Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro Dicionário Financeiro Empréstimo com garantia ...

Empréstimo com garantia de veículo: o que é e como funciona?

Também conhecido como refinanciamento, ele pode ser uma boa opção para pegar dinheiro emprestado com taxas de juros mais baixas.



Empréstimo com garantia de veículo: o que é e como funciona? Imagem de uma perua kombi pintada em roxo e verde claro. Créditos: Bob Smith, Unsplash.

Quem já precisou pegar dinheiro emprestado alguma vez, seja para reformar a casa ou investir em seu próprio negócio, sabe que ter acesso a crédito com baixa taxa de juros é importante para não perder o controle financeiro. E o empréstimo com garantia de veículo pode ser uma boa opção nesse momento. 

Segundo o Índice FinanZero de Empréstimo (IFE), relatório mensal que mede a demanda por crédito na internet, o principal motivo pela busca de empréstimo, em março de 2022, foi o pagamento de dívidas (34,6%), seguido de renovação da casa (22,4%) e abrir um negócio próprio (21,2%). Ou seja, recorrer a um empréstimo também pode ser uma saída em um momento de emergência e que ajude a retomar a saúde financeira. 

Ganhe controle sobre suas finanças: assine nossa newsletter para receber conteúdo exclusivo.

Entenda, abaixo, o que é o empréstimo com garantia de veículo e como ele funciona.

O que é um empréstimo com garantia?

O empréstimo com garantia funciona como outras modalidades: você pede uma quantia de dinheiro emprestada e paga de volta em parcelas com uma taxa de juros. A diferença é que as instituições financeiras que oferecem esse tipo de crédito utilizam algum bem de quem está contratando o empréstimo como garantia de pagamento.

Podem ser usados como garantia bens imóveis, como casas e terrenos, automóveis, como carro, caminhão ou moto, ou até mesmo o celular. Isso significa que, caso o pagamento das parcelas do empréstimo ou das renegociações não seja realizado, o bem pode pode ser usado para compensar o valor em aberto.

Quando o cliente dá algum tipo de garantia à instituição financeira que está oferecendo o crédito, ela passa a ter menos risco de inadimplência e, assim, consegue liberar uma taxa de juros mais baixa, ou prazos maiores e até mesmo valores mais altos – de acordo com o valor do bem em garantia.  

Essa categoria de empréstimo também é conhecida como refinanciamento, isso porque, assim como em um financiamento tradicional, o bem também fica alienado à instituição financeira como garantia. Ou seja, a maioria das pessoas financia o bem quando o compra e, agora, pode refinanciar esse mesmo bem para pegar um empréstimo

Como funciona o empréstimo com garantia de veículo?

O empréstimo com garantia de veículo é semelhante a outros tipos de empréstimo com garantia, a diferença é que nessa modalidade você precisa ter um veículo para usá-lo como bem garantidor. 

Além das etapas de análise de crédito, existe um processo de avaliação do valor do bem, que pode ser realizado pela própria instituição ou por uma empresa terceirizada. Em outras palavras, é nessa hora que o valor real do seu veículo é definido. Baseado no valor do veículo, um limite de empréstimo é definido, a depender das regras de cada instituição. 

Exemplo: o seu carro vale R$ 50 mil e a instituição A oferece até 80% do valor do veículo como crédito. Ou seja, você poderá pegar até R$ 40 mil emprestado. 

O fato de oferecer um bem como garantia faz com que as chances de aprovação e os valores de empréstimo sejam bem maiores, já que o veículo que está sendo usado como garantia reduz o risco de inadimplência do cliente e os possíveis  prejuízos da instituição financeira. 

Por isso, desde o processo de simulação, é preciso que estejam claras todas as regras e condições do empréstimo em garantia que pretende contratar. 

Quais tipos de veículos podem ser usados como garantia?

O mais comum no mercado é o uso de carros como garantia, mas existem instituições que também aceitam outros tipos de veículos, como motos e até mesmo maquinários (tratores, escavadeiras, etc).

Normalmente, as instituições financeiras indicam um ano mínimo de fabricação, ou até mesmo uma região específica, para usar o veículo como garantia. Exemplo: carros fabricados a partir do ano 2007 nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro. 

O que acontece com o veículo após a contratação do empréstimo? 

Muitas pessoas têm receio de contratar essa modalidade de empréstimo pensando que não poderão usar o carro ou que podem perdê-lo de um dia para o outro, mas isso não verdade. 

Após a contratação, o veículo fica alienado à instituição financeira e não pode ser vendido até o pagamento de todo o valor do empréstimo, mas você pode seguir usando ele normalmente – essa informação ficará indicada no Certificado de Registro do Veículo (CRV). 

Se algum imprevisto acontecer com o carro nesse período, como roubo, furto ou perca total, cada instituição possui diferentes possibilidades de negociação e podem depender do fato do veículo ter um seguro ou não. Por isso, antes de fazer a contratação do empréstimo, entenda todos os cenários possíveis, prazos e documentações necessárias para situações como essa. 

Caso o orçamento aperte, antes de usar o bem para abater a dívida, as instituições financeiras apresentam novas opções de refinanciamento da dívida para ajustar as parcelas à sua nova realidade. Na maioria das vezes é mais vantajoso à instituição renegociar do que tomar o veículo e assumir o risco. 

Leia mais sobre empréstimos:

Como é feito um empréstimo?

Empréstimo com garantia: entenda como funciona 

Empréstimo com portabilidade de salário e empréstimo consignado: qual a diferença?

4.46

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post