Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Complete os campos ao lado para pedir sua Conta e Cartão de crédito

Agora complete abaixo para pedir sua conta e cartão de crédito

Precisamos de um CPF válido
Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu e-mail. Precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Segurança Digital 5G, 4G e 3G: qual a dife...

5G, 4G e 3G: qual a diferença entre as redes móveis?

Cada geração traz tecnologias mais avançadas em relação à anterior, e as siglas ajudam a identificar essa evolução. Entenda.



Se tem uma verdade inquestionável sobre a tecnologia é que ela evolui – e muito rápido. De tempos em tempos, surge uma nova rede móvel que promete revolucionar as telecomunicações e entregar uma conexão de internet X vezes mais rápida para celulares, tablets e outros dispositivos. Foi assim com o 3G, depois com o 4G e, agora, estamos próximos de viver em um mundo conectado com o 5G.

Mas qual a diferença entre cada uma delas? Será que as evoluções são tão grandes assim? Conheça as respostas abaixo.

Primeiro, o que é o G de 3G, 4G e 5G?

O G de 3G, 4G e 5G é de “geração”. Ou seja: terceira, quarta e quinta gerações das redes móveis. Basicamente, cada uma traz novidades e tecnologias diferentes em relação às anteriores – e as siglas ajudam a identificar essa evolução ao longo do tempo. 

Qual a diferença entre 3G, 4G e 5G?

Para ficar mais fácil de entender a diferença entre 3G, 4G e 5G, basta pensar nas diferentes gerações de um celular. A cada novo modelo, o fabricante apresenta melhorias em relação ao anterior (na câmera, na tela, na capacidade de processamento etc).

Com as redes móveis também é assim: cada geração traz novas tecnologias que melhoram a conexão de internet e outros aspectos da rede. Quem teve a oportunidade de usar 3G e 4G, por exemplo, sabe que a velocidade de carregamento da mais nova é bem maior.

Abaixo, veja mais detalhes sobre cada uma dessas redes e as diferenças entre elas.

3G

3G é a terceira geração da rede móvel. Lançada no começo dos anos 2000, ela consolidou o acesso à internet pelos celulares, possibilitando o uso de redes sociais e email, navegação em sites e troca de mensagens por aplicativos.

No começo, a promessa era entregar uma velocidade de conexão de 144 kbits por segundo (Kb/s). Com as melhorias ao longo dos anos, entretanto, ela chegou a 42 megabits por segundo (Mb/s) em lugares com melhor cobertura, uma velocidade 368 vezes maior do que o prometido no início.

No Brasil, por exemplo, a média de velocidade do 3G em 2018 era de 8,82 Mb/s, segundo um relatório da empresa Open Signal.

Atualmente, o 3G está disponível em praticamente todos os municípios brasileiros, de acordo com o Painel Cobertura Móvel da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

4G

A quarta geração da rede móvel, o 4G, começou a funcionar no início dos anos 2010 e trouxe melhorias significativas na velocidade de conexão, na capacidade de tráfego de dados e na estabilidade do sinal.

Conhecido oficialmente como rede LTE (de Long Term Evolution, ou Evolução a Longo Prazo, em tradução livre), o 4G permitiu a transmissão de vídeos em tempo real nos celulares, por exemplo.

Ou seja: você, que gosta de assistir suas séries enquanto vai para o trabalho, deve agradecer ao 4G por isso.

No Brasil, a velocidade média da internet móvel 4G em 2018 era 19,67 Mpbs, segundo o relatório da empresa Open Signal – quase o dobro do 3G na época.

Hoje, praticamente todos os municípios brasileiros têm cobertura 4G, de acordo com o Painel Cobertura Móvel da Anatel.

5G

5G é a quinta geração da rede móvel, que deve estar disponível em todas as capitais brasileiras até julho de 2022, segundo o Ministério das Comunicações. Uma de suas principais novidades é a velocidade: enquanto a média do 4G no país é de 19,8 Mbps, o 5G pode chegar a até 100 vezes mais do que isso (10 gigabits por segundo).

Os principais benefícios do 5G são:

  • Mais dispositivos podem se conectar ao mesmo tempo, garantindo mais aparelhos com internet funcionando;
  • Maior velocidade de conexão, facilitando a transferência de arquivos, a comunicação em tempo real e o consumo de vídeos, áudios e jogos eletrônicos em tempo real com alta qualidade (streaming);
  • Maior capacidade de banda larga, possibilitando a transferência de arquivos pesados de forma mais rápida.

Essas melhorias de conexão, velocidade e tempo de resposta devem facilitar o uso de tecnologias em carros autônomos, telemedicina e linhas de produção automatizadas em indústrias, por exemplo. Ou seja: são muitas as possibilidades que se abrem com a rede 5G. 

Saiba tudo sobre o 5G

Resumindo

Cada nova geração da rede móvel traz evoluções em relação à anterior. Com o 3G, por exemplo, era possível enviar mensagens usando a internet pelo celular. Já o 4G permitiu a transmissão de vídeo em tempo real de qualquer lugar com sinal.

Com o 5G, será possível ter mais velocidade de internet e conectar muitos aparelhos à rede ao mesmo tempo, abrindo diversas possibilidades para pessoas e, principalmente, empresas e indústrias.

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história.

5

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post