Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro Golpe do empréstimo: Rec...

Golpe do empréstimo: Receita Federal alerta sobre nova fraude

Notificação falsa exige pagamento de IOF para desbloqueio de valores junto a instituição financeira. Veja como se proteger.



uma mão segurando um envelope branco em um fundo azul Foto: Erica Steeves

A Receita Federal identificou um novo golpe usando o nome da instituição do governo. Nele, o fraudador envia uma notificação falsa por correio, e exige que a pessoa pague IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) para ter liberado um valor de empréstimo em sua instituição financeira.

Se você receber alguma mensagem assim, fique de olho: é cilada! Abaixo, veja mais informações sobre esse novo esquema.

Ganhe controle sobre suas finanças: assine nossa newsletter para receber conteúdo exclusivo.

Como funciona o golpe?

A pessoa que solicitou ou está negociando um empréstimo ou financiamento com uma instituição financeira recebe, pelo correio, uma cobrança de IOF supostamente emitida pela Receita Federal.

Mas o documento é falso! Na notificação, os fraudadores garantem que o crédito ou financiamento será desbloqueado mediante o recolhimento do imposto. Na correspondência, constam dados bancários para depósito e uma assinatura – que também é falsa.

Se você receber algo parecido com isso, não assine e nem pague nada. Veja, a seguir, dicas para se proteger.

Como se proteger do golpe do empréstimo?

É importante ficar atento para não cair nesse tipo de golpe e evitar problemas no futuro. Lembre-se:

  • A Receita Federal não fornece dados bancários para o recolhimento de tributos federais, seja por meio de depósito ou de transferência. O pagamento do IOF é feito somente via Darf (Documento de Arrecadação de Receitas Federais);
  •  A cobrança e o pagamento do IOF são efetuados pelo responsável tributário, ou seja, pela instituição que concede o crédito – e não pela Receita Federal;
  • Preste atenção a erros de português, informações confusas, incorretas e orientações desencontradas. Isso pode ajudar a identificar que se trata de um golpe;

“Caí nesse golpe. O que eu faço?”

Se você foi vítima desse golpe, em primeiro lugar: não tenha vergonha pois qualquer pessoa está sujeita a ser vítima de um golpe. Segundo: compareça a uma unidade de atendimento da Receita Federal pessoalmente, ou denuncie à Ouvidoria-Geral do Ministério da Fazenda pela internet, clicando aqui.

Quem aplica o golpe, fingindo ser um servidor da Receita Federal, pode responder pelos crimes de estelionato, falsidade ideológica e falsa identidade, podendo ser responsabilizado, ainda, pelos danos causados à imagem da Instituição e do próprio servidor indevidamente envolvido.

Veja como se proteger de outros golpes:

Golpe usando revisões do INSS: veja como funciona e como se proteger

Golpe do Pix Agendado: entenda o alerta que está circulando pelas redes

Caí em um golpe financeiro na internet. E agora?

Golpe do delivery: como funciona e como não cair nessa?

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história.

4.67

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post