Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início O Nubank Teve o celular roubado? ...

Teve o celular roubado? Veja o que fazer

Respire fundo e veja um guia rápido do que fazer caso seu celular seja roubado ou furtado.

Ter o celular roubado é horrível. Afinal, a vida das pessoas está todinha nesses pequenos aparelhos, hoje em dia. Mas, caso isso tenha acontecido com você, respire fundo e veja abaixo o que fazer.

Quase metade dos brasileiros já tiveram o celular roubado uma vez, mostra uma pesquisa da Panorama Mobile Time com a Opinion Box de 2019. Na cidade de São Paulo, a cada hora são roubados 13 celulares.

Em momentos de grandes aglomerações, como o Carnaval, isso pode ficar ainda mais comum: em 2018, mais de 2 mil boletins de ocorrência foram registrados na capital paulista devido a roubo de celulares em cinco dias de festa.

Lidar com essa situação não é nada fácil: como bloquear o celular roubado? Como garantir que seus dados não serão acessados? Como rastrear o aparelho? Quando registrar ou não um Boletim de Ocorrência?

Abaixo, veja as principais dicas de como lidar com essa situação.

Teve o celular roubado? Veja um passo a passo do que fazer

  1. Avise todos os bancos e instituições financeiras nas quais possui conta ou cartão de crédito ou débito;
  2. Entenda quando fazer um boletim de ocorrência;
  3. Entre em contato com a operadora do telefone para bloquear a linha;
  4. Desconecte suas redes sociais do aparelho;
  5. Se a geolocalização estiver ativada, busque o aparelho.

Abaixo, veja detalhes sobre cada um desses passos.

1. Avise bancos e instituições financeiras o quanto antes

É muito importante comunicar todas as instituições financeiras onde você possui uma conta ou produto ativo para bloquear esses serviços imediatamente, caso tenha acesso a eles via telefone (com apps, por exemplo). Isso vale especialmente se o seu celular seja furtado com a tela desbloqueada – ou seja, quando o acesso a ele está livre.

2. Faça o boletim de ocorrência: entenda quando (e como) fazer 

Segundo a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, quando existe furto, roubo ou perda de celular, pode ser registrado um Boletim de Ocorrência (o mesmo vale para documentos pessoais). 

Pode valer a pena registrar um B.O. quando a geolocalização do dispositivo estiver desativada e, portanto, não for possível encontrá-lo – falamos mais sobre isso aqui.

Além disso, fazer o boletim de ocorrência também é importante para que as autoridades tenham números mais reais desses casos e, assim, possam tomar as medidas necessárias para preveni-los.

Hoje, é possível fazer o registro de um B.O. pela internet, através do site da Secretaria de Segurança Pública do estado em que você vive, informando seus dados pessoais, documentos e detalhando a situação de roubo ou furto o máximo possível.

É importante dizer que as operadoras autorizam o bloqueio do dispositivo com o boletim de ocorrência em mãos. 

3. Veja como bloquear o celular roubado e a linha telefônica

O primeiro passo depois de ter seu celular roubado é entrar em contato com sua operadora telefônica e solicitar o bloqueio da sua linha e também do dispositivo – para o segundo, é preciso ter em mãos o número IMEI do celular e o boletim de ocorrência do fato. 

IMEI é a sigla para International Mobile Equipment Identity, uma identificação única e global que todo celular tem – ele é formado por uma sequência de 15 números.

Todo dispositivo possui um. O bloqueio do celular é feito com sua operadora, que comunicará todas as demais operadoras do país para impedir que ele seja usado novamente – e, para isso, é preciso o número IMEI.

Uma vez bloqueado, o celular se torna inútil: ele fica completamente bloqueado e é impossível voltar a usá-lo. 

E como descobrir o IMEI do celular roubado?

O IMEI do celular pode ser encontrado de algumas formas. Para quem teve o celular roubado, a principal maneira de descobrir esse código é procurar na caixa do aparelho. Geralmente, o número está perto do código de barras.

Outra forma de encontrar o IMEI sem o aparelho é pela nota fiscal do produto. Em alguns casos, esse código aparece no campo “Dados Adicionais”.

Agora, se você não foi roubado mas quer se prevenir, o IMEI também pode ser encontrado no próprio celular.

Isso pode variar conforme a fabricante do smartphone, mas, na grande maioria das vezes, ele pode ser encontrado nas configurações do dispositivo, na aba Sobre (dentro de configurações). Se não encontrar, basta digitar *#06# como se fosse fazer uma ligação, para que o número seja mostrado na tela de seu celular.

Na prática, portanto, o ponto mais importante é ter o número de seu IMEI sempre em mãos, anotado em algum lugar, e entrar em contato com sua operadora para solicitar o bloqueio. 

4. Desconecte de redes sociais 

Uma boa medida é desconectar todos os seus perfis de redes sociais do dispositivo que foi roubado ou furtado – antes ou depois de bloquear o celular. Para isso, você deve acessar as redes sociais de outro dispositivo (ou pelo computador, se possível) e, nas configurações do seu perfil, pedir para encerrar a sessão de todos os dispositivos onde você estava conectado. É simples e rápido.

Outro detalhe: no caso do WhatsApp, a recomendação da própria empresa é bloquear o chip de sua linha telefônica com a operadora o quanto antes e solicitar, via e-mail, que a conta seja desativada. Aqui eles mostram como fazer isso. 

5. Geolocalização ativada? Veja como localizar o celular roubado

Com a geolocalização ativada no aparelho, caso você perca seu celular ou ele seja furtado, fica mais fácil encontrá-lo através de serviços como o Encontre meu iPhone, de dispositivos iOS, e Encontre meu Android – não só encontrá-lo, mas também bloquear o uso do celular para que ele volte a ser usado somente quando estiver em suas mãos. Por isso, se certifique de que a geolocalização está ou não ativada.

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história aqui.

5

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post