Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro Saque do auxílio emerge...

Saque do auxílio emergencial: veja as datas e regras

Beneficiários poderão sacar em datas específicas, divididas a partir da data de nascimento. Veja o calendário de saque.

O auxílio emergencial de R$ 600 voltado a desempregados, profissionais informais, MEIs e autônomos começou a ser pago neste mês de abril. Mas é importante ressaltar que, para quem vai recebê-lo pela conta poupança gratuita da Caixa, ainda não é possível realizar o saque do auxílio emergencial: por enquanto, o pagamento é somente digital.

Segundo a Caixa Econômica, o saque poderá ser feito a partir do dia 27 de abril, respeitando um calendário baseado na data de aniversário do beneficiário – do mesmo jeito que funcionou o saque imediato do FGTS entre 2019 e este ano.

A ideia de liberar o saque em “lotes” é evitar filas e aglomerações, além da retirada em massa do dinheiro em um único momento. 

As datas de saque do auxílio emergencial, válidas para a primeira parcela, são as seguintes:

Datas de saque do auxílio emergencial

Mês de nascimento do beneficiárioData do saque
Janeiro e fevereiro27 de abril
Março e abril28 de abril
Maio e junho29 de abril
Julho e agosto30 de abril
Setembro e outubro04 de maio
Novembro e dezembro05 de maio

O calendário de saque para quem é beneficiário do Bolsa Família é diferente: da mesma forma que o pagamento é feito em uma data específica, o saque poderá ser feito no mesmo dia do recebimento do benefício.

  • 16 de abril: beneficiários do Bolsa Família com último dígito do NIS igual a 1;
  • 17 de abril: beneficiários do Bolsa Família com último dígito do NIS igual a 2.

De novo, vale ressaltar que essas datas de saque valem para quem vai receber o auxílio pela conta poupança gratuita da Caixa.

Uma nova leva de pagamentos da primeira parcela foi aprovada no dia 15 de maio. Diferentemente das primeiras levas, essa será feita por Data de Aniversário.

A Caixa orientou que não irá permitir que pessoas fiquem na fila para sacar o benefício antes da data estabelecida no cronograma (abaixo). Uma pessoa que nasceu em fevereiro, por exemplo, só pode ir até uma agência a partir de 20 de maio.

Calendário saque da nova leva de aprovados da Primeira Parcela

Mês de nascimentoData disponível
JaneiroA partir de 19 de maio
FevereiroA partir de 20 de maio
MarçoA partir de 21 de maio
AbrilA partir de 22 de maio
MaioA partir de 23 de maio
JunhoA partir de 24 de maio
JulhoA partir de 25 de maio
AgostoA partir de 26 de maio
SetembroA partir de 27 de maio
OutubroA partir de 28 de maio
NovembroA partir de 29 de maio
DezembroA partir de 30 de maio

Saque da segunda parcela do auxílio emergencial

Na manhã da sexta-feira, dia 15 de maio de 2020, o Governo Federal publicou o Calendário de Pagamento da Segunda Parcela do Auxílio Emergencial. São três cronogramas diferentes:

  • A partir do dia 18 de maio, para quem recebe o Bolsa Família. O saque já estará disponível seguindo a ordem do número NIS (veja calendário abaixo).
  • Para os demais beneficiários, o calendário segue o mês de aniversário e começa dia 20 de maio.
  • Nesses casos, há datas diferentes: primeiro, o recurso estará liberado para uso digital (pagamento de contas, boletos e uso do cartão de débito). Depois, há um novo calendário para saques e transferências.

Ele vale para quem recebeu a primeira parcela até o dia 30 de abril. Quem recebeu após essa data terá um cronograma diferente, ainda não divulgado.

Saque e Transferências

Data disponível para saque e transferênciaMês de nascimento
30 de maioNascidos em Janeiro 
1 de junhoNascidos em fevereiro
2 de junhoNascidos em Março
3 de junhoNascidos em Abril
4 de junhoNascidos em Maio
5 de junhoNascidos em Junho
6 de junhoNascidos em Julho
8 de junhoNascidos em Agosto
9 de junho Nascidos em Setembro
10 de junhoNascidos em Outubro
12 de junhoNascidos em Novembro
13 de junhoNascidos em Dezembro

Como fazer o saque do auxílio emergencial?

Os beneficiários poderão fazer o saque em lotéricas ou caixas automáticos da Caixa Econômica Federal e sem a necessidade de um cartão físico. Em vez disso, será necessário informar um código de acesso.

No aplicativo Caixa Tem, o beneficiário será informado quando o saque puder ser feito – a opção “saque” será disponibilizada. Quando quiser fazer o saque, é necessário, no próprio app, informar o valor que será resgatado (pode ser inferior a R$ 600). Logo depois, ele vai gerar o código que deve ser informado no caixa eletrônico ou lotérica para completar a operação.

Vale dizer: quem ainda não tiver o saque liberado poderá fazer transferências gratuitas e pagamentos através do próprio aplicativo Caixa Tem. 

Horário de funcionamento das agências Caixa

Por conta do saque do auxílio emergencial, todas as agências da Caixa Econômica Federal terão horário de funcionamento ampliado. Agora, as unidades vão funcionar das 8h às 14h, duas horas a mais que o normal.

Pagamento do auxílio emergencial

A princípio, o auxílio vai ser pago por três meses – três parcelas de R$ 600. 

A primeira parcela começou a ser paga no dia 9 de abril para quem já está no Cadastro Único e possui conta na Caixa Econômica ou no Banco do Brasil; as pessoas que não estão no Cadastro Único devem receber o benefício cinco dias úteis após a inscrição para receber o auxílio emergencial através do aplicativo ou site do auxílio.

Veja as datas de pagamento das demais parcelas aqui.

Como receber o auxílio emergencial?

Quem está no Cadastro Único, um banco de dados do governo, até o dia 20 de março receberá automaticamente o auxílio emergencial, mas não é obrigatório estar cadastrado nele para ter direito ao benefício. Já se encontram cadastrados aqueles que recebem o Bolsa Família, por exemplo.

Aqueles que não estão em nenhum cadastro do governo deverão baixar um aplicativo para fazer a inscrição. Também será possível fazê-la pelo site criado pela Caixa. Além disso, será necessário comprovar a renda através de uma autodeclaração. 

Aqui nós separamos um passo a passo de como realizar o cadastro pelo aplicativo ou pelo site.

Tire todas as suas dúvidas sobre o auxílio emergencial de R$ 600, como quem tem direito e quais são as condições.

3.42

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post