Complete abaixo para pedir sua NuConta e seu cartão de crédito

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro Qual é a diferença ent...

Qual é a diferença entre TED e DOC?

Entenda como funciona cada tipo de transferência e descubra a melhor maneira de evitar cobranças abusivas.

TED e DOC são duas modalidades de transferência de dinheiro. Seja na boca do caixa ou pela internet, quem quer enviar uma quantia de uma conta para outra precisa escolher uma dessas opções. E, nessas horas, é fácil se confundir…  Afinal, “qual é mesmo a diferença entre TED e DOC?”

Vamos por partes.

Fazer uma transferência nada mais é do que mandar dinheiro de uma conta para outra, sem que você precise realizar saques, depósitos ou pagar um boleto, por exemplo. O dinheiro sai automaticamente da conta A e cai na conta B em um prazo que depende do tipo de operação.

As transferências podem ser realizadas tanto entre contas de um mesmo banco quanto entre contas de bancos diferentes. Quem estabelece as regras para que as transferências sejam realizadas é o Banco Central.

No Brasil, existem dois tipos principais de transferências: o Documento de Ordem de Crédito (DOC) e a Transferência Eletrônica Disponível (TED).

A diferença entre TED e DOC

Existem duas principais diferenças entre TED e DOC:

  • O limite (ou quantidade de dinheiro) que o cliente pode enviar
  • O prazo que leva para o dinheiro cair
TEDDOC
Cai no mesmo dia se realizada até às 17hCai no dia seguinte, mas pode
levar mais tempo caso seja feito após às 22h
Permite transferências maiores do que R$5.000Valor máximo de R$ 4.999,99
Não há valor mínimoNão há valor mínimo

Agora, vamos aos detalhes.

TED é a abreviação para “Transferência Eletrônica Disponível” – e ela foi criada em 2002 pelo Banco Central.

A principal característica da TED é que a efetivação é concluída no mesmo dia da operação – ou seja, o dinheiro “cai”  mais rápido na conta de quem está recebendo.

O dinheiro será creditado na conta do destinatário em até uma hora se a transação for feita até às 17h (horário de Brasília). Porém, se for realizada após esse horário, a transação só “cai” no próximo dia útil.

Qual o valor da TED?

Até pouco tempo, a TED possuía um valor mínimo de R$ 500 – mas, em 2016, o Banco Central eliminou essa exigência e, atualmente, não existe valor mínimo para as TEDs. As tarifas de TED pela internet costumam ser mais baratas que nas agências, por isso, são muito mais vantajosas.

Em resumo, a TED:

  • cai no mesmo dia quando realizada até às 17h;
  • permite transferência de valores maiores que R$ 5.000,00;
  • não possui valor mínimo;

Já a DOC é uma sigla para “Documento de Ordem de Crédito”.

Ela também não possui um valor mínimo, mas tem uma quantia máxima que pode ser enviada pela operação:

O valor máximo de transferência permitida para a realização de um DOC é de R$ 4.999,99 — qualquer quantia acima deve ser feita como TED.

A principal característica do DOC é que a operação é finalizada somente no próximo dia útil da transação – isso se a transação for realizada pelo usuário até às 22h. É também no próximo dia útil que o dinheiro é creditado na conta de destino.

Por exemplo, se você fizer a transferência às 22h30min de uma quarta-feira, ele só será creditado na sexta-feira.

Em resumo, o DOC:

  • possui um valor máximo de transferência de R$ 4.999,99;
  • só é finalizado no dia seguinte e pode levar mais do que isso caso seja feito após às 22h;

Existem taxas para realização de TED ou DOC?

Sim – dependendo da instituição na qual você criou a sua conta.

Cada banco pode definir o valor que será cobrado por cada transação e geralmente as TEDs e DOCs via internet e caixas eletrônicos são mais baratas do que as realizadas presencialmente nos caixas das agências.

Muitos bancos ainda oferecem pacotes de tarifas mensais que incluem um número limitado de TEDs e DOCs — por isso, vale conferir se você possui transferências incluídas no seu tipo de conta ou não.

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) mantém uma arquivo atualizado com todos os preços cobrados para a realização destes serviços. Basta acessar o site da Febraban e procurar pelo nome da sua instituição no menu superior.

É possível evitar as taxas de TED e DOC?

Sim. A chegada das fintechs – empresas inovadoras que usam a tecnologia para revolucionar o mercado financeiro – mudou muito o cenário bancário no Brasil.

Quem possui conta com essas empresas geralmente não paga nada para realizar transações pela internet — ou seja, você pode fazer TED ou DOC sem sair de casa e sem gastar nenhum centavo pela operação sem si.

Mas essa não é a única vantagem das contas digitais. Elas podem facilitar — e muito — sua vida financeira. Você pode conferir mais algumas delas clicando aqui.

Como escolher entre TED e DOC?

A escolha entre TED e DOC depende muito mais da quantia e prazo que você tem para transferir do que qualquer outra coisa.

  • Precisa transferir mais do que R$ 4.999,99? Então você só pode fazer uma TED — já que o DOC não permite transações acima desse valor.
  • Precisa que o dinheiro caia no mesmo dia? Então faça uma TED até às 17h
  • Não tem tanta pressa para transferir? Então cheque quais as taxas do seu banco e descubra qual operação irá custar menos para o seu bolso.

Lembrando que a principal diferença entre TED e DOC é que o primeiro permite que a quantia caia na conta no mesmo dia, se realizada antes das 17h, enquanto no DOC este processo pode levar mais de um dia, caso a transferência seja feita depois das 22h.

Mas, justamente pelo tempo maior de espera, o DOC pode ser mais barato, dependendo do seu banco. Fique atento às tarifas cobradas.

O que é preciso para realizar TED ou DOC?

Quando for realizar uma transferência via TED ou DOC, é preciso ter em mãos alguns dados do beneficiário (quem vai receber o dinheiro) e documentos para que a operação seja concluída com sucesso:

  • Nome completo e CPF ou CNPJ de quem vai receber o dinheiro
  • Valor a ser transferido
  • Tipo de conta (corrente ou poupança).
  • Dados bancários (agência, conta e código do banco*);

*O código do banco é um número definido pelo Banco Central para cada instituição financeira. Você pode conferir a tabela no site da Febraban, clicando aqui. Também vale um pouco de atenção, já que alguns bancos possuem mais de um registro para suas diferentes instituições.

Caso algo esteja errado e você conclua a operação, o dinheiro retornará à sua conta e você deverá refazer a transferência.

Ah, e vale lembrar que para transferências entre contas do mesmo banco, as chamadas TEV (Transferência Eletrônica de Valores), nem sempre é preciso informar o CPF ou CNPJ e os valores caem no mesmo dia.

O Nubank é uma empresa transparente que cria produtos para simplificar a vida financeira das pessoas. Este conteúdo foi publicado para ajudar mais brasileiros a entender como funciona a burocracia do nosso mercado financeiro. Se você está cansado das tarifas abusivas dos grandes bancos, conheça a NuConta – a conta digital para os dias de hoje. Ela é totalmente gratuita, possui TEDs ilimitados e, nela, seu dinheiro rende todos os dias mais do que a poupança.

Digite seu nome

Quero receber a newsletter
  • Jéssica Lucia
    01 de agosto de 2019, 19h51
    O nubank cobrar taxa pra fazer transferência pelo Ted para outra conta que não seja nubank?
    • Equipe Nubank
      02 de agosto de 2019, 08h48
      Oi Jéssica, Não. :) Todas as transferências na NuConta são gratuitas. Um abraço!