Complete abaixo para pedir sua conta e seu cartão de crédito

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro Emprego temporário de N...

Emprego temporário de Natal – o que saber para aproveitar melhor o seu

Mais de 90 mil vagas de emprego temporário devem ser abertas nos últimos meses de 2019. Essa é uma boa oportunidade para resolver algumas pendências financeiras e organizar as finanças para o próximo ano.

Em agosto de 2019, a taxa de desemprego no Brasil ficou em 11,8%, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Nesse contexto, o final do ano é um bom momento: com a proximidade das festas, começam a ser abertas vagas de emprego temporário de Natal. 

A estimativa para este ano, inclusive, é de que a oferta deste tipo de vaga seja a maior dos últimos seis anos, segundo a CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo); devem ser contratados, em todo o Brasil, mais de 91 mil trabalhadores temporários.

A boa notícia: 40% dos empresários que pretendem contratar trabalhadores temporários pretendem também efetivá-los para um cargo definitivo.

As contratações vagas de emprego temporário acontecem, em sua maioria, já no mês de novembro, segundo o SPC Brasil.

Alguns dados sobre as vagas de emprego temporário de Natal e final de ano:

  • Os estados de São Paulo, Minas gerais e Rio de Janeiro concentram mais da metade das vagas oferecidas em todo o Brasil: são 22,6 mil, 10 mil e 9,4 mil em cada um, respectivamente;
  • Os ramos de vestuário, hiper e supermercados e artigos de uso pessoal e doméstico são os que apresentam o maior volume de contratações;
  • Quatro entre dez pessoas contratadas devem permanecer no cargo por três meses, mas com chances de serem efetivadas para um cargo definitivo.

Para quem está pensando em buscar um emprego temporário neste final de ano, veja abaixo algumas  dicas que podem ser úteis para reorganizar as finanças e começar um planejamento já nos últimos meses de 2019 – confira abaixo:

Aproveite para quitar as dívidas, se tiver

Uma prioridade financeira que todos devem ter é quitar as dívidas, se existir alguma. 

Dados do IBGE mostram que a dívida média do brasileiro é de R$ 3,2 mil e, ainda que a média salarial de empregos temporários de Natal seja de R$ 1.597, segundo o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), quitar as dívidas é o melhor uso para seu salário – afinal, por quanto mais tempo uma dívida fica aberta, mais juros incidem sobre o valor e mais difícil fica de quitá-la.

Você também pode sempre negociar suas dívidas com o banco ou instituição financeira onde a possui. Isso pode ajudar a diminuir o valor já calculado e cobrado de juros, estender o prazo de pagamento e até flexibilizar as taxas de juros cobradas mês ao mês. Veja aqui algumas dicas de como negociar dívidas.

Planejar os gastos de começo do ano

No Brasil, a partir das festas de final de ano até meados de março do ano seguinte, o gasto médio dos brasileiros por mês tende a crescer – matrícula, impostos de começo do ano, as contas de Natal e ano novo que ainda não fecharam… Essa soma pode chegar a valores assustadores, especialmente para quem não estimava ou contava com esses gastos.

Por isso, aproveitar o emprego temporário de Natal para organizar-se com os gastos de final de ano e também os do começo de 2020 é uma boa dica. 

Aqui nós listamos os principais gastos que as pessoas têm no começo do ano. 

Organize seu orçamento

Depois de quitar suas dívidas, o que fazer com o dinheiro?

O ideal é montar um orçamento financeiro – ele ajuda a saber como está sua vida financeira e quais caminhos você pode seguir para atingir suas prioridades e objetivos. O primeiro passo é saber quais são todos os seus gastos e fontes de renda – em outras palavras, entender o quanto entra e sai do seu bolso todo o mês. A partir daí, categorizar todos os seus gastos: quanto você gasta todo o mês e com quê?

O grande objetivo de um orçamento é diagnosticar sua vida financeira. Se todo o mês você fecha no vermelho, ela não vai bem; se você fecha no azul, mas não sobra nada para guardar, ela precisa de algumas melhorias; e, se além de arcar com todas as suas despesas, ainda sobra para suas prioridades financeiras (guardar para viajar, pagar algum curso…), você está no caminho certo.

Além disso, ter seus gastos detalhados em um orçamento dá clareza de quais gastos você pode cortar e onde é possível economizar.

E, por fim, a melhor parte: ele não é um só e varia conforme o seu perfil financeiro – em outras palavras, você pode montá-lo da forma que mais se adequa a seu estilo de vida. Veja aqui como montar o mais adequado para você.

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história aqui.

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post