Complete abaixo para pedir sua NuConta e seu cartão de crédito

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Negócio O que é contabilidade e...

O que é contabilidade e como ela afeta a sua empresa?

Se você é empresário ou está pensando em abrir seu próprio negócio, é importante ter em mente que a contabilidade pode ajudar a manter saudável a vida financeira da sua organização.

Todo recém empreendedor já ouve de cara que precisa montar uma boa estrutura de contabilidade. Mas você entende exatamente o que isso significa?

Contabilidade é a ciência que estuda as movimentações do patrimônio (bens, direitos e obrigações) nas organizações. Por meio dela são gerados os demonstrativos financeiros e econômicos que servem de base para as operações cotidianas e obrigatórias (como os pagamentos de encargos e impostos), além de influenciar as decisões de qualquer negócio.

Por que a contabilidade é importante para um negócio?

Independente do ramo da sua empresa, é preciso ter controle das finanças para não ter prejuízo. Uma boa estrutura de contabilidade garante que haverá visibilidade e identificação ágil de problemas financeiros.

Além disso, de acordo com a legislação federal, toda sociedade empresarial (seja de fins lucrativos ou não) precisa realizar a contabilidade.

O empresário é obrigado a seguir um sistema de contabilidade, automatizado ou não, e a levantar anualmente o balanço patrimonial e o de resultado econômico de seu empreendimento.

Vale ressaltar que a contabilidade deve ser feita e assinada por um contador registrado no CRC (Conselho Regional de Contabilidade).

Alguns termos da contabilidade que você precisa saber

  • Balanço patrimonial: é o demonstrativo contábil que tem como objetivo evidenciar a posição patrimonial e financeira da organização. Ele é constituído da seguinte forma:
  1. Ativo: compreende os bens, direitos e as demais aplicações de recursos controlados pela entidade, capazes de gerar benefícios econômicos futuros;
  2. Passivo: inclui as origens de recursos representados pelas obrigações para com terceiros, resultados de eventos que ocorreram e que exigem ativos para o seu pagamento.
  3. Patrimônio líquido: recursos próprios da empresa. Seu valor é a diferença positiva entre o valor do ativo e o valor do passivo.
  • Regime de competência: registra as transações quando elas ocorrem. Se você comprou e recebeu uma mercadoria em janeiro, a operação será registrada no próprio mês de janeiro.
  • DRE: é a Demonstração do Resultado do Exercício. Ela apresenta o resumo financeiro dos resultados operacionais e não operacionais de uma empresa e abrange o período estabelecido como exercício financeiro, que geralmente vai de janeiro a dezembro (12 meses). Porém, também pode ser elaborada mensalmente para fins administrativos e trimestralmente para fins fiscais.
  • Resultado econômico: utiliza o regime de competência, ou seja, a mercadoria que é lançada em seu valor integral, mesmo que a compra ou venda seja parcelada. Ele considera o patrimônio líquido da empresa e é apresentado na Demonstração de Resultado de Exercício (DRE).

O que faz um contador?

O contador é o profissional responsável pelas questões financeiras, tributárias, econômicas e patrimoniais de uma empresa. Para exercer suas atividades, ele precisa ter um diploma de graduação em Contabilidade reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) e obter o registro no Conselho Regional de Contabilidade (CRC). Vale lembrar que técnicos em contabilidade também precisam obter o registro no CRC.

O contador pode trabalhar como autônomo ou como funcionário em escritórios de contabilidade, empresas públicas e privadas, organizações não governamentais e no setor militar.

Sou MEI. Preciso de um contador?

A resposta é não. Mas, antes disso, é importante entender o que é MEI.

O MEI é um Microempreendedor Individual. Com a formalização, a pessoa passa a atuar como uma pessoa jurídica – com Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ) –, e pode emitir notas fiscais e ter os direitos de qualquer trabalhador, como auxílio maternidade, auxílio doença e aposentadoria. 

Entenda mais sobre essa categoria aqui.

Voltando ao assunto desse tópico… Se você é MEI, não é obrigado a contratar um contador e também está dispensado da contabilidade formal.

No entanto, o microempreendedor individual deve manter o controle do que compra, vende e o quanto está ganhando com seus serviços, pois é essencial para que se mantenha nessa categoria de MEI o respeito ao limite de faturamento.

Mesmo não sendo obrigado a ter contador, caso o microempreendedor individual queira que seu serviço contábil seja realizado por um profissional, pode ser uma boa ideia contratá-lo.

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história aqui.

Digite seu nome

Quero receber a newsletter