Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Complete os campos ao lado para pedir sua Conta e Cartão de crédito

Agora complete abaixo para pedir sua conta e cartão de crédito

Precisamos de um CPF válido
Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu e-mail. Precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro Taxa de juros: empréstim...

Taxa de juros: empréstimo vale a pena? Saiba como calcular

Antes de contratar um empréstimo, é muito importante ter visibilidade de quais são as taxas de juros cobradas.



Pedir um empréstimo pode ser uma boa solução para lidar com alguma emergência financeira ou chegar mais perto de realizar aquele sonho e objetivo que, normalmente, levaria muito mais tempo para ser atingido.

Mas é importante não se esquecer que ao contratar um empréstimo, sempre serão cobradas taxas de juros – o pagamento do empréstimo, portanto, sempre será maior do que o valor contratado. 

E como são cobrados os juros em um empréstimo? 

Normalmente, os juros cobrados por um empréstimo são do tipo composto – ou, em outras palavras, juros sobre juros, pois são somados aos juros acumulados do montante que ainda está em aberto do empréstimo.

Como assim?

Vamos considerar um empréstimo de R$ 3 mil, que será pago em 10 meses e tem juros de 3% ao mês. Na primeira parcela, serão cobrados R$90 de juros (3% de 3.000). 

Neste caso, o total do empréstimo vai ser de R$ 3.516,90 e este será, dividido em dez parcelas de R$ 351,69. O valor da primeira parcela é abatido do quanto ainda deve ser pago do empréstimo – logo, sobram  R$2.738,31. Sobre esse valor, irá incidir 3% de juros.

E assim por diante. 

É possível perceber que, em um empréstimo, exatamente por conta da cobrança de juros compostos, o prazo de pagamento tem grande influência. Afinal, quanto mais tempo, maiores serão os juros acumulados.

O que as instituições financeiras fazem é considerar o custo total do empréstimo, já com os juros compostos cobrados, e dividí-lo pelo número de parcelas que o cliente quer pagar – assim, ele paga todo o mês o mesmo valor. Por isso, é possível oferecer descontos nas parcelas quando o cliente faz o pagamento antecipado delas. 

Custo Efetivo Total (CET) do empréstimo

Esta é a maneira como os juros de um empréstimo são calculados – mas podem existir outros custos além dele. A composição de todos esses custos é chamada de Custo Efetivo Total (CET). O CET é apresentado para quem contrata o empréstimo como um percentual anual e pode incluir seguros, tributos e tarifas, além dos juros e do IOF que são obrigatórios.

Em empréstimos, o IOF, sigla para Imposto sobre Operações Financeiras, é de 0,38% sobre o valor total mais uma porcentagem de 0,0082% por dia, calculada de acordo com o prazo de pagamento.

A contratação de seguro para empréstimo e outros adicionais variam conforme a instituição financeira. Por isso, é importante ficar atento a quais são os custos do seu empréstimo além da taxa de juros para evitar pagar mais por ele. 

Empréstimo Nubank

O empréstimo pessoal do Nubank oferece uma experiência completamente nova de empréstimo e dá segurança e autonomia ao cliente durante todas as etapas.  

No nosso app, é possível fazer uma simulação em tempo real: você diz o valor que deseja contratar, escolhe o número de parcelas e vê, na hora, os juros e o valor total e mensal que irá pagar – o tal do CET de uma forma muito mais transparente e simples.

Sem letras miúdas. Sem ansiedade. Você tem autonomia e transparência para gerenciar o seu empréstimo em todas as etapas:

  • Controle na hora de decidir: pelo app, Simular empréstimo é mais simples e fácil de entender. Ali, também dá para ver exatamente o valor da taxa de juros, escolher o número de parcelas, o valor das parcelas e as datas de cada pagamento. É possível simular diversas possibilidades, quantas vezes quiser.
  • Controle na hora de contratar: transparência e clareza nas informações para você saber exatamente o que está levando. As informações que você quer saber estão sempre em destaque e, se tudo estiver como você espera, a contratação termina em dois cliques. A partir daí, o dinheiro cai na sua conta do Nubank. A análise é feita na hora, mas é possível que sejam pedidas algumas informações complementares.
  • Controle na hora de pagar: um jeito eficiente para você ver quanto já pagou e quanto ainda falta pagar. Se quiser antecipar algum pagamento, basta escolher as parcelas para receber o desconto dos juros. Tudo pelo app, na hora que desejar.

Como funciona o empréstimo com portabilidade de salário no Nubank?

Sem asteriscos ou letras miúdas no contrato e com um processo transparente e rápido, o Nubank oferece agora a opção de empréstimo com portabilidade de salário. O objetivo é facilitar a vida das pessoas, não só no momento de contratar, mas também na hora de realizar os pagamentos.

Os pagamentos do empréstimo com portabilidade não serão descontados diretamente do salário de quem contratar – o cliente paga suas parcelas normalmente, por ser um empréstimo pessoal. Logo, o dinheiro sai direto do saldo da conta do Nubank.

Como saber se tenho acesso?

Vale dizer que, por enquanto, essa opção está disponível para alguns clientes que já possuem o cartão de crédito e a conta do Nubank – a nossa conta digital gratuita. Nossas análises acontecem diariamente e um novo valor pode ser liberado a qualquer momento.

Para checar se você tem acesso, vá em nosso app na tela de “Empréstimos”. Se ainda não estiver disponível imediatamente para você, ative as notificações clicando em “Avise-me” no seu app para saber, em primeira mão, quando a liberação acontecer.

Passo a passo para fazer o empréstimo com portabilidade de salário

  1. No app do Nubank, clique na opção de empréstimo e escolha “Empréstimo com portabilidade de salário”;
  2. Escolha o valor do empréstimo, o número de parcelas e a data de pagamento da primeira parcela;
  3. Selecione “Trazer salário”;
  4. Leia as informações da próxima tela e clique em “Continuar com portabilidade” para seguir com a solicitação;
  5. Digite o CNPJ da empresa em que trabalha (você pode encontrar essa informação no seu holerite, ou na carteira de trabalho) e aperte “Continuar”;
  6. Insira a razão social do seu empregador;
  7. Selecione o banco em que sua empresa processa as folhas de pagamento (quem já tem portabilidade em algum lugar, o banco informado continua sendo o que a empresa originalmente deposita);
  8. Coloque a sua senha de 4 dígitos do app do Nubank;
  9. Para confirmar a portabilidade e o empréstimo, na tela seguinte, clique em “Continuar com empréstimo”;
  10. Confirme o valor solicitado e toque em “Contratar empréstimo”;
  11. Pronto! O valor do empréstimo já vai direto para a sua conta do Nubank.

“Já tenho a portabilidade, como funciona pra mim?”

Caso você já tenha feito a portabilidade do seu salário para o Nubank, é ainda mais simples: ao entrar na parte de empréstimos do seu aplicativo, o desconto na taxa de juros já será aplicado quando você simular um empréstimo.

Empréstimo com portabilidade de salário: como funciona no Nubank

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história.

4.17

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post