Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Empreender 7 dicas para organizar a...

7 dicas para organizar as compras no cartão de crédito da empresa

O cartão de crédito não precisa ser um vilão na vida do seu negócio. Com os passos certos, é possível organizar melhor os gastos e não se assustar com o valor da fatura no fechamento do mês.



Ele tá na boca do povo e já não é tão mal compreendido. Em 2021, o cartão de crédito movimentou mais de R$ 1 trilhão em operações, segundo a Abecs, a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços. A tendência, segundo a instituição, é de que esse número cresça cada vez mais. 

Uma justificativa para a popularidade está na praticidade que um cartão de crédito oferece na hora de fazer compras online. A boa capacidade de concessão de crédito das instituições financeiras também ajuda a explicar os números. No ano passado, a inadimplência nos pagamentos chegou ao seu menor patamar nos últimos dez anos: abaixo de 4%, ainda de acordo com a Abecs. Isso demonstra que a percepção dos usuários sobre a ferramenta tem mudado e que talvez seja possível encontrar um ponto de equilíbrio nessa relação.

Ganhe controle sobre suas finanças: assine nossa newsletter para receber conteúdo exclusivo.

No mundo das empresas, ter um cartão de crédito pode ser um facilitador. Se você já tem o hábito de comprar no cartão de pessoa física, pode aproveitar e replicar seu conhecimento ao usar o da conta jurídica. 

As regras são as mesmas: o cartão é um método de pagamento com um limite pré-aprovado que te permite parcelar o valor total de uma compra ou serviço. Fazendo as escolhas certas, dá para aproveitar essa vantagem no dia a dia do seu negócio e, ao mesmo tempo, ter organização e controle do dinheiro da empresa. 

A seguir, confira dicas que podem te ajudar nessa missão. 

1- Não extrapole o limite do cartão de crédito

A dica de ouro para qualquer pessoa com um cartão de crédito é entender que o limite funciona como um empréstimo. Toda vez que você olhar para o valor disponível, é importante ter em mente que aquele saldo pode ser usado, mas que ele não compõe a renda total da sua empresa. Isso sem falar que as compras que você faz com ele agora, deverão ser pagas depois. 

O segredo é entender que esse limite precisa andar lado a lado com o quanto a sua empresa ganha, sem jamais extrapolar o valor. Seguindo esse passo, você evita surpresas no fechamento da fatura.

2- Fique atento as datas de fechamento e vencimento da fatura

Estes são os momentos mais importantes para quem usa cartão de crédito. A data de fechamento encerra os gastos do mês corrente e todas as compras que forem feitas após esse dia só serão computadas na fatura seguinte. 

Já a data de vencimento é o dia limite para, de fato, pagar a fatura. Geralmente, uma é próxima da outra. Conhecendo bem esse calendário, você pode até ganhar mais tempo para pagar suas compras e também evita juros por atrasos. 

3- Separe os gastos da empresa dos seus gastos pessoais

Pode ser tentador fazer uma compra que você precisa muito no cartão coorporativo. Mas, no campo das finanças, é importante manter esses dois universos separados para organizar melhor o seu fluxo de caixa. Isso também vai te dar mais clareza sobre o que entra e o que sai da sua fatura no fim do mês. 

4- Classifique as compras

Controlar gastos é importante, organizá-los também. Para além de conhecer cada item descrito na fatura, segmentar as compras em grupos pode te ajudar a entender quais áreas da empresa receberam um investimento maior ou menor naquele mês. 

Essa classificação pode ser feita no próprio aplicativo do banco, com a criação de tags específicas para cada área ou em uma ferramenta separada, como em planilhas ou até mesmo em um caderno. O importante é que essa segmentação seja feita com regularidade e em um local de fácil acesso para você. 

5- Use o cartão de crédito a seu favor

Treine o seu olhar para perceber as situações em que uma compra no crédito é mais vantajosa do que uma compra no débito. O parcelamento, por exemplo, pode ser interessante para comprar ferramentas de trabalho que tenham um valor muito alto (especialmente se não houver descontos no pagamento à vista). 

Nestes casos, verifique sempre em quantas vezes você pode parcelar aquela compra sem que ela seja acrescida de juros. 

6- Escolha um cartão de crédito adequado às necessidades do seu negócio

Pense nos motivos que fazem um cartão de crédito ser importante para o seu negócio e escolha a melhor opção a partir disso. Existem cartões com diferentes bandeiras e facilidades: alguns são especiais para MEIs e microempresas, outros te dão a possibilidade de pagar antes de gastar (são os chamados cartões de crédito pré-pagos). 

Também já existem cartões PJ com programa de pontos ou que oferecem cashback nas compras. Dependendo do ramo da sua empresa e da quantidade de funcionários que terão acesso ao cartão, é possível criar um exclusivo para compras de passagens aéreas ou outras atividades necessárias para o negócio.  

7- Restrinja os acessos do cartão de crédito

Para empresas com mais de um funcionário, é fundamental limitar o número de pessoas que têm acesso ao cartão de crédito. Centralizar a responsabilidade sobre o uso do cartão a uma pessoa ou a um grupo restrito de pessoas evita que a organização saia dos trilhos. 

Converse com essa equipe frequentemente para garantir que tudo está dentro do esperado e juntos definam estratégias para alocar o crédito da melhor forma. 

Este texto faz parte da missão do Nubank de lutar contra a complexidade do sistema financeiro para empoderar as pessoas – físicas e jurídicas. Com a conta PJ queremos ajudar donos de pequenos negócios, empreendedores e autônomos a focarem no que realmente importa. Saiba mais e peça sua conta PJ do Nubank.

4.75

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post