Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro Entrevista de emprego: t...

Entrevista de emprego: tudo o que você precisa saber para se destacar

O que falar, como se preparar, erros mais comuns, que perguntas fazer… Saiba tudo sobre como ter a entrevista de emprego ideal.

A entrevista de emprego é uma das etapas mais importantes e decisivas de um processo seletivo. É neste momento que candidato e recrutador se conhecem e que os perfis são avaliados – mas é também nessa hora que muita gente entra em pânico e não sabe como agir. 

Não existe receita mágica para o sucesso de uma entrevista de emprego, porque ela depende de uma série de fatores, como cargo, empresa, sua compatibilidade com a vaga, direcionamento da entrevista, performance dos outros candidatos etc.

A boa notícia é que é possível, sim, estar mais bem preparado para uma entrevista ao seguir alguns passos. 

Jessica Sandin, uma das diretoras de RH do Nubank, lista os principais pontos de atenção para que você tenha um bom resultado em uma entrevista de emprego. Veja a seguir.

1. O que dizer em uma entrevista de emprego?

Depende do que for perguntado a você. O candidato não precisa saber de tudo e nem soltar falas sem contexto só para demonstrar conhecimento. O importante é mostrar que você é um bom candidato, que pesquisou e está em dia com a lição de casa sobre a empresa.

“Se preparar para a entrevista é a parte mais importante, tanto para a  conversa ser produtiva, quanto para o candidato ter mais segurança na fala”, diz Jessica. 

Outro ponto de atenção é a sua comunicação. É por meio da forma com que o candidato fala que os profissionais de recursos humanos conseguem analisar como essa pessoa estrutura um raciocínio, se ela tem capacidade de pensar criticamente, como soluciona problemas, entre outros fatores.

“Não basta ter conhecimento técnico ou experiência, é preciso ter a habilidade de transformar aquele conhecimento técnico ou experiência em resposta, produto, resolução de problema”, acrescenta Jessica.

Ter atenção a comunicação é essencial para mostrar como você é capaz de resolver problemas em uma entrevista de emprego (Imagem: Freepik)

2. Como se preparar para uma entrevista de emprego?

Estar preparado para uma entrevista é importante não só para demonstrar para empresa o seu interesse, mas também para te dar mais confiança e repertório para responder às perguntas de maneira mais específica e direcionada à empresa. 

Grande parte dessa preparação se concentra na pesquisa sobre o negócio e o mercado em que ele atua. “Recrutadores e profissionais de RH conseguem identificar que o candidato não está preparado nos primeiros minutos de entrevista”, conta Jessica.

Para demonstrar essa preparação, tente contextualizar as respostas em relação ao mercado, área da empresa ou aos produtos e serviços oferecidos pela empresa, por exemplo.

Pesquisar sobre a empresa e o mercado onde ela está inserida pode te colocar em vantagem em relação a outros candidatos (Imagem: Unsplash)

3. Quais são as perguntas de entrevista de emprego mais comuns?

Cada RH e cada profissional de recrutamento costuma ter um direcionamento diferente quando o assunto é entrevista de emprego. Então, vale refletir: mesmo que o candidato mapeie as perguntas mais frequentes e que se prepare de forma consistente, pode surgir alguma questão mais difícil de responder para a qual você não havia se preparado.

Se isso acontecer, mantenha a calma, se concentre e busque ser você mesmo na hora de responder.

“No processo de recrutamento é importante ter uma história verdadeira”, diz Jessica.

Uma pesquisa da Glassdoor, empresa de insights sobre empregos e empresas, mapeou as 10 perguntas mais frequentes em uma entrevista de emprego. Veja a seguir quais são elas: 

  1. Por que você quer trabalhar nesta empresa?
  2. Conte um pouco da sua experiência;
  3. Quais são as suas principais habilidades?
  4. Quais são os seus principais defeitos?
  5. Quais são os seus objetivos na empresa?
  6. Qual é a sua formação?
  7. Por qual motivo devo te contratar?
  8. Você gosta de trabalhar em equipe?
  9. Como você lida com pressão?
  10. Qual a sua expectativa de carreira em cinco anos?

Ao responder, é importante não ser genérico ou dar respostas prontas, pensando no que os recrutadores querem ouvir. Antes da entrevista, busque refletir sobre as respostas reais para sua vida profissional e como elas se relacionam àquela vaga específica.

Ter uma boa noção sobre as perguntas que geralmente são feitas possibilita ao candidato se preparar para a resposta (Foto: Unsplash)

4. Quais são os erros mais comuns dos candidatos?

Além de focar no que fazer, é bom que o candidato tenha consciência do que normalmente “pega mal” em uma entrevista de emprego.

É muito frustrante para todas as partes envolvidas que uma pessoa tecnicamente bem preparada, com um bom currículo e perfil aderente à vaga cometa uma falha grave que possa resultar na eliminação do processo ou a prejudique em relação aos outros candidatos.

Para ajudar na preparação, Jessica Sandin mapeou os cinco principais erros cometidos por candidatos nas entrevistas. Veja quais são eles:

  1. Não se preparar;
  2. Falar mal do emprego anterior (ou atual);
  3. Interromper demais;
  4. Falar de salário antes da hora;
  5. Não fazer perguntas.

Veja aqui todos os detalhes sobre esses erros e como evitá-los.

Além de saber o que fazer, é bom entender o que pode ser considerado “erro” em um processo seletivo (Foto: Unsplash)

5. Que perguntas fazer para o RH?

Fazer perguntas para o RH é bom tanto para o candidato, quanto para a empresa. Ao fazer boas perguntas, os candidatos conseguem informações valiosas sobre como é trabalhar naquela empresa, o que é esperado da posição, as políticas e cultura da empresa, dentre outros tópicos. Ou seja, elas são essenciais para que você avalie se aquela empresa é mesmo para você.

Já para o outro lado, a empresa, fazer perguntas demonstra que o candidato está interessado, engajado e bem preparado. 

Porém, na hora que o recrutador pergunta se o candidato tem perguntas, é comum que as pessoas fiquem nervosas e não pensem em nada. Para fugir do “branco” é melhor se preparar com antecedência.

“Você pode perguntar sobre a empresa, sobre o time, chefe, cultura, produto, planos, projetos, dificuldades ou clientes, por exemplo”, aponta Jéssica.

Outra estratégia que pode ajudar é ficar atento durante a entrevista e anotar possíveis dúvidas que possam surgir ao longo da conversa para questionar neste momento. Porém, o ideal é já ter algumas perguntas preparadas, destaca a diretora de RH.

É esperado do candidato que ele também direcione perguntas ao RH e não só responda (Imagem: Unsplash)

6. Como evitar golpes de entrevista de emprego?

Como se não bastasse a dificuldade de conquistar uma vaga, candidatos ainda precisam lidar com anúncios de vaga falsos e golpes. Algumas estratégias podem ajudar a entender se algumas oportunidades são mesmo reais.

Vale destacar: não existe ciência exata nisso e algumas dessas ciladas são muito bem elaboradas. Por isso, é importante pesquisar tudo o que for possível sobre a oportunidade antes do momento da entrevista.

Veja algumas pistas que podem indicar que uma entrevista de emprego na verdade pode ser golpe.

  1. O anúncio está hospedado em um site que você não conhece;
  2. A vaga é genérica demais;
  3. Há algum tipo de promessa de vaga garantida;
  4. Não existe nome no cargo.

Leia aqui tudo sobre os golpes de entrevista de emprego e como evitá-los.

Como diriam as nossas avós, “nem tudo que reluz é ouro”. Fique atento às vagas falsas e golpes que permeiam o universo do emprego (Foto: Unsplash)

Dicas para entrevista de emprego

Outras estratégias podem te ajudar na hora da entrevista de emprego. Confira abaixo.

1. Demonstre equilíbrio

Candidatos precisam mostrar que estão aptos para a posição de trabalho, mas que, ao mesmo tempo, estão abertos para aprender mais. 

“O candidato precisa mostrar que tem algo a oferecer, mas que também quer aprender. Porque a relação de trabalho, para ser saudável e produtiva, precisa ser uma troca”, esclarece Jéssica.

Essa demonstração também pode ser feita por meio das perguntas e ao deixar claro o seu interesse em crescer na carreira, por exemplo.

2.Atenção à linguagem corporal

Principalmente em tempos de entrevistas 100% virtuais, consequência da pandemia de Covid-19, é importante demonstrar energia durante a entrevista.

Sem o contato presencial fica mais difícil perceber o nível de engajamento dos candidatos ao longo da entrevista por aquilo que não é falado – ou seja, pela linguagem corporal.

Ainda de acordo com a diretora de RH do Nubank, “é muito difícil a gente se encantar por candidatos que têm a energia muito baixa e que não demonstram de forma clara estarem engajados e interessados”.

Então, como demonstrar essa energia? 

É possível fazer isso estando presente (de verdade), o que quer dizer: prestando atenção, fazendo boas perguntas, sendo pontual, mostrando bom humor e que você tem uma boa energia e vontade de trabalhar. “É importante você ser intencional com a energia que você quer transmitir na entrevista. Isso faz toda a diferença”, acrescenta Jessica.

Vale refletir: mostrar energia não é sinônimo de falar alto ou falar demais.

3. Demonstre educação

Durante a entrevista, chegue na hora marcada, ouça antes de falar, evite interromper demais e agradeça a oportunidade. Pode parecer óbvio e básico, mas educação faz toda a diferença. 

De acordo com Jessica, um pequeno gesto que demonstra educação e, ao mesmo tempo, interesse do candidato, é mandar um e-mail após a entrevista. 

“Um e-mail simples, sem forçar a barra ou cobrar. Isso vai mostrar que você está interessado, sua habilidade de escrita, vai te conectar com aquele recrutador e ajudá-lo a não esquecer de você, além de demonstrar que você é uma pessoa atenciosa e educada”, conclui.

Quer saber mais sobre entrevista de emprego, carreira e processo seletivo? Leia também:

Transição de carreira: 5 dicas para quem quer mudar de profissão

Reprovado no processo seletivo? Saiba como pedir feedback

Processo seletivo: tudo o que você precisa saber para se destacar na busca de um emprego

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história aqui.

4.75

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post