Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro Como funciona o financia...

Como funciona o financiamento de carros?

Financiar um carro é a maneira mais comum de adquirir um veículo no Brasil. Saiba como funciona e o que é necessário para ter o financiamento aprovado.



Se você anda pensando em comprar um carro, saiba que não está sozinho. A pandemia aumentou a busca pelo automóvel como meio de transporte entre os brasileiros, segundo mostra a pesquisa da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). O levantamento aponta que 75% dos entrevistados gostariam de comprar ou trocar de carro em 2021.

Mas e se eu não tiver o dinheiro para cobrir o valor total do veículo? Bom, se essa é uma pergunta que passa pela sua cabeça, saiba que o financiamento pode ser uma boa alternativa.

Ganhe controle sobre suas finanças: assine nossa newsletter para receber conteúdo exclusivo.

E que tipo de documentação é precisa para financiar um carro? Como aumentar as chances de ter um financiamento aprovado no banco ou instituição financeira? Veja todas as informações abaixo.

Entenda a diferença entre empréstimos e financiamento.

O que é um financiamento de carro?

O financiamento de carro funciona como um empréstimo. Ele é concedido a uma pessoa ou empresa que deseja adquirir um veículo novo, seminovo ou usado e não tem dinheiro suficiente para comprá-lo à vista ou dar uma entrada significativa. 

Esse crédito é fornecido por instituições financeiras, públicas e privadas. E é importante dizer que, como em todo tipo de empréstimo, são cobrados juros. A diferença do financiamento para um empréstimo comum é que o valor das parcelas costuma ser menor, e quem tomou o dinheiro emprestado tem mais tempo para pagar.

Quais são os requisitos para financiar um carro?

Antes de financiar um carro, é preciso ter em mente alguns pontos importantes. Veja abaixo.

1. Nome limpo 

Se você tem interesse em financiar um carro, o primeiro passo é garantir que seu nome não esteja negativado. Ou seja, não ter o nome nas listas dos órgãos de proteção ao crédito, como Serasa e SPC. 

Ter o nome negativado indica para o mercado que a pessoa é má pagadora, por isso ela encontrará dificuldades para ser aprovada em um financiamento.

2. Idade mínima

O processo de financiamento exige uma avaliação de risco. Isso porque o banco ou instituição financeira precisa ter certeza de que você vai conseguir pagar essa quantia, conforme o combinado. 

Para fazer essa avaliação, um dos fatores levados em consideração é a idade. A idade mínima é de 20 anos, já que, antes disso, as pessoas dificilmente possuem um histórico de crédito robusto. Dessa forma, não é possível saber se ela é uma boa pagadora. 

A idade máxima é de 70 anos. Como a expectativa de vida no Brasil é de 76 anos, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), entende-se que pode ser um negócio arriscado aprovar um financiamento a ser pago em longo prazo.

3. Renda comprovada

Um dos elementos analisados para saber se o interessado em financiar carro conseguirá pagar o empréstimo é a sua capacidade de fazer os pagamentos.

É importante lembrar que a parcela do financiamento (e de qualquer tipo de empréstimo) só pode comprometer até 30% da renda mensal do cliente.

4. Score

Para financiar um carro, é necessário ter um bom score. Mas o que é isso? É uma pontuação entre 0 e 1000 que indica a probabilidade de alguém atrasar ou não o pagamento de uma conta. O score é um indicador do seu perfil financeiro e pode ser consultado por empresas e bancos antes de concederem crédito – seja ele por meio de um cartão, empréstimo ou financiamento.

Quanto mais próxima a pontuação estiver de mil, melhor é o perfil financeiro da pessoa e, portanto, maiores as chances de ter um pedido de crédito aprovado.

Por outro lado, quanto menor a pontuação, maiores as chances de ela atrasar uma conta – e, assim, ter um pedido de crédito negado.

Quais documentos são necessários para financiar um carro?

Na hora de solicitar um financiamento de carros, tenha em mãos os documentos abaixo (originais e cópias):

  • RG;
  • CPF;
  • Comprovante de estado civil;
  • Comprovante de rendimentos (holerite ou extratos bancários).

Tipos de financiamento

O financiamento de carros novos ou usados pode ser feito de três formas: CDC (Crédito Direto ao Consumidor), leasing e consórcio. Abaixo, veja mais detalhes de cada uma.

Crédito Direto ao Consumidor (CDC) 

Pelo CDC, o consumidor realiza um empréstimo em um banco ou instituição financeira para comprar o carro. Mas quem cedeu o dinheiro fica como proprietária do veículo que está sendo financiado até que a dívida seja quitada. 

O cliente, ou comprador, tem direito à posse do carro e pode usá-lo – mas, no papel, só será proprietário quando todas as prestações forem pagas. Isto é chamado de alienação fiduciária.

Leasing 

No leasing, quem compra o carro é a empresa de leasing (um banco que oferece esse tipo de serviço), e “aluga” o veículo ao consumidor. Assim, o cliente paga pelo aluguel do carro, que fica no nome da empresa de leasing até o término das prestações. Após pagar todas as parcelas, o consumidor passa a ser o dono do carro. 

Neste caso, as taxas de juros são fixadas no início do contrato e não sofrem alterações ao longo do período de pagamento.

Consórcio 

O consórcio é um método de compra no qual pessoas (físicas ou jurídicas) se unem em um grupo para adquirir um bem ou serviço (nesse caso, o carro). O grupo é formado e gerido por uma empresa administradora de consórcios autorizada pelo Banco Central (Bacen).

Funciona assim:

  • A administradora organiza o grupo de consorciados;
  • Um prazo é determinado e o valor do bem ou serviço que se quer adquirir é diluído em parcelas;
  • A soma das parcelas pagas a cada mês deve ser suficiente para permitir a compra de uma ou mais unidades do bem;
  • Mensalmente, um ou mais participantes do grupo são sorteadas para adquirir a carta de crédito da compra à vista;
  • E, assim por diante, até que todos os consorciados sejam contemplados.

O sorteio não é a única forma de receber a carta de crédito. Na maioria dos casos, os planos de consórcio permitem que as pessoas ofereçam lances, antecipando prestações. Neste caso, funciona como um leilão: quem der o maior lance ganha a carta de crédito.

Nessa situação, diferentemente do CDC e do leasing, as prestações sofrem alterações ao longo do pagamento, de acordo com a variação do preço do automóvel em questão.

Sendo assim, se o preço aumenta, a parcela sobe, se o preço do automóvel diminui, a parcela acompanha essa redução. Vale dizer que os contratos de consórcio podem ser de até 84 meses. 

É cobrada uma taxa de administração, referente aos serviços prestados pela empresa. Essa taxa, que é cobrada mensalmente, varia de acordo com a administradora.

Leia também:

Cuidados na hora de pedir empréstimo pessoal

Como funciona o seguro de carros: da franquia à cobertura, veja no que ficar de olho

Carro é investimento? E imóvel?

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história. 

3.63

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post