Complete abaixo para pedir sua NuConta e seu cartão de crédito

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Produtos 7 dúvidas mais comuns s...

7 dúvidas mais comuns sobre o RDB do Nubank

O que é? Como funciona? Tem FGC? Veja respostas para as perguntas mais frequentes sobre essa opção de investimento na NuConta.

Em junho de 2019, o Nubank passou a oferecer aos clientes da NuConta a opção de depósito em RDB – um tipo de investimento que rende 100% do CDI e conta com a garantia do FGC, o Fundo Garantidor de Créditos. 

Oi, calma? O que isso tudo quer dizer?

As siglas do mercado financeiro podem ser um pouco confusas. Na época, a gente fez um post explicando em detalhes essa mudança – mas é comum que as pessoas ainda tenham dúvidas sobre como funciona o RDB do Nubank.

Veja, abaixo, repostas para sete das perguntas mais frequentes.

1.O que exatamente é o RDB do Nubank?

RDB, ou Recibo de Depósito Bancário, é um tipo de investimento de renda fixa de baixo risco. O rendimento do RDB está atrelado ao CDI, uma taxa comum no mercado financeiro . Ou seja: o RDB rende uma porcentagem do CDI.

Veja aqui tudo sobre o CDI.

Antes, todo o dinheiro depositado na NuConta ficava aplicado em títulos públicos rendendo 100% do CDI.

Desde julho de 2019, o cliente tem a opção de aplicar no RDB do Nubank e receber o mesmo rendimento de 100% do CDI. No entanto, o valor no RDB pode ser usado pela gente para outras finalidades, como, por exemplo, oferecer empréstimos.

Justamente por poder ser misturado ao nosso patrimônio, essa modalidade de depósito oferece a proteção do FGC – o Fundo Garantidor de Créditos.

2. Qual é a vantagem do RDB do Nubank?

O RDB do Nubank oferece liquidez diária – você pode retirar o dinheiro quando quiser sem perder o rendimento. No mercado, essa prática não é comum e, normalmente, os RDBs oferecidos pelas instituições não possuem essa liquides.

Para quem já é cliente NuConta, na prática, pouca coisa muda. O rendimento é o mesmo nas duas modalidades: 100% do CDI.

No entanto, todo o dinheiro colocado em RDB do Nubank tem a proteção do Fundo Garantidor de Créditos – o FGC, que garante até R$250 mil para os clientes por conta. A cobertura tem um teto de R$ 1 milhão por CPF ou CNPJ globais durante 4 anos.

O FGC é uma instituição sem fins lucrativos que funciona como um seguro. Essa proteção não é cobradas dos clientes.

Ou seja: depositar o dinheiro em RDB continua garantindo as principais vantagens de sempre da NuConta:

  1. Rendimento superior à poupança: a uma taxa de 100% do CDI.
  2. Liquidez diária, o que significa que você pode usá-lo quando quiser.
  3. Impostos não mudam: Os valores dos impostos (Imposto de Renda, IR,e Imposto sobre Operações Financeiras, IOF) cobrados sobre os rendimentos continuam iguais.

3. Todo o dinheiro da NuConta tem proteção do FGC?

Somente os depósitos em RDB contam com a proteção FGC.

O dinheiro em títulos públicos não tem proteção do FGC, mas é considerada uma opção muito segura, dado que o dinheiro colocado é separado do patrimônio do Nubank.

4. O RDB é obrigatório?

Não. O cliente poderá escolher se quer ou não aplicar na nova modalidade RDB. Essa escolha é feita pelo app, de forma super simples (veja abaixo). 

Uma vez feita essa escolha, todos os novos depósitos serão aplicados em RDB. Caso contrário, todos os novos depósitos continuam em títulos públicos.

No dia-a-dia, o cliente continua vendo o saldo e os rendimentos de forma única.

5. Como ativar o RDB do Nubank? Posso mudar de ideia?

Pelo aplicativo, de forma super simples – e sim, é possível mudar de ideia.
Para ativar o RDB basta abrir o aplicativo do Nubank, acessar a opção “Configurar NuConta” e depois “Opções de depósito”.

Uma nova tela explicando como funciona o RDB aparecerá, e basta tocar em “Quero ativar” – pronto! Veja o passo a passo no GIF abaixo:

6. Quero colocar o dinheiro que já está na NuConta em RDB. Como faz?

A gente recomenda que os clientes que desejarem ativar o RDB coloquem apenas os novos depósitos, e não transfiram o dinheiro já existente na NuConta. Essa recomendação é para evitar a cobrança dos impostos ( Imposto de Renda e o IOF) que incidem sobre os rendimentos da NuConta. 

No entanto, para os clientes que desejarem, basta gerar um boleto com valor que desejar mover para RDB e pagar usando o saldo da sua NuConta. Vale lembrar que o valor máximo para um boleto é de R$ 15.000,00.

7. Como funcionam os impostos sobre o RDB?

Da mesma forma que são cobrados no depósito em títulos públicos. Imposto de Renda e IOF são impostos obrigatórios cobrados pelo governo. Eles incidem somente sobre o rendimento da NuConta – e não sobre o valor depositado. Quanto mais tempo o dinheiro fica sem ser movimentado, menos imposto é pago.

Ainda não é cliente?

Digite seu nome

Quero receber a newsletter