento, você corre o risco de ter seu cartão bloqueado e seu CPF negativado.

Relação dos gastos

A relação dos gastos nada mais é que o descritivo das suas despesas com o cartão. Ou seja, a parte da fatura que apresenta todas as compras realizadas e que estão sendo cobradas no mês. Aqui, é importante verificar cada dado detalhadamente para ver se existem possíveis fraudes, compras irregulares e duplicações de cobranças.

No descritivo dos gastos devem constar: 

  • Data da compra;
  • Nome do estabelecimento; 
  • Número da parcela atual e total de parcelas para aquela compra;
  • Valor da cobrança;
  • Pagamentos recebidos;
  • Valores de possíveis reembolsos.

Não esqueça de conferir o nome do estabelecimento

É comum que os nomes que aparecem na sua fatura sejam bem diferentes daqueles que você conhece. Isso acontece porque a razão social da empresa não necessariamente corresponde ao nome fantasia

Razão social é o nome de registro da empresa na Receita Federal, e o nome fantasia é aquele que aparece para o público – que está nas redes sociais e na placa da porta da loja, por exemplo. Essa diferença pode provocar uma confusão na hora de entender cada valor da fatura do cartão de crédito. 

Dê uma olhada na fatura do mês anterior se esse nome estranho já apareceu: às vezes, essa compra foi feita em um estabelecimento que você costuma frequentar, e é possível reconhecer um padrão olhando as outras faturas ou tentando lembrar do dia e hora da compra. 

Dados da instituição bancária

Caso alguma irregularidade apareça na sua fatura, você deve entrar em contato com a instituição responsável pelo cartão. Na sua fatura devem constar o número do SAC, da Central de Atendimento do Banco e da Ouvidoria.

Total a ser pago

Por último, mas não menos importante, os – às vezes temidos – valores total e mínimo aparecem logo no começo da fatura do seu cartão. Não confunda esses dois.

Quando você paga o valor mínimo, o restante do valor entra em crédito rotativo, e é cobrado com juros na próxima fatura. O que quer dizer que ela fica mais cara. Com isso, você pode atrapalhar a sua organização para os pagamentos dos meses seguintes.

Então, sempre que possível, pague o valor total.

Vale lembrar que, após o pagamento, os bancos podem levar até um dia útil para repassar o valor para a instituição. Isso significa que o dia em que você realizou o pagamento não conta, apenas o dia seguinte é considerado dia útil (com exceção de final de semana ou feriado). Assim, se você pagou um boleto na segunda-feira, o limite de compensação dele é até o fim da terça. Se pagar na sexta-feira à tarde, ele deve ser compensado até o fim de segunda-feira. Vale lembrar que, por razões de segurança, a compensação pode levar mais tempo para ser concluída se forem identificados comportamentos suspeitos.

Se você tem um cartão de crédito do Nubank e for cliente da conta, é possível pagar a fatura com o saldo disponível nela e liberar o seu limite na hora – tudo pelo app.

https://www.youtube.com/watch?time_continue=6&v=z3QXBQvJKFQ&feature=emb_logo

Leia também:

VAR da fatura do cartão de crédito: como identificar suas compras?

Saiba todas as formas de pagar a fatura do cartão de crédito Nubank

Limite Adicional do cartão de crédito do Nubank para pagar boletos: tudo o que você precisa saber

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossaPolítica de Privacidade.Ao continuar a navegar, você concorda com essa Política.