Dinheiro extra! Receita abre consulta ao 
5º lote da restituição do 
IR 2023

Dinheiro extra! Receita abre consulta ao 
5º lote da restituição do 
IR 2023

Serão depositados quase R$ 2 bilhões. Confira como consultar se tem dinheiro para cair na sua conta.

A Receita Federal liberou nesta sexta-feira, dia 22 de setembro, às 10h, a consulta para o quinto lote da restituição do Imposto de Renda 2023. Mais de 1,2 milhão de contribuintes devem receber cerca de R$ 2 bilhões. O pagamento será no dia 29 de setembro.

Este é o último lote oficial da restituição 2023. Contudo, é comum que a Receita libere lotes extras para pagamentos residuais referentes ao IR 2023 e de outros anos. No entanto, não é possível saber se e quando esses lotes serão liberados.

O valor deste lote será pago aos contribuintes com prioridade legal – ou seja, pessoas com idade acima dos 60 anos, com deficiência e aquelas cuja maior fonte de renda é o magistério.

Quem está no quinto lote?

Mais de 1 milhão de contribuintes que entregaram a declaração até o dia 15 de setembro e 141 mil contribuintes que utilizaram a declaração pré-preenchida ou escolheram receber a restituição via Pix também estão na lista do quinto lote.

Também é possível consultar pelo aplicativo Pessoa Física. Se decidir pelo app, baixe apenas nas lojas oficiais e cheque o nome do desenvolvedor: precisa ser “Governo do Brasil”.Clique em “Consulta Restituição”, selecione 2022 e informe seu CPF.

O pagamento da restituição é realizado diretamente na conta informada na declaração. Se você estiver no lote e o crédito não for realizado, os valores ficarão disponíveis para resgate por até um ano no Banco do Brasil (BB).

E se o dinheiro 
da restituição 
não cair?

É preciso entrar em contato com o BB para reagendar o crédito dos valores da restituição. Caso o contribuinte não resgate o valor no prazo de um ano após esse reagendamento, deverá pedir novamente o pagamento.

Como este é o último lote oficial da restituição, há chances de você ter caído na malha fina. Para saber se este é o seu caso, você precisa ter um código de acesso ou uma conta Gov.br para acessar o e-CAC. Segundo a Receita, mais de 1,3 milhão de declarações foram retidas.

E se eu não estiver neste lote?