Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Complete os campos ao lado para pedir sua Conta e Cartão de crédito

Agora complete abaixo para pedir sua conta e cartão de crédito

Precisamos de um CPF válido
Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu e-mail. Precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Dinheiro no mundo Fair play financeiro: o ...

Fair play financeiro: o que é e o que tem a ver com o futebol

O assunto virou pauta nos últimos dias e movimentou o mercado da bola. Veja o que significa o termo.



Quando o juiz lança a moeda para cima antes de começar uma confronto de futebol, pede aos capitães dos times que aquele seja um jogo limpo. Em tradução ao pé da letra do inglês para o português, a expressão fair play significa “jogo justo”. No esporte, é sobre manter a integridade de uma partida e de seus participantes, e não ganhar vantagem de forma injusta. 

É sobre não dar aquele carrinho com a intenção de machucar o adversário, não cavar um pênalti, evitar que um cotovelo encontre um nariz desavisado. 

Nos últimos dias, outro termo parecido virou assunto: fair play financeiro (ou seja, jogo justo com relação às finanças), que costuma aparecer quando uma grande negociação acontece no futebol. Basicamente, ele existe para que os clubes não gastem mais dinheiro do que arrecadam.

Mas como funciona essa regra? E o dinheiro envolvido nos outros esportes? Veja abaixo.

Como funciona o Fair Play Financeiro?

Como qualquer outra entidade, empresa ou pessoa física, os clubes de futebol também têm despesas. E as equipes precisam equilibrar os gastos. A contratação e transferência de jogadores e os pagamento de salários precisam caber no lucro que eles recebem pela transmissão na televisão, pelos ingressos para as partidas e pelas ações dos departamentos comerciais que vendem itens como camisetas e outros produtos licenciados. 

O valor máximo que os times podem desembolsar é de até 30% a mais do que arrecadam, segundo a UEFA (União das Federações Europeias de Futebol). Vale dizer que a quantia gasta em estádios, centros de treinamento, desenvolvimento de jovens (da categoria de base, por exemplo) ou projetos comunitários não entra nessa conta.

Quando essa regra é desrespeitada, o clube sofre punições, que podem ser advertências e multas, ou ainda mais severas, como retenção de prêmios em dinheiro, proibição de transferência e de inscrição de novos jogadores, redução de pontos em torneios e restrição no número de jogadores que podem ser registrados em competições internacionais.

Por que existe o Fair Play Financeiro?

Em poucas palavras, o objetivo do Fair Play Financeiro é impedir a lavagem de dinheiro dentro dos clubes de futebol e auxiliar as equipes a buscarem equilíbrio e sustentabilidade.

Com o equilíbrio dos times e as contas pagas em dia, todo o sistema funciona bem. Quando gastam além do que podem, atrasam salários, pagamentos a outros clubes, impostos, isso acaba gerando desconfiança na indústria e desequilíbrio – inclusive em campo (falta de resultados, discussões, etc).

Leia também:

5 lições do esporte que servem para o seu bolso

Joguinho não: o que o mercado de games tem a ver com seu dinheiro

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história.

5

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post