Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro Selic cai pra 3% –...

Selic cai pra 3% – o que isso significa? Como te afeta?

Devido aos impactos causados pela pandemia do Covid-19, o Copom reduziu a taxa básica da economia de 3,75% para 3% no dia 6 de maio. Entenda melhor essa decisão.

O Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central decidiu, no dia 6 de maio, reduzir a taxa Selic em 0,75 pontos percentuais – de 3,75% para 3%. Este é o sétimo corte seguido na taxa Selic, que hoje está no menor patamar da história. Mas o que esse corte significa e por que foi feito? Como afeta no seu dia a dia?

O que é a Selic?

A Selic é a taxa básica de juros da economia – e, por isso, afeta suas aplicações financeiras, a rentabilidade da sua poupança, e também as taxas de juros cobradas pelos bancos. 

Ela é definida pelo Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, com base em diversos indicadores financeiros do país e funciona como uma referência para a economia brasileira. 

Na prática, os ajustes na Selic têm como um dos principais objetivos controlar a inflação e estimular ou desestimular a economia: 

  • Ao aumentar a Selic, a economia desacelera – diminuindo a inflação;
  • Ao diminuir a Selic, a economia acelera – aumentando a inflação.

 Veja mais: O que é a Taxa Selic. 

Como a queda da Selic me afeta?

Basicamente, os cortes na Selic fazem com que os rendimentos de investimentos em renda fixa, como a poupança, títulos do Tesouro Direto, CDBs e fundos, fiquem menores, pois ela impacta diretamente o CDI – índice usado para indicar o rendimento. 

Com a Selic em 3%, a poupança passa a render 2,1% ao ano e 0,17% ao mês, já que o seu rendimento é equivalente a 70% da Selic + Taxa Referencial, que hoje está zerada.

Além disso, por ser a taxa básica de juros da economia, a queda da Selic a deve fazer com que os juros de financiamento, operações de crédito, empréstimos, etc, caiam também – as mudanças feitas na Selic são repercutidas nas demais taxas de juros.

Aqui nós explicamos sobre o impacto da taxa Selic baixa na vida financeira. 

O que diz o Copom sobre a Selic a 3%?

A redução da taxa Selic a 3% foi tomada em unanimidade pelo Copom. Mas, por que? Em resumo, a decisão é uma forma de tentar manter as metas de inflação de 2020 e 2021 e estimular a economia em um momento de grandes incertezas causadas pela atual pandemia. 

Na ata da reunião, o comitê ressalta o grande impacto do coronavírus. 

“No cenário externo, a pandemia da Covid-19 está provocando uma desaceleração significativa do crescimento global, queda nos preços das commodities e aumento da volatilidade nos preços de ativos”. 

Nesse sentido, a decisão de reduzir a Selic é uma tentativa de estimular a atividade econômica, já que a expectativa é de que “a contração da atividade econômica será significativamente superior à prevista na última reunião do Copom”.

Vale ressaltar que o Brasil não é o único país a tomar essa atitude: em março, o FED (Banco Central dos Estados Unidos), também reduziu sua taxa de juros em um ponto percentual, levando-a a quase zero. 

Por fim, o Copom ressaltou que considera um “último ajuste” na Selic em sua próxima reunião, deixando aberta a possibilidade de novas alterações dependendo do cenário econômico para complementar o grau de estímulo necessário como reação às consequências econômicas da pandemia da Covid-19″. 

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história aqui.

4.12

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post