Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Complete os campos ao lado para pedir sua Conta e Cartão de crédito

Agora complete abaixo para pedir sua conta e cartão de crédito

Precisamos de um CPF válido
Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu e-mail. Precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início O que é uma startup e po...

O que é uma startup e por que esse termo se popularizou?

De uma pessoa sozinha em seu computador a uma estrutura bilionária. Entenda como funciona esse tipo de empreendimento.



Talvez você já tenha usado o termo startup para se referir à algumas empresas modernas e que têm se destacado em determinado mercado, mas… você realmente sabe o que é uma startup?

“Uma startup é uma instituição humana desenhada para criar um novo produto ou serviço em condições de extrema incerteza.”

Essa é a definição feita por Eric Ries, referência nesse modelo de negócio e autor do best-seller The Lean Startup (Crown Publishing Group, 2011). Mas, para entender de verdade, é preciso ir além disso. Abaixo você entende melhor o que é uma startup e como funciona esse tipo de empreendimento.

O que é uma startup?

Considerando a origem da palavra, startup é sinônimo de iniciar algo e colocar em funcionamento.

Em poucas palavras: São consideradas startups empresas que desenvolvem produtos inovadores e têm potencial de crescimento rápido. Para isso, utilizam a tecnologia, principalmente as tecnologias da informação e a internet. 

Elas podem atuar nos mais diversos mercados e indústrias: no Brasil, por exemplo, elas atuam nas áreas de educação, finanças, internet, saúde e bem-estar e agronegócio.

Além disso, é importante dizer que as startups são empresas, seguindo essas características, que estão em estágio inicial de operações e não apresentam lucro real neste momento.

Por isso, elas contam com investidores que injetam capital e também trazer sua experiência em negócios para a empresa. Na visão de investidores, esse modelo é uma oportunidade de ter retorno bastante promissor: apostar em um negócio pequeno que tem alto potencial de crescimento.

Um exemplo famoso é o Google, que começou como um pequeno site de buscas na internet e hoje é uma das empresas mais valiosas do mundo. Aliás, o Vale do Silício, na Califórnia (EUA), foi berço dessa e de centenas de outras empresas de tecnologia bem sucedidas. 

Com o tempo, especialmente a partir dos anos 1990, o modelo de estruturação e crescimento das startups começou a se popularizar. Um dado que mostra o quão popular as startups se tornaram nos últimos anos é que, segundo a Abstartups (Associação Brasileira de Startups), entre 2015 e 2019 o número dessas empresas no Brasil aumentou mais de três vezes, passando de 4.151 para 12.727.

O que é uma startup: características 

De acordo com a definição de Ries, essas são as características que mais se destacam em uma startup:

  1. Inovação: essas empresas criam um produto ou serviço que se diferencia dos outros no mercado em que atuam;
  2. Escalabilidade: o modelo de negócio de uma startup precisa ser escalável, ou seja, ter o poder de atingir um grande número de usuários de forma rápida e sem custos altos;
  3. Repetibilidade: uma startup é tipicamente capaz de reproduzir a experiência de consumo de seu produto ou serviço de forma simples, sem exigir o crescimento de recursos humanos ou financeiros na mesma proporção;
  4. Flexibilidade: por ser inovadora, de ambiente incerto e altamente competitivo, uma startup precisa ter a capacidade de atender e se adaptar rapidamente a demandas do mercado. Geralmente, os funcionários de empresas assim possuem autonomia para tomar decisões, independente da posição em que ocupam.

Uma curiosidade: as startups, em sua maioria, possuem uma linguagem de termos e expressões própria, o chamado “startupês”. Aqui você confere um glossário dos termos mais comuns e o que cada um deles significa.

O que é uma startup unicórnio?

O termo startup unicórnio também ficou popular nos últimos anos, com o aumento no número das empresas que chegam a essa categoria – hoje, são 442 delas em todo o mundo, segundo a consultoria CB Insights. 

Basicamente, as startups unicórnio são empresas que ainda estão no estágio de startup que chega a uma avaliação de valor de mercado de US$ 1 bilhão ou mais. O termo foi criado pela investidora estadunidense Aileen Lee e sua explicação é simples: ela brinca que esse tipo de empresa é tão raro quanto unicórnios.

Saiba mais sobre essa categoria de startups aqui

O Nubank é uma startup?

Pode-se dizer que sim. Não pelo número de funcionários ou pela falta de certeza se seus produtos vão dar certo – o Nubank é considerado uma startup por conta de sua cultura e metodologia de trabalho, pensada para tornar a criação de produtos mais ágil e focada no cliente, fugindo das organizações tradicionais.

Funcionários trabalhando no escritório do Nubank
Funcionárias do Nubank com seus cachorros no escritório em São Paulo

Hoje, o Nubank é a principal fintech – empresa que desenvolve produtos financeiros totalmente digitais – da América Latina, com mais de 13 milhões de clientes. 

Começamos com um cartão de crédito gratuito, poucos anos depois criamos a conta do Nubank e o Rewards, mais recentemente começamos a testar empréstimo e PJ e agora demos os primeiros passos na expansão internacional com a abertura de escritórios no México e na Argentina.

Em 2019, a revista Fast Company elegeu o Nubank como a empresa mais inovadora da América Latina e a 36ª do mundo no ranking das 50 Most Innovative Companies.

Leia mais:

Como o Nubank usa a metodologia ágil para ser mais eficiente

Cachorros no escritório: o que eles têm a ver com a cultura do Nubank?

Como o Nubank desenvolve produtos – e por que eles nunca estão, de fato, prontos

4.69

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post