Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Segurança Digital Por que não usar a mesm...

Por que não usar a mesma senha em vários serviços online?

Grande parte das nossas informações são armazenadas online - e, ao repetir senhas, você aumenta as chances de ter problemas. Veja como se proteger.

Notícias sobre vazamentos de dados estão cada vez mais comuns. Infelizmente, não  existe um jeito infalível de impedir completamente que informações sejam expostas por terceiros – no entanto, a boa notícia é que existem sim maneiras de manter seus dados mais seguros e, uma delas, é não usar a mesma senha em diversos sites, apps ou serviços online.

A lógica por trás dos vazamentos

Desde que o mundo é mundo a internet foi popularizada, a venda de informações pessoais e o vazamento de senhas acontece. Se antes golpistas comercializavam listas, disquetes e pen drives, hoje, com a intensidade do digital nas nossas vidas, esse tipo de golpe ficou mais fácil.

Com frequentes ataques em massa aos bancos de dados de empresas, governos, ou mesmo com golpes do tipo phishing – em que usuários são enganados para, voluntariamente, entregar credenciais –  as chances dos nossos dados serem expostos é maior.

E é aí que entra a importância de não repetir senhas. 

Ao ter acesso às suas credenciais de uma plataforma, o golpista pode não se ater apenas ao site exposto, mas testar essa mesma senha em outras plataformas. Seja manualmente, com computadores ou bots (robôs), é possível testar essas credenciais em outros sites por tentativa e erro, milhões de vezes. O mais comum, entretanto, é que o hacker venda essas senhas para que outros ataques sejam feitos por outros golpistas.

Ou seja, quando uma senha é exposta, ela automaticamente “cai na rede” e vira mais uma possibilidade de tentativa de invasão. Cadastrando a mesma senha em mais de uma conta, você deixa suas credenciais potencialmente expostas em diferentes serviços online.

Apesar da frequência desse tipo de incidente, uma pesquisa da PSafe de 2019 mostra que 5 a cada 10 brasileiros utilizam a mesma senha em diferentes contas ou serviços de internet.

Também em 2019 ficou conhecido mundialmente um caso de vazamento chamado Collection #1, que violou mais de 21 milhões de senhas que até hoje são vendidas de forma ilegal na deep web para pessoas mal intencionadas.

E como construir senhas seguras?

O primeiro ponto é: use senhas diferentes em serviços diferentes. Não repita a senha do e-mail no site de compras, na rede social e até no banco, pois isso aumenta muito os seus riscos.

Bom, mas só ter senhas diferentes é o suficiente para te proteger?

Não, é necessário mais do que isso para estar mais seguro. Você precisa criar senhas fortes, mas isso não é a mesma coisa de criar uma senha complexa, cheia de caracteres especiais e que você não vai lembrar depois.

Então, o que fazer (e o que não fazer)? Veja abaixo dicas do  evangelista de segurança no Nubank, Jonas Abreu:

  1. Não salve a sua senha em papéis ou planilhas. Uma falha de segurança mais grave pode expor as senhas facilmente. Para lembrar, use frases ou uma sequência de números ou palavras que tenha significado só para você (e que não sejam datas de aniversário, ano de nascimento, etc);
  2. Use frases longas e, de preferência, uma associação de palavras sem sentido (exemplo: uma fruta, uma rua, uma atividade física, um objeto…). Quanto mais diferentes forem as palavras (e únicas), mais segura será a sua senha;
  3. Se a senha precisa ser, necessariamente, numérica, evite sequências facilmente identificáveis, como datas especiais, 1234, 9876, entre outras. Quanto mais aleatória a sequência, melhor;
  4. Use gerenciador de senhas online: com o gerenciador de senhas é possível criar senhas mais complexas. Essas plataformas são criptografadas e só é necessário lembrar o código de acesso a ela (que deve ser único e seguro). Lá, você terá acesso às outras senhas;
  5. Evite datas ou palavras simples;
  6. Nunca forneça a sua senha após clicar em um link enviado para você – na dúvida, abra o aplicativo ou site em uma página separada ou saia do sistema e entre em contato com um dos canais oficiais de suporte ao cliente.

Saiba mais detalhes sobre como criar senhas fortes aqui

Quer saber mais sobre segurança online? Leia também:

“Te vi pelado na web”. Saiba como se proteger desse golpe

Celular clonado: entenda o golpe de invasão

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história aqui.

5

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post