Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro Prazo final para pedir a...

Prazo final para pedir auxílio emergencial é no dia 2 de julho

Quem fizer o pedido nas últimas semanas do prazo também receberá as parcelas já anunciadas, mas em um calendário específico.

Pessoas que podem pedir o auxílio emergencial de R$ 600 mas ainda não o fizeram têm até o dia 2 de julho para enviar o pedido pelo site do auxílio ou pelo aplicativo para smartphone. A data marca exatos 90 dias desde que a lei do auxílio emergencial foi promulgada.

Vale dizer: mesmo quem pedir o auxílio emergencial agora, nesta fase final, terá direito ao pagamento das parcelas já confirmadas. Por enquanto, três parcelas de R$ 600 (ou R$1200) foram anunciadas e mais duas de R$ 300 foram mencionadas. 

A diferença é somente a data de pagamento – pessoas que fizeram o pedido até o dia 26 de maio, por exemplo, começaram a receber o pagamento da primeira parcela no dia 16 de junho, como você pode ver aqui.

Quem pode pedir o auxílio emergencial?

Pode pedir o auxílio quem cumprir os seguintes requisitos:

  • ser maior de 18 anos (exceto mães adolescentes, que podem receber mesmo sendo menores de idade);
  • não ter emprego formal;
  • não receber benefício previdenciário ou assistencial, exceto o Bolsa Família – aposentadoria, o benefício de prestação continuada, e seguro-desemprego, por exemplo;
  • estar abaixo do teto de renda para solicitar o auxílio (renda total da família de até R$ 3.135 ou renda por membro da família de R$ 522,50);
  • não ter recebido mais de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis ao longo de 2018.

Todos os trabalhadores que cumprirem os requisitos podem solicitar o auxílio?

Não. Trabalhadores informais, que não têm vínculos trabalhistas ou registros em carteira de trabalho, têm direito ao benefício.

Ele também se estende para quem é MEI (Microempreendedor Individual), trabalhadores por conta própria que contribuem para o INSS de forma individual ou facultativa – opcional, em outras palavras – e trabalhadores intermitentes (que prestam serviços por hora, dia ou meses para mais de um empregador).

Portanto, trabalhadores com carteira assinada no regime CLT, funcionários públicos e até trabalhadores com contrato temporário não são elegíveis para pedir o benefício. 

Aqui veja mais sobre quem tem direito de pedir o auxílio emergencial, como receber e outros detalhes.

Como pedir o auxílio emergencial?

Para pedir o auxílio emergencial, você pode acessar o site criado pela Caixa Econômica ou o aplicativo para smartphone. Em ambos os casos, o passo a passo é semelhante – veja aqui.

Dúvidas sobre o auxílio emergencial? Explicamos todas elas aqui.

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história aqui.

4.5

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post