Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro Conheça as novas regras ...

Conheça as novas regras para renegociação de dívidas do Fies

A partir de agora, estudantes inadimplentes podem conseguir descontos de até 92%. Entenda como vai funcionar.



Estudantes com dívida aberta no Fies, o programa de financiamento estudantil, poderão  renegociar o valor com descontos a partir de agora. Isso porque tanto o Banco do Brasil quanto a Caixa Econômica Federal seguirão novas regras para a renegociação de débitos, estabelecidas em uma Medida Provisória (MP). 

A MP ainda será analisada pelo Congresso Nacional antes de virar uma lei definitiva, mas a mudança já começou a valer no dia 7 de março de 2022. As novas regras devem atingir cerca de 1 milhão de estudantes inadimplentes. 

Ganhe controle sobre suas finanças: assine nossa newsletter para receber conteúdo exclusivo.

São considerados inadimplentes aqueles que estão com dívidas atrasadas há mais de 90 dias. Segundo dados do Governo Federal, quase 52% dos estudantes do Fies estão neste grupo e a soma das prestações não pagas chega a R$ 9 bilhões.

Confira mais detalhes abaixo.

Como renegociar minha dívida no Fies?

Para aqueles que possuem dívidas entre 90 e 360 dias de atraso, a medida prevê um desconto de 12%, isenção de juros e multas, além de parcelamento em até 150 vezes. Já os que estão no grupo de inadimplentes há mais de 360 dias, o desconto é de 86%. 

Estudantes inscritos no CadÚnico ou beneficiários do Auxílio Emergencial têm desconto de 92%. Nestes casos, o saldo da dívida pode ser parcelado em até dez vezes. 

Tanto o Banco do Brasil quanto a Caixa Econômica Federal e outros agentes financeiros do programa devem disponibilizar essa negociação. Segundo a nova medida, o nome dos beneficiários será retirado dos cadastros que restringem crédito logo após o pagamento da primeira parcela. 

O valor mínimo de cada prestação é de R$ 200 e a operação pode ser feita diretamente nos canais de atendimento do banco ou agente financeiro onde o contrato foi firmado.

Como renegociar minha dívida pelo Banco do Brasil?

No Banco do Brasil, você pode solicitar a renegociação presencialmente em uma agência bancária ou pela internet, via aplicativo. No celular, você deve acessar a opção 

“Soluções de Dívidas” e logo após clicar em “Renegociação Fies”

Caso você seja um dos mais de 500 mil beneficiários elegíveis para o parcelamento pelo BB, poderá verificar os descontos disponíveis, as opções de parcelamento e também o valor de cada parcela pelo app.

Informações adicionais estão disponíveis no portal do banco ou pelo telefone no número 0800-729-0001. Quem preferir, pode também abrir um atendimento no WhatsApp, pelo número (61) 4004-0001.

Como renegociar minha dívida pela Caixa Econômica Federal?

Na Caixa, todo o processo é feito pela internet. Cerca de 800 mil estudantes serão contemplados. Para saber se você é um deles, basta acessar o site e verificar se o seu perfil está dentro das regras estabelecidas para renegociação. 

Após confirmar seu enquadramento nas regras e simular a renegociação, é só gerar o boleto para pagamento da primeira parcela. Quem preferir, pode ainda quitar a dívida de uma única vez. . 

Informações adicionais estão disponíveis no site da Caixa ou pelo telefone, no número 0800 726 0101.

Em ambos os bancos, caso o pagamento da renegociação não seja realizado, os estudantes podem sofrer multas e juros moratórios, além de outros encargos previstos em contrato. 

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história.

5

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post