Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Complete os campos ao lado para pedir sua Conta e Cartão de crédito

Agora complete abaixo para pedir sua conta e cartão de crédito

Precisamos de um CPF válido
Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu e-mail. Precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro Nova gasolina – o ...

Nova gasolina – o que ela tem a ver com seu bolso?

O combustível deve ficar cerca de 1,5% mais caro no Brasil - mas a promessa é que, com novas regras, a gasolina tenha mais qualidade e renda até 6% mais. Entenda o que muda.



A partir de 3 de agosto de 2020, a gasolina produzida em refinarias do Brasil ou importada para ser distribuída em território nacional, deve seguir um novo padrão para ser disponibilizada nos postos de abastecimento. A nova gasolina tem mais qualidade e, por isso, ajuda a evitar alguns problemas mecânicos e ainda garante menor consumo de combustível.

A contrapartida é o preço. Segundo o Ministério de Minas e Energia (MME), o cliente pode pagar, em média, R$ 0,06 a mais por litro na hora de abastecer – um aumento em torno de 1,5%. De acordo com a Petrobras, a expectativa é de que o combustível tenha um rendimento 6% maior do que o atual.

O que muda na nova gasolina?

O que muda na nova gasolina é a sua especificação – em termos técnicos, a massa e a octanagem. A Resolução 807/20 da ANP (Agência Nacional do Petróleo), publicada no início de 2020, determina que o combustível tenha massa específica mínima de 715 kg/m³ e octanagem mínima de 92 octanas.

Parece confuso, não é?

Em outras palavras: a massa específica é a densidade, e a octanagem mede a resistência do produto à combustão. Ou seja, quanto maior a octanagem, mais o combustível aceita taxas de compressão e, assim, entrega mais desempenho.

Em termos técnicos, a porcentagem de etanol anidro (que possui 99,6% de álcool puro) permanece em 27% para as gasolinas comum e aditivada e em 25% para a gasolina premium. 

Segundo a Petrobras, com a nova gasolina o consumo médio deve reduzir cerca de 6% e a qualidade do combustível comercializado no Brasil promete se aproximar ao do mercado dos Estados Unidos e da Europa.

E como fica o preço da gasolina?

A gasolina vai ficar, sim, mais cara. Porém, de acordo com a ANP, será um combustível mais eficiente, que permite que um automóvel percorra mais quilômetros por litro e evita danos ao motor.

Segundo o último levantamento feito pela Agência Nacional do Petróleo, em julho, o preço da gasolina no Brasil estava em R$ 4,144 por litro. Com o aumento de R$ 0,06, o preço sobe 1,45%, e passa a ser de R$ 4,204 por litro.

Isso quer dizer que a gasolina comercializada era ruim?

Mais ou menos. É que antes era permitido misturar componentes – o que  influenciava no preço e na qualidade do produto oferecido. Alguns postos já ofereciam a gasolina dentro do novo padrão. Nesse caso, a diferença no valor pago e no rendimento não muda muito.

A norma da nova gasolina é mais rigorosa e evita que combustíveis de baixa qualidade sejam comercializados.

É importante lembrar que outros fatores também podem influenciar no preço do produto, como o valor do dólar, a cotação internacional do petróleo e impostos sobre a gasolina, por exemplo.

Os postos têm até 90 dias para terminar de vender o estoque atual e passar a vender a nova gasolina. Segundo a ANP (Associação Nacional do Petróleo), a empresa que for pega comercializando gasolina antiga após esse prazo, está sujeita a processo administrativo, e poderá pagar multa de R$ 20 mil a R$ 5 milhões. 

Vale dizer que a nova gasolina não tem um nome diferente e, visualmente, é igual à antiga.

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história.

4.69

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post