Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Complete os campos ao lado para pedir sua Conta e Cartão de crédito

Agora complete abaixo para pedir sua conta e cartão de crédito

Precisamos de um CPF válido
Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu e-mail. Precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro Tabela Selic acumulada: ...

Tabela Selic acumulada: veja como a taxa evoluiu nos últimos anos

Entenda as mudanças da Selic e - mais importante - como elas afetam o seu bolso e as suas economias, como a poupança.



Muito se ouve dizer sobre a taxa Selic, ainda mais com a decisão do Copom de reduzi-la de 3% para 2,25% no mês de junho de 2020. Desde então, a Selic caiu para 2% em agosto e ficou assim até a última reunião do ano, em 9 de dezembro.

A Selic afeta o rendimento de aplicações financeiras, especialmente os títulos públicos indexados à ela e os investimentos em Renda Fixa. 

Com a queda da Selic, o rendimento dessas aplicações fica menor – entre outras consequências. Muda, também, a Selic acumulada.

Mas, calma… O que é a Selic?

A taxa Selic é a taxa de juros básica da economia, usada pelo Banco Central para controlar a inflação. Ela afeta suas aplicações financeiras, a rentabilidade da sua poupança, e também as taxas de juros cobradas pelos bancos – para empréstimos, crédito, etc.

Ela funciona como uma referência para a economia brasileira e um indicador de nossa situação econômica: a meta da Selic, anual, é definida a cada 45 dias pelo Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, com base em diversos indicadores financeiros do país para chegar a uma taxa.

Nessas decisões, a Selic pode tanto se manter estável, sem alterações, quanto aumentar ou diminuir.

O Banco Central, quando promove alguma mudança na Selic, pode baixá-la ou aumentá-la. O objetivo é controlar a inflação. Mas na prática:

  • Ao aumentar a Selic, a economia desacelera;
  • Ao diminuir a Selic, a economia acelera.

A Selic afeta as principais operações financeiras no país, incluindo aplicações no Tesouro Direto e em renda fixa. Por isso, é importante ficar atento às suas mudanças.

Taxa Selic acumulada

A taxa Selic definid pelo Copom é uma meta anual. Mês a mês, conforme as mudanças no índice de inflação, o IPCA, a Selic varia. Lembrando: a Selic e o IPCA andam de mãos dadas. Explicamos melhor aqui

Portanto, temos, além da meta da Selic anual, as suas taxas mensais e a acumulada ao ano, que basicamente é a soma das taxas mensais da Selic naquele ano. Todos esses dados ficam disponíveis no site do Banco Central.

Na tabela abaixo, veja a evolução da Selic mês a mês e o acumulado dos últimos três anos.

Tabela Selic Acumulada 

Mês/Ano 2020 2019 2018 2017
Janeiro 0,38% 0,54% 0,58% 1,09%
Fevereiro 0,29% 0,49% 0,47% 0,87%
Março 0,34% 0,47% 0,53% 1,05%
Abril 0,28% 0,52% 0,52% 0,79%
Maio 0,24% 0,54% 0,52% 0,93%
Junho 0,21% 0,47% 0,52% 0,81%
Julho 0,19% 0,57% 0,54% 0,80%
Agosto 0,16% 0,50% 0,57% 0,80%
Setembro 0,16% 0,46% 0,47% 0,64%
Outubro 0,16% 0,48% 0,54% 0,64%
Novembro 0,15% 0,38% 0,49% 0,57%
Dezembro 0,16% 0,37 0,49% 0,54%
ACUMULADO 2,75 5,79 6,5 7,40
Fonte: Receita Federal

Lembrando: a Selic afeta as principais operações financeiras no país, incluindo aplicações no Tesouro Direto, em renda fixa e até o rendimento que a NuConta oferece. Por isso, é importante ficar atento às suas mudanças.

Para ler mais: Como fica o rendimento da NuConta com a queda da Selic?

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história aqui.

3.45

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post