Pular navegação

Tabela do Pix: como se proteger do golpe que promete dinheiro rápido?

Caiu em um anúncio nas redes sociais prometendo Pix em dobro? Cuidado: pode ser o golpe da Tabela do Pix. Saiba como se proteger.

Desde que foi lançado, em 2020, o Pix é o meio de pagamento queridinho dos brasileiros. Nos primeiros três anos de operação, a ferramenta movimentou quase R$ 30 trilhões, em mais de 66 bilhões de transações, segundo o Banco Central. O efeito colateral dessa popularidade é que ele também passou a ser usado para crimes, como o golpe da Tabela do Pix. Entenda mais sobre ele a seguir.

Tabela do Pix: como funciona esse golpe?

No golpe da Tabela do Pix, os criminosos prometem dinheiro rápido em anúncios nas redes sociais e apps de mensagem. Eles atraem as vítimas para esquemas fraudulentos que prometem multiplicar os ganhos de quem topa participar. Funciona assim: a cada Pix feito para a conta dos golpistas, a vítima receberia o valor de volta multiplicado por dez.

Na teoria, uma pessoa que realiza um Pix de R$ 100 receberia de volta R$ 1 mil. Ou então, aplicando R$ 200, o retorno seria de R$ 2000, e assim por diante. 

Nas publicações, os golpistas convencem as vítimas de que o dinheiro é usado por um robô para fazer investimentos de forma automática, com retorno rápido em até 10 minutos. Também são usados comprovantes de pagamento falsos e imagens de conversas com pessoas que supostamente se deram bem com o investimento. 

Tanto os valores quanto as contas bancárias utilizadas para aplicar o golpe são compartilhadas em publicações nas redes sociais com tabelas informando o suposto valor da multiplicação – é daí que vem o nome "Tabela do Pix". O golpe também é conhecido como "Urubu do Pix" pois, em alguns casos, os posts levam a imagem do animal ao lado da tabela.

Clique aqui para conhecer outras tentativas de golpes de Pix

https://www.youtube.com/watch?v=IX3O0E7Udz4

Como não cair no golpe da Tabela do Pix?

Existem alguns cuidados que você pode tomar para não cair em golpes, seja ele da Tabela do Pix ou alguma outra tentativa de te enganar. Confira abaixo.

Desconfie de promessas de dinheiro rápido

Pense só: por que alguém te ofereceria dinheiro em troca de um Pix? Quais são as garantias de que aquele Pix realmente voltará para a sua conta? Em geral, esquemas que prometem ganho de dinheiro rápido e fácil são um chamariz para golpes. Desconfie caso encontre anúncios assim.

Como ganhar dinheiro? Os mitos e as verdades sobre o que te contam por aí

Não faça transferências de Pix para contas que você não conhece

Evite fazer transferências de Pix para contas que você não conhece, sobretudo aquelas usadas em redes sociais que prometem te estornar o valor. Antes de realizar qualquer transação, tenha certeza de que as informações da conta bancária estão corretas e confira sempre o nome do beneficiário que irá receber o dinheiro. 

Também é importante que você proteja sua chave Pix. Não compartilhe dados sensíveis como o CPF, pois eles também podem ser usados pelos criminosos para aplicar crimes financeiros no seu nome. 

Tome cuidado com perfis falsos ou clonados nas redes sociais

Às vezes, o golpe da Tabela do Pix é realizado com contas hackeadas. É por isso que um perfil de alguém próximo a você pode aparecer, do nada, indicando algum investimento supostamente "infalível", em que o dinheiro "cai na hora" sem você precisar fazer nada. 

Caso você encontre um perfil suspeito nas redes, ou se acredita que alguém que você conhece teve a conta invadida, abra uma denúncia na própria plataforma e tente contato com a pessoa por outro canal, fazendo uma ligação telefônica ou chamada de vídeo, por exemplo.

Golpes no Instagram: conheça os mais comuns e aprenda a se proteger

https://www.youtube.com/watch?v=1hcwBhtdznw

Caí no golpe da Tabela do Pix. E agora?

Se você foi vítima de um golpe, avise sua instituição financeira imediatamente, por meio de um canal de atendimento oficial. 

No caso do Nubank, você pode registrar uma ocorrência pelo chat do app, pelos telefones 4020 0185 (capitais e regiões metropolitanas), 0800 591 2117 (demais localidades) ou no e-mail meajuda@nubank.com.br

Registre também um boletim de ocorrência do caso junto à Secretaria de Segurança Pública da sua região. Quanto mais rápido você agir, mais fácil será resolver a situação. 

Vale dizer também que, em alguns casos, a denúncia do golpe e a abertura de uma contestação de compra podem fazer com que a sua conta sofra um bloqueio preventivo até que as informações sejam apuradas pela sua instituição financeira. 

Leia também:

Phishing: o que é e como funciona esse tipo de golpe?

Parece o Nubank, mas não é o Nubank: conheça nossas iniciativas de prevenção a golpes

Como recuperar meu Instagram?

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história.