Complete abaixo para pedir sua conta e seu cartão de crédito

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro Dicionário Financeiro Custo de Oportunidade: o...

Custo de Oportunidade: o que é e o que ele tem a ver com as suas decisões financeiras

Sabe aquela história "cada escolha, uma renúncia"? Então, o custo de oportunidade tem a ver com isso. Entenda o termo usado na economia.

Analisar todas as possibilidades antes de tomar uma decisão é essencial para fazer a escolha certa. Isso vale quando o assunto é trocar de carro, mudar de casa, investir e gastar dinheiro, aceitar ou não uma proposta de emprego…

Na economia, o termo utilizado para calcular o valor que você perde ao fazer uma escolha é chamado Custo de Oportunidade.

Entenda melhor abaixo.

O que é Custo de Oportunidade

De forma simples: ele é usado quando é necessário escolher entre duas ou mais opções. Na economia, diz-se que todos os agentes realizam escolhas que permitem o melhor benefício em troca de um custo menor.

Em outras palavras: o custo de oportunidade é o valor do qual você abre mão ao escolher a outra opção. 

Por esse motivo, o custo de oportunidade também é chamado de custo econômico, uma vez que se ganha uma coisa e perde-se outra.

Como calcular o Custo de Oportunidade

Ele é calculado a partir do benefício que se teria com a opção que não foi a escolhida.

Por exemplo:

  • Quando você compra uma TV no valor de R$1 mil e deixa de adquirir uma geladeira, que custa R$1.200 você economiza R$200;
  • Optar por fazer um intercâmbio ao invés de decidir dar início a uma pós graduação vai te proporcionar uma experiência no exterior e contato com uma língua e cultura estrangeiras, diferente dos estudos em seu país de origem.

No caso de investimentos financeiros, quem investe pode escolher a opção com rentabilidade mais alta.

Para estabelecer o custo de oportunidade é preciso considerar a taxa de rentabilidade do investimento que deixou de ser feito, para calcular o seu valor atualizado.

Quanto maior a taxa de rentabilidade do outro investimento, menor é o valor do investimento em questão.

Aqui, é importante levar em conta as taxas Selic e CDI. Elas vão te ajudar a descobrir se o seu investimento está tendo um retorno maior do que os custos de oportunidades a serem avaliados.

Entenda mais sobre taxa Selic e CDI.

Custo de Oportunidade Zero

Para que o custo de oportunidade exista, é preciso que haja algum tipo de desvantagem quando uma escolha é feita. Ou seja, considerando o exemplo citado mais acima, se você optar por comprar a TV no lugar da geladeira, terá economizado R$200. O que quer dizer que se tivesse escolhido a geladeira, teria gasto mais.

Quando não há opções a serem escolhidas ou mesmo nenhum benefício envolvido, não existe um custo de oportunidade nessa decisão.

E quando não há sacrifício a ser feito por conta de uma escolha em relação a outra, o custo de oportunidade é zero.

Quando você vai ouvir esse termo?

Não é muito comum usar essa expressão por aí. Mas, talvez aconteça.

Veja alguns exemplos:

  • “O custo de oportunidade em adquirir esse carro é que abri mão de dar entrada em um apartamento”;
  • “O custo de oportunidade ao optar por comprar uma casa é que eu abri mão de fazer de viajar para fora do país nos próximos dois anos”.

Quer saber mais sobre outros termos financeiros? Leia também:

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história aqui.

5

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post