Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro Como criar conta no gov....

Como criar conta no gov.br? Entenda para que ela serve e por que você precisa ter uma

A conta gov.br funciona como a sua identificação digital. Veja como criar uma e quais informações e serviços públicos você consegue acessar com ela.



Todo brasileiro utiliza, em algum momento, um serviço público, seja para conseguir um documento, uma informação ou um atendimento. Hoje, parte desses serviços pode ser acessada digitalmente, mas é preciso ter uma conta gov.br.

Veja, abaixo, como criar uma conta no gov.br, o que ela é e para que serve essa identificação digital. 

Ganhe controle sobre suas finanças: assine nossa newsletter para receber conteúdo exclusivo.

O que é a conta gov.br? 

É a sua identificação digital para acessar serviços públicos federais, estaduais e municipais. No presencial, você precisa preencher formulários, apresentar algum documento e assinar para provar quem você é. Já no digital, esse processo é diferente. A conta gov.br comprova que você é você nos meios digitais. Ela é gratuita, segura e todos os brasileiros podem ter uma. 

Com a conta gov.br, é possível acessar serviços os seguintes serviços.

Serviços previdenciários e de saúde 

  • Aplicativo e plataforma Conecte SUS (Sistema Único de Saúde), por meio dos quais você pode acessar seu histórico de saúde, seus comprovantes de vacinação, fazer agendamentos e obter informações sobre a rede do SUS, entre outros serviços oferecidos pela saúde pública. 

Serviços da Receita e acesso a documentos

  • Serviços da Receita Federal: com a conta gov.br, você consegue ter acesso à declaração do Imposto de Renda pré-preenchida, por exemplo. 
  • Documentos: carteira de trabalho digital, carteira de motorista e CPF são alguns dos documentos que podem ser acessados de forma digital com a conta gov.br. Também é possível obter documentos militares, como o certificado de dispensa de incorporação, de reservista e de alistamento militar.
  • Educação: as inscrições para o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), Prouni (Programa Universidade para Todos), Sisu (Sistema de Seleção Unificada) e Fies (Programa de Financiamento Estudantil) podem ser feitas com a conta gov.br.

Outros serviços públicos

  • Serviços públicos estaduais e municipais: estados como Goiás, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Santa Catarina já têm seus sistemas integrados ao gov.br. Assim, você também consegue acessar serviços estaduais e municipais com a mesma conta.

Muitos desses serviços podem ser acessados tanto pelo aplicativo de celular como pelo site. Contudo, o aplicativo tem mais funções, como a possibilidade de visualizar e compartilhar seus dados e documentos digitais, realizar validação facial e prova de vida.

Como criar uma conta no gov.br? 

Muita gente já tem conta no gov.br e não sabe. Entenda como checar se este é o seu caso. 

  • Entre aqui no site da conta gov.br e clique em “Criar conta”; 
  • Ou, se preferir, baixe o aplicativo “gov.br” no seu celular. Redobre a atenção aqui: apenas baixe o app por meio das lojas oficiais do seu celular e confira o nome do desenvolvedor – deve ser “Governo do Brasil”. No app, clique em “Entrar com gov.br”;
  • Digite o seu CPF e clique em “Continuar”;
  • Se você já tiver uma conta cadastrada, ele vai te pedir uma senha. Caso não saiba ou não lembre dela, basta clicar em “Esqueci minha senha” e seguir as instruções para recuperá-la ou criar outra;
  • Anote sua senha em um lugar seguro. 

Se você não tiver uma conta

Neste caso, assim que  clicar em “Continuar”, o site ou aplicativo vai te mostrar o passo a passo para criar uma. Veja: 

  • Uma página de termos aparecerá. Leia, aceite e clique em “Continuar”;
  • A conta gov.br usa algumas informações para validar a sua identidade. A conta bancária é uma delas. Depois do aceite dos termos, você pode indicar um banco e inserir informações da sua conta. Mas, se não quiser informar estes dados ou caso não tenha uma conta bancária, você pode clicar em “Tentar de outra forma”;
  • A plataforma pedirá, então, informações como data de nascimento e nome da mãe. Ao inserir todos os dados pedidos, clique em “Confirmar”; 
  • Cheque e confirme alguns dados que aparecerão na tela;
  • Você receberá um código, por e-mail ou celular. Digite esse código no campo indicado;
  • Depois dessa confirmação será possível criar uma senha. Pronto! Você criou a sua conta no gov.br.

O que são os níveis de segurança da conta gov.br?

A conta gov.br é sua identificação digital. Por isso, quanto mais informações a plataforma vincular a você, maior é a garantia de que ninguém vai tentar usar sua senha. Ou seja, maior é a segurança, tanto sua, como a do poder público. E é possível medir isso por meio dos níveis de segurança: bronze, prata e ouro. 

Você consegue enxergar o nível de segurança da sua conta assim que entra no site ou aplicativo. O nível ouro é o que tem a maior segurança, seguido do prata e bronze. Quanto maior o nível de segurança, mais serviços você consegue acessar e mais movimentações digitais consegue fazer.

O seu nível de segurança na plataforma está vinculado à forma como sua conta foi criada e validada. Lembra que você poderia indicar uma conta bancária, por exemplo, na hora de criar sua conta? Esse tipo de informação “tem mais valor”, do ponto de vista de segurança, do que apenas informações como data de nascimento. 

Ou seja, quem usou a conta bancária para provar a identidade já entra na conta com um nível de segurança maior do que quem usou dados simples de identificação, por exemplo. Veja:

  • Se você tiver CNH ou biometria facial cadastrada na Justiça Eleitoral, pode fazer o reconhecimento facial pelo aplicativo gov.br. Se der tudo certo, sua conta já será ouro ou prata;
  • Caso não tenha CNH ou biometria, você pode criar sua conta por meio do acesso em um dos bancos credenciados. Assim, sua conta será prata;
  • Ao não usar nenhuma das informações acima, você responde a um questionário e sua conta será criada no nível bronze. 

Quais as diferenças de acesso entre os três níveis? 

Veja o que você consegue acessar, de acordo com o nível de segurança da sua conta gov.br. 

ServiçosOuroPrataBronze
Uma única conta para acessar diversos serviços digitaisSimSimSim
Fazer o login em qualquer serviço gov.br sem precisar de senha, usando apenas a biometria do celularSimSimSim
Gerenciar as autorizações de uso dos seus dados SimSimSim
Realizar a prova de vida utilizando o reconhecimento facialSimSimSim
Visualizar e compartilhar seus dados e documentos digitaisSimSimNão
Utilizar serviços gratuitos de assinatura eletrônica no site assinador.iti.brSimSimNão
Acessar serviços públicos que exigem o maior grau de confiabilidade da conta gov.br SimSimNão
Habilitar a autenticação em duas etapas para ter mais segurança no uso da  sua contaSimSimNão
Nível máximo de segurança da conta gov.brMáx.AltoBásico

Consigo mudar meu nível de segurança? 

Consegue. Você só precisa validar seus dados com diferentes bases de informações, como o da Justiça Eleitoral e do seu banco, por exemplo. Para fazer isso, basta clicar em “Aumentar nível da conta” no aplicativo ou site. Ao fazer isso, a plataforma mostra as opções de validação de dados que você quer fazer. 

Veja como conseguir o nível prata 

  • Fazer validação facial pelo aplicativo, com base na foto que está registrada para a sua CNH;
  • Validar dados pessoais via internet banking de banco credenciado;
  • Usar senha do Sigepe (Sistema de Gestão de Acesso) para validar dados. Esse sistema é usado por servidores públicos.  

Como conseguir o nível ouro:

  • Fazer validação facial pelo aplicativo, com base na foto que está registrada no banco de dados da Justiça Eleitoral;
  • Validar seus dados com certificado digital.  

Leia também 

Como tirar o título de eleitor pela internet?

Data de pagamento do INSS deve mudar para MEIs e empregados domésticos

Decreto muda regras para receber o Auxílio Brasil; entenda

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história aqui.

4

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post