Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Complete os campos ao lado para pedir sua Conta e Cartão de crédito

Agora complete abaixo para pedir sua conta e cartão de crédito

Precisamos de um CPF válido
Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu e-mail. Precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro Como fazer o cálculo do ...

Como fazer o cálculo do décimo terceiro salário?

O 13o salário pode ser pago em uma ou duas parcelas - e calcular o quanto você receberá não é tão simples. A gente explica.



Todo trabalhador registrado no regime CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) tem direito a receber, anualmente, o décimo terceiro salário – um salário a mais no ano, proporcional aos meses que trabalhou. É uma conta complicada e, por isso, é comum surgirem duvidas sobre como fazer o cálculo do décimo terceiro salário.

Abaixo, veja um passo-a-passo para entender o valor do 13º.

Em primeiro lugar: quem tem direito ao décimo terceiro salário?

O décimo terceiro salário foi instituído pela lei 4.090/1962 como uma gratificação de Natal; por isso, desde então, ele é pago em dezembro; também é possível que as empresas o paguem em duas parcelas, sendo a primeira no mês de junho. 

Têm direito a receber o décimo terceiro salário todos os trabalhadores registrados na CLT por pelo menos 15 dias de um ano. Ou seja: você recebe o décimo terceiro salário proporcional ao tempo em que trabalhou durante um ano, contanto que seja superior a 15 dias.

Se trabalhou por 6 meses, seu décimo terceiro salário será proporcional a esse tempo; se trabalhou durante um ano inteiro, será um salário líquido.

Como fazer o cálculo do décimo terceiro

Trabalhadores que ficaram durante todo o ano na empresa

Quem trabalhou durante todo o ano em uma mesma empresa não terá dificuldades para saber o quanto vai receber de décimo terceiro salário: se o pagamento é feito em uma única parcela, ele será equivalente a exatamente seu salário do mês anterior

Por outro lado, se o benefício é pago em duas parcelas, não basta somente dividi-las ao meio. A primeira corresponderá à metade do salário do mês anterior, mas a segunda não: sobre ela vão incidir os descontos do INSS e do Imposto de Renda, que variam conforme o salário recebido.

Vale lembrar: com a aprovação da Reforma da Previdência, o desconto do INSS passa a ser feito por faixas de salários. Explicamos aqui.

Mostramos na tabela a seguir:

INSS

SalárioDesconto
Até R$ 1.751,818%
De R$ 1.751,82 a R$ 2.919,729%
De R$ 2.919,73 a R$ 5,839,4511%
Acima de R$ 5.839,45R$ 642,34

Imposto de Renda

SalárioDescontoParcela a deduzir
Até R$ 1.903,980%R$ 0
De R$ 1.903,99 a R$ 2.826,657,5%R$ 142,8
De R$ 2.826,66 a R$ 3.751,0515%R$ 354,8
De R$ 3.751,06 a R$ 4.664,6822,5%R$ 636,13
Acima de R$ 4.664,6827,5%R$ 869,36

Trabalhadores que recebem o décimo terceiro proporcional

A grande dificuldade está em calcular o décimo terceiro quando não se trabalhou por um ano inteiro – e o décimo terceiro será proporcional aos meses registrado.

Além disso, como ele pode ser pago em duas parcelas, calcular o quanto será pago em cada uma também é difícil.

Se você recebe o décimo terceiro salário em uma parcela, o cálculo é feito da seguinte maneira:

  • O valor de seu salário bruto será dividido por 12;
  • O resultado deve ser multiplicado pelo número de meses trabalhados no ano; o valor será o de seu décimo terceiro;
  • Sobre ele, deverão ser descontados o Imposto de Renda e o INSS, como explicamos acima.

Se o pagamento do décimo terceiro salário será feito em duas parcelas, o cálculo é diferente. Para saber o valor da primeira parcela:

  • O salário bruto deverá ser dividido por 12 e multiplicado pelo número de meses até outubro; o valor da primeira parcela será correspondente a 50% do resultado.

Para saber o valor da segunda parcela, a conta é um pouco diferente: 

  • Dividir o salário bruto por 12, multiplicar por 10 e, do resultado, subtrair o valor da primeira parcela e os descontos do INSS e do IR.

Vale ressaltar: se você trabalhou em mais de uma empresa, você receberá o décimo terceiro salário proporcional pelo tempo que trabalhou em cada uma. 

Décimo terceiro proporcional em caso de demissão

Os trabalhadores que são demitidos sem justa causa recebem o décimo terceiro salário proporcional ao tempo trabalhado no ano; ele será pago junto com os demais valores da rescisão – aviso prévio, férias, salário proporcional, etc.

O cálculo também é simples: basta dividir o último salário recebido (incluindo horas extras e adicionais), dividir por 12 e multiplicar pelo número de meses trabalhados no ano.

Vale lembrar que um mês só pode ser incluído na conta se o trabalhador tiver trabalhado no mínimo 15 dias dele. Exemplo: uma pessoa que trabalhou por oito meses e 20 dias, deverá contar nove meses trabalhados.

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história aqui.

3.91

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post