Pular navegação

O que é SCR? Entenda o Sistema de Informação de Crédito e suas vantagens

Administrado pelo Banco Central, o Sistema de Informação de Crédito (SCR) funciona como um histórico das suas informações de crédito – e é por isso que o seu nome pode estar lá. Saiba o que isso significa.

O que é SCR? Imagem de um pote cheio de moedas coloridas, com duas colheres ao lado dele. O pote está sobre uma mesa em tons de roxo e azul.

Se você tem um cartão de crédito ou se já contratou um empréstimo, é provável que as informações sobre os seus pagamentos estejam no SCR. Mas afinal, o que é SCR?

SCR é a sigla para Sistema de Informações de Crédito, e, como o próprio nome sugere, trata-se de um sistema que contém informações sobre operações de crédito (como empréstimos e financiamentos), além de limites de crédito concedidos aos clientes pelas instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central (Bacen).

Ou seja: o sistema é um histórico da sua vida financeira. Ele é atualizado mensalmente com as informações sobre as suas operações de crédito acima de R$200 pelas instituições com as quais você tem relacionamento.

Esses dados incluem tanto operações a vencer (como faturas e parcelas de empréstimo que ainda não venceram), quanto operações já vencidas (como dívidas em atraso). No caso dos cartões de crédito, por exemplo, é como se todo mês o usuário fizesse dívidas que são quitadas ao pagar a fatura, gerando uma operação de crédito.

Por isso, caso constem registros de transações no seu extrato do SCR, você não precisa se preocupar. Isso não significa que você tenha alguma pendência em seu nome, nem que ele esteja com restrições em plataformas de proteção ao crédito. 

O SCR é apenas um histórico, mantido pelo Bacen para monitorar as atividades financeiras das instituições controladas por ele. 

Abaixo, veja as respostas para as principais dúvidas relacionadas ao SCR.

https://www.youtube.com/watch?v=rg5uKBZqKuA

Como funciona o SCR?

Todos os meses, as instituições fornecedoras de crédito precisam enviar para o SCR as informações contábeis atualizadas sobre as operações de crédito de seus clientes. Essas informações vão desde faturas a vencer, compras parceladas, empréstimos, financiamentos e até valores que estejam em atraso. 

Não há como excluir ou alterar algum dado antigo, mas é possível atualizar as informações conforme novos pagamentos forem feitos. Isso significa que, caso você tenha tido valores em aberto mas já quitou a dívida, essa informação será atualizada a partir do mês de pagamento (por volta do dia 20) na plataforma do SCR, com a respectiva data de pagamento do débito.

Além de servir como um registro para que o Banco Central acompanhe as operações de crédito no sistema financeiro, o SCR também pode ser utilizado para que outras instituições consultem as informações de crédito de uma pessoa e analisem o risco de conceder crédito a ela.

O SCR é uma lista de restrição ao crédito?

Algumas pessoas confundem o SCR com os apontamentos promovidos pelos órgãos de proteção ao crédito. Mas ao contrário do que muitos pensam, o SCR não é uma lista de restrição ao crédito. Ou seja: ter um cadastro com os seus dados lá não significa que houve alguma restrição no seu nome.

É importante reforçar que as informações que constam no Registrato apenas refletem o seu comportamento e pontualidade para pagamentos relacionados a produtos de crédito.

Além disso, com o SCR você tem visibilidade sobre suas transações, sendo uma forma de garantir que não há nenhuma irregularidade com o seu nome e nem que estão utilizando seus dados pessoais em golpes financeiros, por exemplo.

Dá para tirar o nome do SCR?

No SCR constam todas as suas movimentações financeiras envolvendo crédito, portanto não é possível excluir registros já ocorridos. Diferentemente do Serasa, SPC e Boa Vista, o SCR não é um órgão de proteção ao crédito em que os CPFs das pessoas inadimplentes são apontados. Aqui, as informações simplesmente são anotadas, organizadas e armazenadas para formar um histórico de uso de crédito. 

Em outras palavras, ter um registro nominal no SCR significa que algumas das suas operações de crédito estão armazenadas em um banco de dados, e não que o seu nome esteja negativado. 

Se você já teve uma dívida atrasada com alguma instituição e já quitou todo o valor, ela ainda vai aparecer lá no período que estava em aberto, mas a informação de que o valor foi devidamente pago também será incluída a partir do respectivo mês de pagamento. Da mesma maneira, se você nunca teve dívidas, isso também consta nos registros. 

Como consultar o SCR?

Para consultar o seu histórico no SCR, basta acessar o Registrato, sistema do Bacen que fornece aos cidadãos informações disponíveis em cadastros administrados pela instituição. Esse sistema disponibiliza o acesso pessoal às informações dos últimos 5 anos.

O Registrato pode ser acessado com uma conta gov.br, de nível prata ou ouro. Também é possível consultar essas informações em contato com as Centrais de Atendimento ao Público do Banco Central, pessoalmente ou via correspondência.

Os dados do SCR podem ser consultados por você, pelo Banco Central e por outras instituições financeiras – desde que com o seu consentimento. Por isso, é fundamental ler atentamente os termos e condições apresentados antes de contratar algum produto ou serviço.

Quanto tempo leva para as informações do SCR serem atualizadas?

As instituições encaminham as informações dos clientes para o Banco Central até o 9º dia útil de cada mês. Essas informações se referem à posição das operações no último dia do mês anterior e são processadas entre 2 a 3 dias úteis após o envio delas.

Devido ao tempo entre o envio das informações e o processamento delas, é comum que os dados do relatório do SCR tenham uma defasagem mínima de 20 dias em relação à última informação enviada. Portanto, caso você tenha feito algum pagamento que ainda não apareceu no registro, é só aguardar até o mês seguinte para verificar as informações mais recentes.

Não concordo com os dados armazenados sobre mim no SCR. O que eu faço?

Se você discordar das informações registradas no SCR sobre seus dados, tais como: não reconhecer alguma operação lançada; ou se o registro continuar ocorrendo nos meses posteriores ao pagamento total de uma dívida, entre em contato com a sua instituição financeira em um dos canais de atendimento oferecidos por ela. Nestes canais, a instituição poderá explicar a divergência das informações e até alterá-las, se necessário.

No caso do Nubank, é só entrar em contato conosco através de um dos nossos canais de atendimento, seja no chat no app, ou pelo telefone, nos números 4020 0185 (capitais e regiões metropolitanas) e 0800 591 2117 (demais localidades).

Quando um cliente discorda de alguma operação reportada em seu nome no SCR, é possível registrar uma Manifestação de Discordância. O Banco Central disponibiliza 5 tipos de manifestações, que se aplicam quando o cliente não concorda com:

  • A existência de operação;
  • O valor de operação;
  • O prazo da operação;
  • A taxa de juros e outros custos da operação;
  • O estado inadimplente da operação.

Vale dizer que a manifestação de discordância tem como objetivo registrar um desacordo do cliente em relação à informação divulgada no SCR, mas não tem o efeito de ocultar as informações do Registrato. 

Dessa forma, a operação continuará sendo vista nas próximas consultas, mas, junto dela, será exibida uma informação comunicando a existência da sua manifestação de discordância.

Para registrar uma manifestação, primeiro entre em contato com a sua instituição financeira e peça que a empresa faça esse registro no Sistema de Informações de Crédito do Banco Central.

Leia também:

Birô de crédito: o que é e como funciona?

Nome sujo: o que isso realmente significa?

5 coisas que você precisa saber sobre ficar com o nome sujo

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história.

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossaPolítica de Privacidade.Ao continuar a navegar, você concorda com essa Política.