Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Empreender Primeiros Passos Quer começar um negóci...

Quer começar um negócio? Responda estas 3 perguntas antes

Não existe uma receita pronta para quem quer empreender, mas é essencial se preparar antes de dar o primeiro passo.

Começar um negócio: fotografia de uma mulher mexendo no notebook apoiado na mesa

Não existe uma receita pronta para quem quer começar um negócio. Dependendo do perfil do empreendedor e do empreendimento em si, esse processo pode demorar algumas horas, dias ou até mesmo anos. Mas, antes de dar o primeiro passo, é essencial se preparar.

No Brasil, estima-se que existam 53,5 milhões de pessoas à frente de alguma atividade empreendedora, envolvidos na criação de novo empreendimento, consolidando um novo negócio ou realizando esforços para manter uma empresa já estabelecida, de acordo com a edição de 2019 da pesquisa Global Entrepreneurship Monitor.

Se você está pensando em entrar para este grupo, responder as três perguntas abaixo pode te deixar mais preparado para o que está por vir.

1. Qual sua motivação para começar um negócio?

Você quer começar um negócio porque enxergou uma oportunidade no mercado ou porque precisa de uma fonte de renda para se manter?

Entre as pessoas que estão começando a empreender, 88,4% concordam (total ou parcialmente) que a falta de empregos está entre as principais razões para começar um negócio, segundo a pesquisa Global Entrepreneurship Monitor.

Por outro lado, 51,4% dos empreendedores iniciais apontam que uma das principais motivações para empreender é fazer a diferença no mundo – e 36,9% indicam a vontade de construir uma grande riqueza ou uma renda muito alta.

Entender qual é a sua motivação pode te ajudar a encontrar o ritmo ideal para começar um negócio e ajustar as expectativas.

Se você precisa empreender para ter uma fonte de renda, por exemplo, pode ser importante encontrar alguma atividade que possa ser realizada de forma rápida. Afinal, mais tempo para começar significa mais tempo sem dinheiro entrando.

2. Quanto dinheiro você tem para começar?

Entender quanto você pode investir para começar um negócio é essencial para o sucesso da empreitada. 

Um estudo de 2013 do Sebrae mostrou que 24,4% das empresas fecham as portas em menos de dois anos. Entre os principais motivos para isso estão a falta de capital de giro, lucros baixos e o acúmulo de dívidas.

Por isso, um dos primeiros passos é analisar suas finanças e ver quanto você pode investir para começar. Se você precisa ter lucro logo no início, por exemplo, é essencial que o investimento inicial não seja maior do que os ganhos que você vai obter.

Caso você não tenha dinheiro para comprar matérias-primas à vista e precise usar o cartão de crédito, uma boa estratégia é começar pequeno. Compre poucos insumos, avalie os resultados dos primeiros dias e organize as próximas compras a partir daí.

Dessa forma, você corre menos risco de gastar um dinheiro que você não tem e acabar com matérias-primas encalhadas.

3. Você sabe como administrar um negócio?

Não é necessário ter um diploma nem um curso específico para começar um negócio, mas saber um pouco sobre controle financeiro, marketing, atendimento e vendas, por exemplo, pode facilitar – e muito – essa jornada.

Uma pesquisa de 2014 do Sebrae sobre os motivos que levam ao fechamento de uma empresa mostrou que aquelas que costumam investir em capacitação, aperfeiçoar produtos e serviços, estar atualizadas com respeito às tecnologias do setor e inovar em processos e procedimentos tendem a sobreviver mais no mercado.

Se você quer empreender, pode ser importante refletir sobre quais temas você precisa aprender e buscar mais informações. Os conteúdos abaixo podem ajudar:

Este texto faz parte da missão do Nubank de lutar contra a complexidade do sistema financeiro para empoderar as pessoas – físicas e jurídicas. Com a conta PJ, queremos ajudar donos de pequenos negócios, empreendedores e autônomos a focarem no que realmente importa. Saiba mais.

4.23

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post