Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Complete os campos ao lado para pedir sua Conta e Cartão de crédito

Agora complete abaixo para pedir sua conta e cartão de crédito

Precisamos de um CPF válido
Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu e-mail. Precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Investimentos Como fica a poupança com...

Como fica a poupança com a Selic acima de 8,5%?

Caso isso aconteça, o cálculo do rendimento passa a ser feito de outra forma, impactando a vida de milhões de brasileiros. Entenda.



Em 2020, quando a taxa Selic atingiu a mínima histórica de 2% ao ano, parecia irreal pensar que ela voltaria para cima dos 8,5%. Mas, pouco mais de um ano depois, essa é uma realidade bem próxima – e que afeta diretamente quem tem dinheiro na poupança. 

Em outubro de 2021, a taxa Selic passou de 6,25% para 7,5% ao ano. A previsão é que, já na próxima reunião do Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom), marcada para 7 e 8 de dezembro, ela ultrapasse os 8,5% – algo que não acontecia desde julho de 2017.

Acontece que, quando a Selic ultrapassa os 8,5% ao ano, a regra de rendimento da poupança muda, impactando a vida de milhões de brasileiros que guardam seu dinheiro na caderneta. Entenda abaixo.

Como fica a poupança com a Selic acima de 8,5%?

Com a Selic acima de 8,5%, o rendimento da poupança vai ficar ainda menos vantajoso em relação a outros investimentos de renda fixa e contas que crescem a 100% do CDI. Isso acontece porque os juros da caderneta são calculados de acordo com a seguinte regra:

  • Se a Taxa Selic estiver igual ou abaixo de 8,5% ao ano, a poupança rende 70% da Selic + Taxa Referencial;
  • Se a Taxa Selic estiver acima de 8,5% ao ano, por outro lado, a poupança rende 0,5% ao mês sobre o valor depositado + Taxa Referencial.

Como a Taxa Referencial tem sido zero ou muito próxima disso há algum tempo, o rendimento da poupança se resume aos outros fatores.

Na prática, isso significa que, quando o rendimento está atrelado à Selic, quem investe na poupança tem a garantia de que seu dinheiro vai acompanhar a variação da taxa básica de juros da economia brasileira – assim como acontece com a maioria dos investimentos de renda fixa, como o Tesouro Direto e outros baseados no CDI

Quando o rendimento está fixado, por outro lado, a poupança se torna cada vez menos interessante conforme a Selic aumenta – já que outros investimentos passam a render mais em comparação.

Para ficar mais fácil de entender, veja a tabela abaixo comparando a taxa Selic, o rendimento da poupança e um rendimento de 100% do CDI.

Taxa SelicRendimento poupançaRendimento 100% CDI
8,5% 5,95% ao ano (0,48% mensal)8,4% ao ano (0,67% mensal)
8,75%6,17% ao ano (0,50% mensal)8,65% ao ano (0,69% mensal)
9%6,17% ao ano (0,50% mensal)8,9% ao ano (0,71% mensal)
9,25% 6,17% ao ano (0,50% mensal)9,15% ao ano (0,73% mensal)
9,5%6,17% ao ano (0,50% mensal)9,4% ao ano (0,75% mensal)
9,75%6,17% ao ano (0,50% mensal)9,65% ao ano (0,77% mensal)
10%6,17% ao ano (0,50% mensal)9,9% ao ano (0,79% mensal)

Como o rendimento da poupança fica fixado em 0,5% mensal com a Selic acima de 8,5% ao mês, portanto, o investidor acaba ganhando menos do que se o rendimento variasse com a taxa.

Outro ponto importante para se levar em consideração é a inflação. A previsão do mercado financeiro é que ela feche 2021 em 9,33%, fazendo com que seu dinheiro perca valor (já que, em comparação com o início do ano, dá para comprar menos itens com a mesma quantia).

Com a inflação aumentando e o rendimento da poupança fixado, ela se torna ainda menos interessante, pois o dinheiro não cresce na mesma medida. Isso também impacta outros investimentos, como contas que rendem 100% do CDI, mas impacta ainda mais a poupança.

Quais são essas alternativas à poupança?

Outros investimentos de renda fixa que acompanham a variação da taxa Selic são CDBs, títulos do Tesouro Direto e até mesmo contas que tenham seu rendimento atrelado ao CDI – como a conta do Nubank.

Com essas alternativas, o dinheiro continua rendendo mais conforme a Selic aumenta, diferentemente da poupança. 

Para entender qual a melhor opção para você, confira os conteúdos abaixo:

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história.

4

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post