Complete abaixo para pedir sua NuConta e seu cartão de crédito

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro 5 séries que ensinam li...

5 séries que ensinam lições valiosas sobre dinheiro (mas que não têm nada a ver com finanças)

Como lidar com imprevistos, o que nunca fazer com seu dinheiro e outras sabedorias que os seus personagens favoritos podem passar sem nem saber.

Existem séries que ensinam finanças sem serem sobre finanças. Problemas com dinheiro são, afinal, tão universais quanto corações partidos, conflitos familiares ou questões de saúde. Faz sentido, então, que algumas das séries de TV e streaming mais populares do mundo tragam ensinamentos monetários para levar para a vida.

Aqui estão algumas lições financeiras que as séries nos ensinaram nos últimos anos. Mas, antes, um conselho: cuidado com os spoilers!

1. Sempre pague suas dívidas – Game of Thrones

“Um Lannister sempre paga suas dívidas” (HBO)

De “Você não sabe de nada, Jon Snow” a “O Norte se lembra”,  Game of Thrones nos deu várias frases memoráveis para guardar na memória. Mas talvez nenhuma traga uma promessa tão verdadeira quanto “Um Lannister sempre paga suas dívidas”. A família mais poderosa de Westeros era conhecida por este ditado, uma mescla de ameaça a seus inimigos e comprometimento com os aliados que lhes ajudassem. E, embora você não deva sair por aí ameaçando seus desafetos, o lado positivo é uma lição essencial: sempre, SEMPRE, s-e-m-p-r-e pague as suas dívidas. Mesmo quando não for possível quitar tudo, negocie – a gente dá dicas de como fazer isso nessas matérias:

5 passos que vão te ajudar a quitar as dívidas
Quitar as dívidas: o melhor uso para o 13º salário
5 dicas sobre como negociar dívidas do cartão de crédito

2. O dinheiro vale pouco se não houver estratégia – Game of Thrones

Lady Olenna, matriarca dos Tyrell (HBO)

Falando em Game of Thrones, você se lembra dos Tyrell? A segunda família mais rica de Westeros tinha dinheiro de sobra, mas errou feio em suas apostas: apoiou o lado perdedor de uma guerra, se envolveu com um líder conservador da pior maneira possível e acabou dizimada no final. A vida real não é tão dramática assim, mas o ensinamento persiste. Ter dinheiro é bom, é ótimo, todo mundo quer, mas é preciso usar esse dinheiro de maneira inteligente. É preciso entender o mercado, estudar as melhores maneiras de fazer seus ganhos renderem e garantir um controle das finanças pessoais para seguir no caminho certo. Que tal dar uma olhada no que a gente já falou sobre o assunto?

Finanças pessoais: por onde começar?

3. Nunca é tarde para quebrar um padrão ruim – Friends

“Bom, talvez eu não precise do seu dinheiro. Calma, eu disse talvez!” (NBC)

Uma série sobre pessoas jovens, com empregos comuns, que passam o dia inteiro em um café e ainda assim conseguem pagar por apartamentos na área mais nobre de Nova York só podia existir na ficção. Mas, ainda que frequentemente fuja da realidade, Friends nos ensinou uma lição muito valiosa. No primeiro episódio, Rachel acaba com seus planos de vida ao abandonar seu noivo no altar – o mesmo que a sustentava, já que ela nunca havia tido um emprego. Ao longo das temporadas, a sua trajetória a leva de garçonete a executiva de moda, passando pelo sofrimento de mudar hábitos que já não se encaixavam nessa nova vida. Para quem também é novo na vida de trabalhador, algumas dicas úteis:

O que é holerite (ou contracheque) e como entender o seu
Salário líquido e bruto: entenda as diferenças
Como calcular férias: entenda o que acontece com seu salário

4. A ansiedade é inimiga do controle financeiro – The Office

“Por que você não me explica como se eu tivesse 5 anos?” (NBC)

O melhor-pior chefe do mundo, Michael Scott, frequentemente toma decisões precipitadas. Foi o que aconteceu quando ele foi convidado a uma entrevista de emprego em outra cidade: antes mesmo de saber se conseguiria a posição, vendeu seu apartamento e começou a se preparar para a mudança. No fim das contas, não recebeu a oferta e acabou a ver navios. O ensinamento que fica? Cuidado com a ansiedade. Decisões grandes na vida financeira devem ser feitas com atenção, considerando as variáveis e consequências. Veja algumas dicas para quem tem o bichinho impulsivo dentro de si:

5 hábitos que não te deixam economizar dinheiro
7 erros que atrapalham as finanças pessoais (e o controle financeiro)

5. É preciso se preparar para andar com as próprias pernas – Girls

“Minhas circunstâncias mudaram e eu não posso mais trabalhar de graça”
HBO via GIPHY

A série Girls, de Lena Dunham, é um desfile de exemplos do que não fazer, começando pelas decisões de sua protagonista. Hannah é uma garota que sempre foi bancada pelos pais e, quando eles decidem que não vão mais sustentá-la, ela não sabe como se manter. Para a Hannah, a gente diria: reserva de emergência, minha filha! Quem tem a facilidade de poder contar com a ajuda dos pais até a vida adulta deve aproveitar esse momento para guardar dinheiro. Assim, dá para começar a vida independente sem passar por tanto aperto e começar a organização financeira desde cedo. A gente ajuda a começar:

Onde guardar dinheiro?
Quanto custa morar sozinho: o que incluir em seu orçamento anual
Como criar uma reserva de emergência na NuConta

Lembrou de mais alguma lição de finanças que a ficção ensinou? Divide com a gente nos comentários.

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história aqui.

Digite seu nome

Quero receber a newsletter
  • Silvia Helena Souza Dos Santos
    01 de agosto de 2019, 07h23
    Gostaria de saber qual melhor maneira de render meu dinheiro
    • Leticia Silveira
      08 de julho de 2019, 10h45
      quero receber a newsletter
      • Fala Nubank
        11 de julho de 2019, 11h05
        Oi, Leticia! Para receber a newsletter é só se cadastrar aqui: https://blog.nubank.com.br/assinar-newsletter/ Abraços!
    • Dayane Santos Conceicao
      04 de julho de 2019, 15h06
      Muito bom o texto. Minha dúvida é: quando posso gastar? Quanto tempo preciso para planejar uma viagem nacional curta?
      • Fala Nubank
        11 de julho de 2019, 13h28
        Oi, Dayane! Que bom que você gostou do texto! Vamos anotar suas sugestões para futuros textos. Enquanto isso, você pode ler mais sobre finanças e viagens em nosso blog. :) Abraços!