Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Segurança Digital Como proteger os seus da...

Como proteger os seus dados em sites de e-commerce?

Lojas virtuais têm sido alvos de ataques hackers. Veja como saber se seus dados já vazaram e o que fazer para manter suas informações pessoais seguras ao comprar online.



Comprar online faz parte da rotina de muita gente. Entre 2020 e 2021, 91% dos internautas fizeram compras pela internet, de acordo com uma pesquisa da CNDL/SPC Brasil. São diversos produtos e serviços adquiridos a partir de alguns cliques em sites ou aplicativos, o que torna o ato de comprar cada vez mais cômodo. Apesar da praticidade, é preciso ter alguns cuidados. 

Notícias de ataques a grandes lojas de varejo e sites de e-commerce têm sido frequentes nos últimos meses. E, com esses ataques, surgem algumas perguntas: é seguro comprar online? O que fazer para proteger os seus dados e reduzir os danos que uma violação de segurança pode causar?

Ganhe controle sobre suas finanças: assine nossa newsletter para receber conteúdo exclusivo.

Antes de tudo: sim, é possível comprar online com segurança. No entanto, por mais que os principais sites de e-commerce possuam ferramentas e mecanismos de proteção, eles ainda estão sujeitos a serem alvos de ataques – e é por isso que cada pessoa também deve tomar precauções individuais para manter suas informações mais seguras. 

Veja como saber se seus dados vazaram e o que fazer para se proteger em situações de vulnerabilidade de sites e serviços que você utiliza.

Como saber se seus dados vazaram?

Do seu nome até o número do cartão de crédito, há uma série de dados que podem ser violados e usados por cibercriminosos para aplicar golpes ou cometer fraudes como se fossem você. Por isso, é importante checar, de tempos em tempos, se alguma informação sua já foi exposta na internet.

Existem serviços oficiais para monitorar dívidas e processos abertos em seu nome. Ao utilizar esse tipo de ferramenta, dá para saber se seu CPF foi consultado por alguma empresa recentemente, se existem cartões de crédito em seu nome e se algum dado pessoal (como e-mail ou número de telefone, por exemplo) já vazou na dark web.

Uma forma de consultar informações sobre contas em instituições financeiras e operações de crédito feitas com o seu CPF é acessando o Registrato ​​(Extrato do Registro de Informações), sistema que fornece aos cidadãos informações disponíveis em cadastros administrados pelo Banco Central. Ter acesso a esse tipo de informação te ajuda a identificar uma possível fraude, caso você não tenha relacionamento com alguma das instituições que aparecem vinculadas a você.

Para saber se alguma senha sua já vazou na internet, você pode buscá-la no site Have i been pwned?, que aponta se sua credencial já foi violada em algum momento.

O que fazer para se proteger?

A maneira mais eficiente de se proteger ao comprar em lojas online é combinar boas práticas de segurança:

  1. Nunca repita senhas. Se você for vítima de algum vazamento de banco de dados e sua senha estiver lá, pessoas mal intencionadas poderão acessar todas as suas contas de uma só vez – imagine, por exemplo, que você usa a mesma senha em um site de um jogo virtual e na loja online que guarda dados pessoais e do seu cartão de crédito, por exemplo. Se o site do jogo for violado, a sua senha fica exposta não apenas lá, mas também na loja online;
  2. Se você usa a mesma senha para mais de um serviço (como e-mail, redes sociais e apps de banco), troque suas credenciais – veja como criar uma senha forte;
  3. Ao comprar online, prefira usar o cartão virtual. O cartão virtual é mais seguro e prático do que o cartão físico, já que ele pode ser criado e excluído com apenas alguns cliques, gerando uma nova numeração na mesma hora. No Nubank, você pode ter mais de um cartão virtual ao mesmo tempo, veja como ativar;
  4. Sempre que possível, ative a autenticação de dois fatores da sua conta. Assim, mesmo que a sua senha seja violada, você ainda terá uma segunda barreira de segurança para evitar acessos indevidos;
  5. Preste atenção a e-mails, mensagens ou ligações: golpistas podem se passar pelo serviço de atendimento ao cliente de alguma loja ou instituição que você conhece, e, com alguns de seus dados (como nome, CPF e endereço) em mãos, conseguem extrair mais informações suas ou até dinheiro;
  6. Evite clicar em links de fontes desconhecidas. Na dúvida, entre em contato com empresas pelos canais de atendimento divulgados em seus sites. 

Leia mais sobre segurança digital:

Com qual frequência é necessário trocar de senha?

5 dicas para proteger seu cartão de crédito em compras online

Como saber se um site de compra é seguro?



Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história.

3.8

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post