Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Complete os campos ao lado para pedir sua Conta e Cartão de crédito

Agora complete abaixo para pedir sua conta e cartão de crédito

Precisamos de um CPF válido
Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu e-mail. Precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Investimentos Fiagro: o que são os fun...

Fiagro: o que são os fundos de investimento do agronegócio?

Os Fundos de Investimento nas Cadeia Produtivas Agroindustriais (Fiagro) existem para impulsionar o agronegócio brasileiro e facilitar a captação de recursos e investimentos no setor. Entenda como funciona.



Quem investe em agronegócio sabe que o Brasil é o terceiro maior produtor agrícola do mundo, e um dos pilares da economia do país. Por isso, investidores do setor estão animados com uma novidade chamada Fiagro. Os Fundos de Investimento das Cadeias Agroindustriais (Fiagro) entraram em vigor no dia 2 de agosto de 2021, ou seja: as gestoras interessadas já podem negociar os produtos na Bolsa de Valores.

O agronegócio vem se expandindo. Segundo dados da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), entre 1975 e 2017, a produção de grãos cresceu mais de seis vezes, chegando a 236 milhões, e a área plantada dobrou. Ou seja, houve uma aceleração na produtividade, que foi possível graças aos investimentos e inovação no setor.

Durante a pandemia, o Brasil exportou 131,5 milhões de toneladas de produtos agrícolas, de acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Além disso, o Brasil é líder global na exportação de soja, açúcar e café.

Ao mesmo tempo, a Frente Parlamentar da Agropecuária estima que ainda sejam necessários mais de R$700 bilhões para aprimorar a produção brasileira. Com o intuito de captar investimentos para o setor é que surge o Fiagro.

O que é Fiagro?

Sigla para Fundos de Investimento nas Cadeias Produtivas Agroindustriais, o Fiagro é um tipo de investimento, criado pela Lei N° 14.130 de março de 2021, que tem como objetivo permitir que pessoas físicas ou jurídicas, inclusive estrangeiros, possam investir no agronegócio brasileiro.

Sua criação foi inspirada nos Fundos Imobiliários e adaptada para a realidade rural. Lembrando que Fundos imobiliários ou FIIs, funcionam como outros fundos de investimento: reúnem pessoas interessadas em investir e têm gestores responsáveis por controlar e gerenciar para onde  os valores irão. 

Entenda: Fundos de investimento: o que são?

Como funciona o Fiagro?

Um gestor ou instituição financeira fica responsável pela decisão de onde investir os valores, sempre seguindo as políticas definidas pelo regulamento.

Para participar dos fundos, os investidores adquirem cotas que, somadas, representam o seu patrimônio total. No Fiagro, os investimentos devem ser feitos em ativos do agronegócio (veja mais abaixo).

Quando um investidor compra uma cota em um fundo de investimento, a expectativa é que ela se valorize, aumentando seu patrimônio. Por isso, as aplicações realizadas pelo fundo procuram ser positivas, para que os ganhos sejam divididos de forma proporcional entre os participantes.

Vale dizer que os Fiagro e os FII compartilham, em grande parte, a mesma base legal e regime tributário, como a isenção do Imposto de Renda incidente sobre os rendimentos distribuídos por esses fundos para as pessoas físicas, nos termos da Lei nº 11.033/2004.

Letra de Crédito Imobiliário e Letra de Crédito do Agronegócio

Como investir no Fiagro?

Os recursos captados devem ser aplicados em ativos relacionados ao setor agroindustrial, que vão desde propriedades rurais até cotas de outros fundos que invistam no setor.

O Fiagro pode investir em:

  • imóveis rurais (aquisição de fazendas, por exemplo);
  • participação em sociedades que explorem atividades integrantes da cadeia produtiva agroindustrial;
  • direitos creditórios do agronegócio – certificados de recebíveis do agronegócio (CRA) e cotas de fundos de investimento em direitos creditórios;
  • direitos creditórios imobiliários relativos a imóveis rurais;
  • ativos financeiros, títulos de crédito ou valores mobiliários emitidos por pessoas físicas e jurídicas dentro da cadeia produtiva agroindustrial;
  • cotas de fundos de investimento que apliquem mais de 50% de seu patrimônio em ativos do agronegócio.

Leia também: Fundos de investimentos do Nubank: como funcionam?

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história.

3.91

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post