Quais os investimentos mais impactados pela alta da Selic?

A taxa básica de juros do Brasil, a Selic, voltou a subir. Desta vez, o Comitê de Política Monetária (Copom) subiu mais uma vez a Selic em 1 ponto percentual, de 11,75% ao ano para 12,75% ao ano.

Investimentos pós-fixados tendem a ser os principais beneficiados. Isso inclui os títulos atrelados à Selic e ao CDI (Certificado de Depósito Interbancário).

1. Títulos pós-fixados

Na prática, quando a Selic sobe, os investimentos de renda fixa indexados à Selic e ao CDI passam a oferecer uma remuneração maior.

Entre os investimentos  pós-fixados estão:

✔️ Tesouro Selic; ✔️ CDBs pós-fixados (atrelados ao CDI); ✔️ Letras de Crédito Imobiliário (LCI) e Letras de Crédito do Agronegócio (LCA) emitidos por bancos atrelados ao CDI.

E caso você escolha investimentos pós-fixados privados, por exemplo CDBs de bancos, LCIs ou LCAs, é importante que esses títulos tenham taxa de rendimento igual ou superior ao CDI, pois eles têm um risco maior que as aplicações no tesouro direto.

Com a alta da Selic, também existem oportunidades nos títulos atrelados à inflação ao longo de 2022.

1. Investimentos atrelados à inflação

Os títulos do Tesouro IPCA+, em especial os de curto prazo, com vencimento entre dois e três anos, poderão se beneficiar com a alta da inflação se forem levados até a data de vencimento.

Os investimentos prefixados, como o Tesouro Direto Prefixado, passaram a oferecer taxas maiores de remuneração, acima de 12%. Mas, com a taxa básica de juros em 12,75% ao ano e chances de subir ainda mais, esse tipo de título não é uma boa opção por enquanto.

3. Prefixados

A remuneração mais alta do Tesouro Prefixado é influenciada tanto pela Selic como pelos juros de longo prazo. Em outras palavras, a Selic é a taxa de juros para agora. Já os juros de longo prazo são projeções para o futuro.

Com a inflação se mantendo alta e o aperto monetário nos Estados Unidos, o ritmo de alta da taxa Selic pode durar mais que o previsto. Por isso, a tendência é que os juros futuros subam e, com isso, o Tesouro Prefixado será prejudicado por essa perspectiva negativa para a economia.

Ou seja, o preço do título tende a cair por causa da marcação a mercado e, assim, o investidor pode perder dinheiro caso precise resgatar antes do vencimento.

Saiba mais sobre a alta da taxa Selic e o mercado de investimentos.

👆🏼