Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Complete os campos ao lado para pedir sua Conta e Cartão de crédito

Agora complete abaixo para pedir sua conta e cartão de crédito

Precisamos de um CPF válido
Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu e-mail. Precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Empreender Termos e siglas O que é um investimento ...

O que é um investimento semente? E capital semente?

Destinado a empresas ou startups em estágio inicial, esse tipo de aporte pode ajudar um negócio a se estabelecer no mercado. Entenda.



Sabe aquela máxima de que não basta uma boa ideia para criar um negócio de sucesso? Também entram nesta equação a capacidade de tirá-la do papel, validá-la com consumidores e levantar o dinheiro necessário para colocar a empresa de pé e estabelecê-la no mercado – etapa em que um investimento semente pode ser crucial.

Quer entender como funciona esse tipo de capital de risco e qual a diferença para capital semente? Confira abaixo.

O que é um investimento semente? E capital semente?

Basicamente, investimento semente é um aporte financeiro realizado em uma empresa ou startup em estágio inicial. Já o capital semente (ou seed money, em inglês) é, justamente, o dinheiro investido.

E por que semente?

Porque, geralmente, esse tipo de investimento é destinado a empresas que ainda estão em desenvolvimento – ou seja, criando um produto ou serviço, fazendo pesquisa de mercado, montando plano de negócio, validando a ideia.

Um investimento semente também pode ser destinado a empresas que já têm um produto definido, clientes e faturamento, mas precisam de capital para crescer e se estabelecer no mercado.

Para quê serve um investimento semente?

A finalidade de um investimento semente varia de acordo com o estágio da empresa investida. 

Caso seja um negócio em desenvolvimento, o capital pode ser usado para financiar a operação enquanto o produto ou serviço é desenvolvido e validado no mercado – uma vez que o empreendimento ainda não gera receita.

Por outro lado, se a empresa já tiver um produto validado e gerar faturamento, o capital semente pode ser aplicado para acelerar o crescimento do negócio e estabelecê-lo no mercado.

Como funciona um investimento semente?

Um investimento semente é feito por fundos de investimentos. De forma geral, eles reúnem recursos de diversos investidores e aportam o dinheiro em mais de uma empresa – como são negócios em estágio inicial, essa é uma forma de diluir os riscos para quem investe.

Mas isso não é uma regra. Investimentos semente também podem ser feitos por fundos de empresas ou instituições.

Além do capital semente, também é comum que as empresas investidas recebam mentoria dos investidores – que compartilham seus conhecimentos, experiências e redes de contato. Por isso, esse investimento também é chamado de smart money – ou dinheiro inteligente, em português.

Geralmente, o objetivo dos investidores é ter um retorno financeiro positivo caso as empresas cresçam e recebam investimentos maiores, sejam compradas ou abram o capital na bolsa de valores.

Investimento semente x investimento-anjo: qual a diferença?

Investimento-anjo é um tipo de aporte no qual uma pessoa física usa capital próprio para investir em empresas novas com alto potencial de crescimento, segundo a Anjos do Brasil – organização sem fins lucrativos referência em investimento-anjo no país.

Já o investimento semente, como explicado acima, geralmente é realizado por fundos de investimentos em empresas em desenvolvimento ou que precisam de capital para expandir seu alcance e se estabelecer no mercado. 

Este texto faz parte da missão do Nubank de lutar contra a complexidade do sistema financeiro para empoderar as pessoas – físicas e jurídicas. Com a conta PJ, queremos ajudar donos de pequenos negócios, empreendedores e autônomos a focarem no que realmente importa. Saiba mais.

4.55

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post